0.000
©
Nome Artístico
Renato Piau
Nome verdadeiro
Renato Costa Ferreira
Data de nascimento
5/11/1953
Local de nascimento
Terezina, PI
Dados biográficos

Multi-instrumentista (guitarrista, baixo, bandolim e violão). Compositor. Cantor. Arranjador. Produtor musical e fonográfico.
No ano de 1971 mudou-se ra o Rio de Janeiro a convite do poeta Torquato Neto, com quem estreirou amizade e o apresentou ao poeta Sérgio Natureza, com quem iniciou parceria.
Como guitarrista e violonista acompanhou boa parte dos artistas da MPB.
Fundou a editora musical e gravadora Guitarra Brasileira, pela qual lançou vários discos de artistas brasileiros.
No ano de 2005 lançou o songbook “Renato Piau – Guitarra Brasileira”, no qual apresentou 17 composições.
Um dos fundadores do Bloco do Sampaio, entidade carnavalesca em homenagem ao cantor e compositor Sérgio Sampaio.
Em 2017 seu songbook “Renato Piau – Guitarra Brasileira” foi atualizado e reeditado pela editora paulistana Keyboard Editora Musical Ltda.
No ano de 2020 foi lançada a biografia “Meu nome é ébano – A vida e a obra de Luiz Melodia”, escrita pelo jornalista Toninho Vaz, volume no qual foi um dos principais colaboradores do autor

Dados artísticos

Na década de 1970 acompanhou Raul Seixas, Sérgio Sampaio, Luiz Gonzaga, Fagner, Naná Vasconcelos, Chuck Berry, Sandra de Sá, Ron Carter, Tânia Maria e Zé Ramalho, entre muitos outros.
Compôs com Chico Anísio e Arnaud Rodrigues várias músicas gravadas pela dupla Baiano e Os Novos Caetanos.
Na década de 1980 acompanhou Luiz Melodia com quem desenvolveu parceria em várias composições, entre elas, “Cara a cara”, “Morena da novela” e “Cuidando de você”, gravadas com sucesso, pelo próprio parceiro e ainda “Este filme eu já vi”, interpretada por Cássia Eller.
Participou da Banda Vitória-Régia, que acompanhava Tim Maia, que também gravou um de seus sucessos, “Pais e filhos”.
Em 1990, pela gravadora CID, lançou o CD “Camelo voador”, no qual interpretou de sua autoria as composições “Jane das Selvas” (c/ Krisnas), “Carmelita”, “Te quero já” (c/ James Feldem) e “O Arco da Lapa”, parceria com o poeta Sergio Natureza.
Fez a trilha sonora para o disco no qual o Cardeal Dom Hélder Câmara leu textos da Bíblia.
No ano de 1995, gravou o primeiro disco individual “Guitarra brasileira”, lançado pelo Selo Amazon Records, CD no qual contou com a participação especial de Luiz Melodia nas faixas “Fadas” (Luiz Melodia) e “Me beija” (c/ Luiz Melodia e Tureko), regravando “Palhaço” (Nelson Cavaquinho, Oswaldo Martins e Washington Fernandes). Ainda deste trabalho outra composição viria a ressaltar na mídia, “Gato por lebre”, parceria com Sergio Natureza, que virou tema de um dos programas “Globo Ecologia”. Nas participações especiais deste disco constaram Raul de Souza no trombone, Sebastião Tapajós no violão e Tinho Martins (João Batista Martins) no saxofone.
Em 1998 participou do CD “Balaio do Sampaio”, produzido por Sergio Natureza para a MZA e distribuído pela PolyGram, que contou com as participações de João Nogueira, Erasmo Carlos, Zizi Possi, Chico César, Zeca Baleiro, Elba Ramalho, Eduardo Dusek, João Bosco, Luiz Melodia, Jards Macalé, Lenine e o próprio Renato Piau interpretando a faixa “Que loucura”. Neste mesmo ano, de 1998, participou com duas faixas da coletânea piauienses “Rádio Barulho Vol. II”. No ano seguinte, em 1999, participou do disco “Acústico”, de Luiz Melodia, gravado ao vivo no Teatro Rival do Rio de Janeiro, ao lado do guitarrista Perinho Santana, figurando no CD sua parceria com Luiz Melodia “Cara a cara”. Neste mesmo ano, seu disco “Guitarra brasileira” foi reprensado e ganhou a faixa-bônus “Meu pobre blues”, de Sérgio Sampaio, antigo sucesso da cantora Zizi Possi. Ainda em 1999, sua música “Choro alegre” gravada anteriormente no CD “Guitarra brasileira”, ganhou letra de Euclides Amaral e Rubens Cardoso, renomeada para “Choro de passarinho”, sendo gravada no CD “Do nada”, pela cantora Denise Krammer, juntamente com “O Arco da Lapa”, parceria com Sergio Natureza. Ainda neste ano, de 1999, participou da coletânea “Conexão carioca”, produzida por Euclides Amaral e Paulo Renato. Neste disco, apresentado por Ricardo Cravo Albin, participou interpretando uma nova gravação de “Gato por lebre” (c/ Sergio Natureza) e uma regravação de “Choro de passarinho”, desta vez interpretada pela cantora Elza Maria. Ainda neste ano Cássia Eller gravou “Esse filme eu já vi”, parceria com Luiz Melodia.
No ano 2000 Rodrigo Moreira lançou a biografia de Sérgio Sampaio “Eu Quero botar Meu Bloco na Rua”. Neste livro o escritor faz várias referências a Renato Piau, que conviveu durante muitos anos com o biografado. Neste mesmo ano participou da coletânea “Conexão carioca 2”, disco produzido por Euclides Amaral com apresentação de Ricardo Cravo Albin no qual interpretou “Cadillac do prefeito” (c/ Sergio Natureza).
Em 2002 produziu com Alfredo Herkenhoff o CD “O Tom do Leblon”, lançado pelo selo Guitarra Brasileira, do qual participaram Dalmo Castelo, Elza Maria, Chico Caruso, Jards Macalé, Luiz Melodia, Dulce Quental e Alfredo Karam, Baden Powell, entre outros. Neste mesmo ano, fez a trilha sonora do disco do poeta Manoel de Barros, lançado pelo Selo Luz da Cidade em parceria com o selo Guitarra Brasileira.
No ano de 2003, também pelo selo Guitarra Brasileira e com distribuição nacional da gravadora CID, lançou o CD “Blues do Piauí”, no qual foram incluídas, entre outras, “Andarandei” (c/ Torquato Neto), “Amareluz” (c/ Manoel de Barros), “Cuidando de você” (c/ Luiz Melodia), “Férias” (c/ Sergio Natureza) e “Catira” (c/ Arnaud Rodrigues). No disco também foram incluídas “Estácio, eu e você” (Luiz Melodia), “Na palma da mão” e “Baião, um abraço ao Tio Neguinho”, ambas de sua autoria.
Em 2005 relançou o disco “Blues do Piauí” com o nome de “Guitarra brasileira 2”, mantendo a mesma sequência de músicas. Ainda em 2005 produziu a coletânea “Balaio atemporal”, na qual participaram, entre outros Luiz Melodia, Tim Maia, Fábio Rolon, Perinho Santana e Rubens Cardoso, este último interpretou uma nova gravação de “Choro de passarinho”. Neste disco também interpretou diversas composições de sua autoria, e ainda “Meu pobre blues”, de Sérgio Sampaio.
Em 2006 sua composição “Choro de passarinho” foi incluída no CD “As tribos”, de Rubens Cardoso. Neste mesmo ano cantora Claudia Amorim lançou o CD “…para entender as estrelas”, pelo Selo Guitarra Brasileira, produzido por Di Steffano e Renato Piau, que também atuou como arranjador, na direção musical e executou os violões). No disco a cantora incluiu de sua autoria as faixas “Maria noite e dia” (c/ Arnaud Rodrigues) e “Amanhã sai no jornal”, parceria com o poeta Ronaldo Santos.
No ano de 2007 fez participações especiais no disco “Acreditar – Heloisa Helena canta Luiz Melodia”, de Heloisa Helena, nas faixas “Cara a cada” (violão e voz); “Surra de chicote”, “Fadas” e “Magrelinha”, as três de Luiz Melodia, nas quais tocou violão. Neste mesmo ano Luiz Melodia, no disco “Estação Melodia”, gravou em dueto com Jane Reis “Choro de passarinho” (c/ Rubens Cardoso e Euclides Amaral) e “Nós dois”, parceria de ambos. No ano posterior, em 2008, compôs a trilha sonora para o documentário “Paixão pela palavra”, com direção de Cláudio Savaget, sobre a vida e obra do poeta Manoel de Barros, levado ao ar em capítulos no Canal Futura. Ainda em 2008 sua composição “Choro de passarinho” foi regravada, por Luiz Melodia e Jane Reis, no DVD “Luiz Melodia MTV”. No ano seguinte, em 2009, Claudia Amorim lançou o clipe da faixa “Amanhã sai no jornal”, com direção de Maurício Salles.
No ano de 2010 fez participação especial no CD “Alma Carioca”, de Heloísa Helena, na faixa “Lorena”, composta com Luiz Melodia e Mahal. No disco também foram incluídas de sua autoria “Simplesmente outra vez” e “E agora vem”, parceria com Arnaud Rodrigues.
Em 2012 Claudia Amorim, no CD “Sede”, regravou “Amareluz” (c/ Manoel de Barros), no qual participou cantando a faixa ao lado da cantora carioca. Neste mesmo ano a cantora Juliele, no disco “Balé de luz”, gravou “Sonho real”, parceria com Luiz Melodia. Participou, ao lado de Pecê Ribeiro, Sidney Mattos, Big Otaviano, Reizilan, Carlos Dafé, Anna Pessoa, Marko Andrade, Reppolho, Victor Biglione e Cláudio Latini, do CD “Quintal Brasil – Poemas, Letras & Convidados”, do poeta e letrista Euclides Amaral, no qual interpretou a faixa “Lua do meu ser” (Milton Sívans e Euclides Amaral) em dueto com a cantora Helô Helena. Neste mesmo disco a cantora Elza Maria regravou “Choro de passarinho”.
No ano de 2013, foi uma das principais atrações do “Festival Smile In Concert”, evento anual da cidade de Stuttgart (capital do estado de Baden-Württemberg, na Alemanha), no qual recebeu como participação especial as cantoras Marina Wagner e Cláudia Amorim. Neste mesmo ano, de 2013, foi a atração brasileira na “Festa de Genebra”, na Suíça, onde apresentou o show “Renato Piau e convidados: Claudia Amorim e Zeca Costa”. No ano posterior, em 2014, o cantor e compositor Luiz Melodia lançou em show no Teatro Rival BR, no Rio de Janeiro, o CD “Zerima”, seu 14º disco solo (gravadora Som Livre), no qual interpretou de sua autoria “Cura” (c/ Luiz Melodia) e a regravação de “Sonho real” (c/ Luiz Melodia), anteriormente gravada no CD “Balé de Luz”, da cantora Juliele.
Em 2015 apresentou o evento “Renato Piau convida Elza Maria”, na Lona João Bosco, no bairro de Vista Alegre, Zona Norte do Rio de Janeiro, no qual a cantora e compositora lançou o CD “Dança de ternuras”. No ano seguinte, em 2016, acompanhando ao violão o cantor e compositor Luiz Melodia, fez show em Belo Horizonte e turnê por várias cidades da Suíça, inclusive em Genebra, onde também se apresentou em show solo, na “2ª Festa de São Jorge”, no Espaço GGBG, dividindo o palco com o cantor e compositor Nil Lus. Ainda em 2016 dirigiu o projeto “Renato Piau Convida”, apresentado Bar Insensato, na Lapa, no qual recebeu como convidados, em suas várias edições, Toninho Gerais, Elza Maria, Cláudio Jorge e Cláudia Amorim, com uma banda formada por Karika (percussão) e Wagner (baixo), além do próprio violonista. Neste mesmo ano Arlindo Cruz e seu filho Arlindo Neto regravaram a composição “Pais e filhos” (c/ Arnaud Rodrigues), incluída no CD “2 Arlindos”, lançado pela gravadora Som Livre.
No ano de 2017 apresentou o projeto “Renato Piau Casa Com a Música”, na Casa Com A Música, na Lapa, centro do Rio de Janeiro, no qual recebeu convidados da gravadora Guitarra Brasileira. Ao violão e com acompanhamento do percussionista Tony Karika, recebeu os músicos Garibaldi Ramos (escaleta) e Anderson Cobra Silva (violão), e as cantoras Elza Maria (voz e violão), Cláudia Amorim, Carolina Valverde e Maria Tereza, sendo entrevistado pelo pesquisador musical e poeta Euclides Amaral para a gravação do programa homônimo, veiculado pela Web pela Casa Com A Música. Neste mesmo ano, de 2017, apresentou o espetáculo “Tributo a Luiz Melodia”, em dupla com a cantora Itamara Koorax, no Beco das Garrafas, em Copacabana, Zona Sul do Rio de Janeiro. Ainda em 2017, participou do show “Estação Melodia – Uma Homenagem ao Negro Gato Luiz Melodia”, espetáculo coletivo no Circo Voador, na Lapa, no Rio de Janeiro, no qual também se apresentaram Alceu Valença, Itamara Koorax, Zezé Motta, Frejat, Elba Ramalho, Mart’nália, Getúlio Cortes, Geraldo Azevedo, Flávia Bittencourt, Charles Teony, Omar Salomão, Qinho, Elisa Lucinda, Picassos Falsos, Zé Luiz Maia, Mário Wanser, Duda Black, Jonas Sá, Marlon Sette, Zé Carlos Bigorna, Altair Martins, Carlos César, Leandro Braga, Humberto Araújo, Netinho Chapinha, Maionese e Charles Rodrigo de Jesus. Também em 2017 atuou como violonista, cantor, diretor musical e arranjador do show “Baby Te Amo – Tributo a Luiz Melodia”, na Sala Municipal Baden Powell, produzido por Mihay, com participações de João Donato, Simone Mazzer, Sílvia Machete, Duda Balck, Chico Chico, Ana Bispo, Mahal Reis, Flávia Bittencourt, Doralyce, Laura Lavieri, João Matuano, Katia Jorgensen, Itamara Koorax, Posada, Tais Feijão, Tyaro Maia, Mihay, Vandro Augusto, Raquel Coutinho, Mari Blue e Maíra Freitas, acompanhados por uma banda integrada por Mário Wanser (violão), Ferr (piano), Gabriel Barreto (percussão), Marcos Sá (DJ) e Paulo Sabino (poesias).
No ano de 2018, como guitarrista, acompanhou a cantora Thalma de Freitas na interpretação de alguns sucessos de Luiz Melodia no show em homenagem ao cantor, em Los Angeles. Neste mesmo ano produziu e atuou como violonista, cantor e arranjador do show “Aniversário 5 anos Web Rádio Guitarra Brasileira”, ao lado Elza Maria, Claudia Amorim e Tinho Martins, no Espaço Áudio Rebel, na Zona Sul do Rio de Janeiro. No ano seguinte, em 2019, ao lado de Priscila Marchon, Mahal Reis e Priscila Tossan, apresentou o espetáculo “Entre nós”, no Teatro Rival BR, no centro do Rio de Janeiro. O show foi em tributo e memória de Luiz Melodia, somente com composições do artista, falecido no ano anterior.
Em 2020 lançou o DD (disco digital) “Sucessos Guitarra Brasileira”, no qual interpretou diversas músicas de sua autoria e de outros compositores, além de contar com várias participações especiais: “Estações”, parceria com o poeta Euclides Amaral, com a participação especial do guitarrista Victor Biglione; “O craque” (c/ Zenito); “Agora sim”; “O assalto”; “Hoje é dia de São João”; “Estácio, Holly Estácio” (Luiz Melodia), gravada ao vivo com interpretação de Alcione; “Sweet Edy”, interpretada por Edy Star; “Faltando um pedaço” (Djavan), com participação do baixista Arthur Maia; “Carolina”, participação especial de Áurea Regina; “Saudade”, com participação da cantora Sônia Santos; “A rã” (João Donato e Caetano Veloso) com participação de Diogo Guanabara; “Bem entendido”, com participação do cantor Edy Star, e ainda, “Bonjour, France”, com a participação de Lúcio Trombone. Neste mesmo ano, de 2020, produziu o DD “Feminino tom”, para o Selo Guitarra Brasileira, no qual foram incluídas interpretações de Angela Ro Rô, Classe, Cristina Cascardo, Elza Maria, Flávia Bittencourt, Juliete, Norma Cecy, Núbia Dourado, Zezé Motta, Yuanne e Claudia Amorim que cantou “Maria noite e dia”, de sua autoria em parceria com Arnaud Rodrigues. Ainda em 2020 lançou pelo selo Guitarra Brasileira o EP “Luiz Melodia e Renato Piau Ao Vivo”. Gravado em ocasiões de shows por diversos teatros de estados brasileiros, o disco foi integrado por sete faixas interpretadas por ambos: “Aquele abraço” (Gilberto Gil); “Amor de malandro” (Alcides Dias Lopes e Monarco); “Cara a cara” (Luiz Melodia e Renato Piau); “Congênito” (Luiz Melodia); “Choro de passarinho” (Renato Piau, Rubens Cardoso e Euclides Amaral); “Estácio, Holly Estácio” (Luiz Melodia) e “Palhaço”, de Nelson Cavaquinho, Washington Fernandes e Oswaldo Martins.
No ano de 2021, ao lado das cantoras Elza Maria; Denise Krammer, Helô Helena; Norma Cey; Ediméia Barreto; Cristina Lourenzo e Ana Sônia Barros; além das duplas Margareth Menezes e Jair Luz, Yuanne e Carlos Dafé, foi incluído na coletânea digital “Feminino Tom, vol. 2”, lançada pelo selo Guitarra Brasileira, na qual interpretou em dueto com Claudia Amorim a faixa “Amareluz” (c/ Manoel de Barros) e a composição “Lua do meu ser” (Mílton Sívans e Euclides Amaral), cantada em dueto com Helô Helena e com participações especiais de Victor Biglione (violão solo) e Reppolho (percussão). No trabalho também teve incluídas de sua autoria as músicas “O Arco da Lapa” (c/ Sergio Natureza) e “Choro de passarinho” (c/ Rubens Cardoso e Euclides Amaral) interpretadas por Denise Krammer. Neste mesmo ano, de 2021, fez uma live presencial no palco da Casa Com A Música, pelo projeto “Papo de Compositor”, realizado pelo Sindicato Nacional dos Compositores Musicais, do Rio de Janeiro, com o apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (SECEC), através da “Lei de Emergência Aldir Blanc”. Ainda em 2021 participou do evento “Live Vila Musical – Festival Som do Rio – 30 Anos”, patrocinado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro, Ministério do Turismo e Secretaria Especial da Cultura. Na live, da qual também participaram Mauro Senise (clarinete), Robertinho de Paula (guitarra), Tomás Improta (piano), Rodrigo Lessa (bandolim), Ramon Araújo (violão de sete cordas) e a cantora Janamô executou as composições “Congênito” (Luiz Melodia) e “Cura” (Luiz Melodia e Renato Piau), acompanhado pela Orquestra Atlântica, integrada por Marcelo Martins (sax tenor e flauta), Danilo Sinna (sax alto e flauta), Levi Chaves (trompete e flugelhorn), Gesiel Nascimento (trompete e flugelhorn), Marcos Nimrichter (piano), Jorge Hélder (baixo), Willians Mello (bateria) e Dadá Costa (percussão). Também no ano de 2021, pelos selos Guitarra Brasileira e Tratore, foi lançado o EP digital “Arnaud Rodrigues & Renato Piau”, integrado pelas faixas “A volta de um lampião”; “Poeta da lua”; “Na boca do povo”; “1968 e “Saquarema”, parcerias de ambos, além das regravações de “Fadas” (Luiz Melodia), “Que loucura” e “Cantor de rádio”, as duas últimas de autoria de Sérgio Sampaio.
Entre seus parceiros constam os poetas-letristas Ronaldo Santos, Lysias Ênio, Carlos Galvão, Manoel de Barros, Euclides Amaral, Salgado Maranhão, Torquato Neto, Chico Anísio, Bernardo Vilhena, Arnaud Rodrigues e Sergio Natureza, além de Luiz Melodia, Tureko, Hyldon e Durval Ferreira.
Com mais de 200 músicas gravadas, por diversos artistas da MPB, participou como cantor em cerca de 17 CDs, entre discos solos e coletâneas.
Seu trabalho foi citado em mais de dez livros sobre a história MPB, por autores como Ricardo Cravo Albin, Nélson Motta, André Diniz, Rodrigo Moreira, Euclides Amaral e Antônio Carlos Miguel, além das biografias de Sérgio Sampaio, Tim Maia, Zé da Velha & Silvério Pontes, Cássia Éller e Luiz Melodia, entre outras.

Discografias
2021 Selos Guitarra Brasileira/Tratore Arnaud Rodrigues & Renato Piau - DD
2021 Selo Guitarra Brasileira - DD Feminino Tom, Vol. 2 (várias)
2021 Selo Guitarra Brasileira Feminino Tom, Vol. 2 - DD

(Várias)

2021 Selo Arara Produções POETA DA CANÇÃO: As Letras de Euclides Amaral

PLAYLIST

2020 Selo Guitarra Brasileira/Dist. Tratore - DD Luiz Melodia e Renato Piau Ao vivo
2020 Selo Guitarra Brasileira/Dist. Tratore Luiz Melodia e Renato Piau Ao vivo - DD
2020 Selo Guitarra Brasileira - DD Sucessos Guitarra Brasileira
2020 Selo Guitarra Brasileira Sucessos Guitarra Brasileira - DD

(vários)

2012 Selo Ipê Mundi Records/Noruega CD Quintal Brasil - Poemas, Letras & Convidados

(Participação)

2012 Selo Ipê Mundi Records/Noruega CD Quintal Brasil - Poemas, Letras & Convidados (Participação)
2012 Selo Guitarra Brasileira CD Sede

(participação)

2012 Selo Guitarra Brasileira CD Sede (participação)
2010 Selo Guitarra Brasileira CD Alma carioca

(participação)

2010 Selo Guitarra Brasileira CD Alma carioca (participação)
2007 CD Acreditar - Heloisa Helena canta Luiz Melodia

(participação)

2005 Guitarra Brasileira CD Balaio atemporal

(vários)

2005 Selo Guitarra Brasileira CD Balaio atemporal

(vários)

2005 Guitarra Brasileira CD Guitarra brasileira 2
2005 Selo Guitarra Brasileira CD Guitarra brasileira 2
2003 CID/Guitarra Brasileira CD Blues do Piauí
2003 Gravadora CID/Selo Guitarra Brasileira CD Blues do Piauí
2002 Selo Luz da Cidade CD Manoel de Barros

(participação)

2002 Selo Luz da Cidade/Guitarra Brasileira CD Manoel de Barros

(participação)

2002 Guitarra Brasileira CD O tom do Leblon

(vários)

2002 Selo Guitarra Brasileira CD O tom do Leblon

(vários)

2000 Guitarra Brasileira CD Conexão carioca 1

(vários)

2000 Selo Guitarra Brasileira CD Conexão carioca 1

(vários)

2000 Guitarra Brasileira CD Conexão carioca 2

(vários)

2000 Selo Guitarra Brasileira CD Conexão carioca 2

(vários)

2000 Selo Guitarra Brasileira CD Guitarra Brasileira 2
2000 Selo Guitarra Brasileira CD Guitarra brasileira
1999 Peixe Vivo Produções CD Conexão carioca

(vários)

1999 Barulho Disco CD Piauienses do barulho

(vários)

1999 Selo Barulho Disco CD Piauienses do barulho

(vários)

1999 Selo Guitarra Brasileira Renato Piau em 6 faixas - DD
1998 MZA/PolyGram CD Balaio do Sampaio

(vários)

1998 Selo MZA/PolyGram CD Balaio do Sampaio

(vários)

1995 Amazon Records CD Guitarra brasileira
1995 Selo Amazon Records CD Guitarra brasileira
1990 Gravadora CID CD Camelo voado
1990 Gravadora CID CD Camelo voador
Obras
All-cool blues
Alma feminina
Amanheceu
Amanhã sai no jornal (c/ Ronaldo Santos)
Amareluz (c/ Manoel de Barros)
Andarandei (c/ Torquato Neto)
Arco da Lapa (c/ Sergio Natureza)
Baião, um abraço ao Tio Nequinho
Bem entendido (c/ Sergio Natureza)
Blues do Piauí (c/ Carlos Alberto Galvão)
Buchada (c/ Arnaud Rodrigues)
Cadillac do prefeito (c/ Sergio Natureza)
Cara a cara (c/ Luiz Melodia)
Carmelita
Catira (c/ Arnaud Rodrigues)
Chegando de mansinho (c/ Milton Sívans) Inédita
Choro alegre
Choro de passarinho (c/ Rubens Cardoso e Euclides Amaral)
Cometa
Cuidando de você (c/ Luiz Melodia)
Cura (c/ Luiz Melodia)
E agora vem (c/ Arnaud Rodrigues)
Estações (c/ Euclides Amaral)
Este filme eu já vi (c/ Luiz Melodia)
Eu te amo
Folia de Reis (c/ Arnaud Rodrigues)
Fraqueza (c/ Luiz Melodia)
Férias (c/ Sergio Natureza)
Gato por lebre (c/ Sergio Natureza)
Jane das Selvas (c/ Krisnas)
Lorena (c/ Luiz Melodia e Marral)
Maria noite e dia (c/ Arnaud Rodrigues)
Me beija (c/ Luiz Melodia e Tureko)
Morena da novela (c/ Luiz Melodia)
Na boca do povo (c/ Arnaud Rodrigues)
Na palma da mão
Nós dois (c/ Luiz Melodia)
O brasileiro (c/ Arnaud Rodrigues)
O craque (c/ Zenito)
O craque (c/ Zenito)
O dia que o diabo roubou o bar do português (c/ Arnaud Rodrigues)
Oásis (c/ Arnaud Rodrigues)
Painho (c/ Chico Anísio e Arnaud Rodrigues)
Painho (c/ Chico Anísio e Arnaud Rodrigues)
Pais e filhos
Pais e filhos (c/ Arnaud Rodrigues)
Pindorama (c/ Chico Anísio e Arnaud Rodrigues)
Pindorama (c/ Chico Anísio e Arnaud Rodrigues)
Poeta da lua (c/ Arnaud Rodrigues)
Redescobrimento (c/ Arnaud Rodrigues)
Santa Cruz
Santa Cruz
Saquarema (c/ Arnaud Rodrigues)
Simplesmente outra vez
Simplesmente outra vez
Sonho real (c/ Luiz Melodia)
Sonho real (c/ Luiz Melodia)
Sudamérica (c/ Durval Ferreira e Arnaud Rodrigues)
Suíte Edy (c/ Sergio Natureza)
Suíte Edy (c/ Sergio Natureza)
Só penso em você (c/ Arnaud Rodrigues)|
Te quero já (c/ James Feldem)
Te quero já (c/ James Feldem)
Tempo de viver (c/ Luiz Melodia)
Tempo de viver (c/ Luiz Melodia)
Tentação (c/ Ronaldo Santos)
Tentação (c/ Ronaldo Santos) Inédita
Valsa para Stella
Valsa para Stella
Variações Light
Variações Light
Vida caipira (c/ Arnaud Rodrigues)
Vou correndo te buscar (c/ Arnaud Rodrigues)
Vou correndo te buscar (c/ Arnaud Rodrigues)
Shows
2008 Quiosque Estrela da Luz - Leme, RJ Show Heloisa Helena Canta - Convida Renato Piau e Euclides Amaral
2007 Heloisa Helena canta bossa e samba (part. Elza Maria, Renato Piau e Euclides Amaral). Bar Memórias do Rio, RJ.
2007 Show Acreditar - Heloisa Helena Canta Luiz Melodia. (participações especiais de Luiz Melodia, Roberto Menescal, Novelli e Renato Piau). Bar do Tom, RJ.
1999 na Praia de Copacabana, Rio de Janeiro (Rede Globo de Televisão), RJ.
1999 Praia de Copacabana, Rio de Janeiro (Rede Globo de Televisão), RJ.
FIC - Festival Internacional da Canção Maracanãzinho, c/ Sérgio Sampaio. Maracanãzinho, RJ,
Show "Acústico", de Luiz Melodia, com Renato Piau e Perinho Santana. Teatro Rival do Rio de Janeiro, RJ,
Show "Balaio do Sampaio" (c/ vários), roteiro e direção de Sergio Natureza. Hipódromo Up, RJ,
Show "Balaio do Sampaio", c/ participação de vários artistas da MPB, incluídos no CD homônimo. Teatro Rival, RJ,
Show "Renato Piau Convida". Sala Funarte Sidney Miller, RJ,
Show As Tribos, de Rubens Cardoso (part. Euclides Amaral, Thaís Motta, Ceiça, Sylvio Barbosa e Renato Piau). Bar e Cachaçaria Mangue Seco, RJ.
Show de lançamento do disco "Acreditar - Heloisa Helena Canta Luiz Melodia". Participação especial de Renato Piau. The Office Sport Bar, RJ.
Clips
2017 "This Round is Mine" (cantora: Claudia Amorim - part. Como músico) Direção de Guilhermo Planel. Realização: Ponto de Equilíbrio Imagens
2009 "Amanhã sai no jornal" (cantora: Claudia Amorim) Direção de Maurício Salles
Baiano e os Novos Caetanos. Fantástico (TV Globo), década de 1970.
Cara a cara (c/ Luiz Melodia) MTV.
Se esse amor termina (c/ Tim Maia) TV Globo - década de 1980.
Somos América (c/ Tim Maia) TV Globo - década de 1980.
Bibliografia Crítica

ALBIN, Ricardo Cravo. Dicionário Houaiss Ilustrado Música Popular Brasileira – Criação e Supervisão Geral Ricardo Cravo Albin. Rio de Janeiro: Instituto Antônio Houaiss, Instituto Cultural Cravo Albin e Editora Paracatu, 2006.

AMARAL, Beatriz Helena Ramos. Cássia Eller – Canção na voz do fogo. Escrituras Editora, 2002, SP.

AMARAL, Euclides. A Letra & a Poesia na MPB: Semelhanças & Diferenças. Rio de Janeiro: EAS Editora, 2019.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008; 2ª ed. Esteio Editora, 2009.

AMARAL, Euclides. O Guitarrista Victor Biglione & a MPB. Rio de Janeiro: Edições Baleia Azul, 2009. 2ª ed. Esteio Editora, 2011. 3ª ed. EAS Editora, 2014. 4ª ed. EAS Editora, 2020.

AMARAL, Euclides. Poesia Resumida – Poemas & Letras (Antologia Poética). Rio de Janeiro: Edição Casa 10 Comunicação, 2013. 2ª ed. EAS Editora, 2014.

JUÇÁ, Maria. Circo Voador – A Nave. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2014.

MATUS, Moduan. Anos 90 – Poetas na Baixada – Coletânea do fanzine Desmaio Públiko. Nova Iguaçu, Rio de Janeiro: Editora do Autor, 1997.

MATUS, Moduan. Histórias de Nova Iguaçu – Iguassú – Recortes de uma cronologia ilustrada de 510 anos. Nova Iguaçu, Rio de Janeiro: Editora do Autor, 2018.

MIGUEL, Antonio Carlos. GUIA DE MPB EM CD. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2000.

MOREIRA, Rodrigo. Eu quero é botar meu bloco na rua. Rio de Janeiro: Editora Muiraquitã, 1ª ed. 2000. 2ª Edição Revista e ampliada. Editora Muiraquitã, 2003.

REPPOLHO. Dicionário Ilustrado de Ritmos & Instrumentos de Percussão. Rio de Janeiro: GJS Editora, 2ª ed., 2013.

SCHOTT, Ricardo e MAIOR, Leandro Souto. Heróis da Guitarra Brasileira – A história do instrumento por seus principais nomes. São Paulo: Irmãos Vitale Editores, 2014.

STROETER, Rodolfo, NATALE, Edson e FELIPE, Kiki. Anuário brasileiro dos músicos, produtores e estúdios. São Paulo: NKS Editora, 1996.

VAZ, Toninho. A biografia de Torquato Neto. Curitiba: Editora Nossa Cultura, 2013.

VAZ, Toninho. Meu nome é ébano – A vida e a obra de Luiz Melodia. São Paulo: Editora Tordesilhas, 2020.

Crítica

A guitarra de Renato Piau faz milagre, pode até nomear relâmpagos.

Manoel de Barros