0.000
Nome do Grupo
14 Bis
Componentes

Formação original

Flávio Venturini
Cláudio Venturini
Vermelho
Sérgio Magrão
Hely

Dados Históricos e Artísticos

Grupo vocal e instrumental formado em 1979 por Flávio Venturini (teclados, violão, bandolim e voz), Cláudio Venturini (guitarra), Vermelho (teclados), Sérgio Magrão (contrabaixo) e Hely (bateria), músicos vindos dos conjuntos O Terço (Flávio Venturini e Sérgio Magrão) e Bendegó (Vermelho e Hely). Flávio Venturini e Vermelho eram também ligados ao Clube da Esquina. Influenciados pelos Beatles e pelo rock rural, batizaram o conjunto em homenagem a Santos Dumont que, como quase todos os integrantes do conjunto, era mineiro.

Após algumas apresentações em Minas Gerais, o grupo estreou profissionalmente em São Paulo, no auditório da Fundação Getúlio Vargas.

Em 1979, gravou seu primeiro LP, “14 Bis”.

Na década de 1980, lançou “14 Bis II” (1980), “Espelho das águas” (1981), “Além Paraíso” (1982), “A idade da luz” (1984), “A nave vai” (1985), “Sete” (1987) e “14 Bis ao vivo” (1988).

Em 1987, Flávio Venturini desligou-se do conjunto, iniciando carreira solo.

Na década de 1990, o grupo lançou os discos “Quatro por quatro” (1992), “Siga o sol” (1996), que contou com a participação de Flávio Venturini em algumas faixas, e “Bis – Acústico” (1998), que contou com a participação de vários artistas.

Em 1999, apresentou-se com o Boca Livre no Metropolitan (RJ). O show foi gravado ao vivo, gerando o CD “Boca Livre e 14 Bis ao vivo”, lançado no ano seguinte. Entre seus maiores sucessos, destacam-se “Canção da América” (Milton Nascimento e Fernando Brant), “Bola de meia, bola de gude” (Milton Nascimento e Fernando Brant), “Todo azul do mar” (Flávio Venturini e Ronaldo Bastos), “Caçador de mim” (Sérgio Magrão e Luis Carlos Sá), “Espanhola” (Guarabyra e Flávio Venturini) e “Planeta Sonho” (Flávio Venturini, Vermelho e Márcio Borges).

Lançou, em 2004, o CD “Outros planos”, gravado entre março e novembro de 2003. No repertório, “Outono” e “Cedo ou tarde”, ambas de Cláudio Venturini e Sérgio Vasconcellos, “Canções de Guerra” (Sérgio Vasconcellos, Cláudio Venturini e Chico Amaral), “Até o dia clarear” (Flávio Venturini e Alexandre Blasifera), “Constelações” (Sérgio Vasconcellos, Cláudio Venturini e Murilo Antunes), “Gente do interior” (Sérgio Magrão e Cezar de Mercês), “Os sete raios de cristal” (Vermelho, Márcio Borges e Lô Borges), “Sinais de amor” (Sérgio Vasconcellos, Cláudio Venturini e Lô Borges), “A palavra coração” (Vermelho e Márcio Borges), “Quando é fácil se dizer” (Hely Rodrigues e Luiz Carlos Sá), “Mão amiga” (Cláudio Venturini, O.R. Santos e W.Cedotti), “Dias melhores virão” (Cláudio Venturini e Luiz Carlos Sá) e a faixa-título (Cláudio Venturini, Sérgio Vasconcellos, Ozório e Cedotti). O disco contou com a produção musical de Cláudio Venturini e Sérgio Vasconcellos.

Em 2005, apresentou-se no Canecão (RJ).

Lançou, em 2007, o CD e DVD “14 Bis – Ao vivo”, com a participação especial de Beto Guedes, Rogério Fausino (vocalista do grupo Jota quest), Flavio Venturini (um dos fundadores e integrante do grupo até 1987) e ainda do violonista Marcus Vianna. O grupo registrou o lançamento do DVD com show no Estrela da Lapa, no Rio de Janeiro.

Em 2013, encerrou, no Teatro Rival (RJ), a turnê do disco “14 Bis ao vivo”, somando 300 apresentações em quatro anos.

Discografias
2007 Sony BMG CD e DVD 14 Bis - Ao vivo
2004 Indie Records CD Outros planos
2000 Indie Records CD Boca Livre e 14 Bis ao vivo
1998 PolyGram CD Bis-Acústico
1996 Velas CD Siga o sol
1992 EMI-Odeon LP Quatro por quatro
1988 EMI-Odeon LP 14 Bis ao vivo
1987 EMI-Odeon LP Sete
1985 EMI-Odeon LP, CD A nave vai
1984 EMI-Odeon LP A idade da luz
1982 EMI-Odeon LP, CD Além Paraíso
1981 EMI-Odeon LP Espelho das águas
1980 EMI-Odeon LP, CD 14 Bis II
1979 EMI-Odeon LP, CD 14 Bis
Shows
2013 14 Bis ao vivo – Teatro Rival, Rio de Janeiro
14 Bis - Ao vivo. Show de lançamento do DVD. Estrela da Lapa, Rio de Janeiro.
Boca Livre e 14 Bis. Metropolitan, Rio de Janeiro.
Outros planos. Canecão, Rio de Janeiro.