Busca:

Waldirene

Anabel Fraracchio
24/11/1948 São Paulo, SP

Dados Artísticos

Começou a se apresentar sozinha em 1966 cantando em clubes como Santa Mônica, Congregação Israelita e Hípica Paulista, todos em São Paulo. Foi atração do programa Sílvio Santos. Foi lançada por Ademar Dutra como a "mais promissora artista da nova safra da Jovem Guarda" e logo em seguida contratada pela RCA Victor. Em 1966, lançou seu primeiro disco, um compacto simples com "Eu te amo, tu me amas". Em 1967, gravou "Garota do Roberto", seu maior sucesso, de Carlos Imperial e Eduardo Araújo, e "Só vou gostar de quem gosta de mim", de Rossini Pinto. Foi em seguida convidada por Roberto Carlos e atuou no programa "Jovem Guarda" na TV Record, sendo anunciada carinhosamente por Roberto Carlos como "Garota papo firme". Gravou em uma coletânea a música "Vem quente que eu estou fervendo", considerada uma ousadia na época. Seu terceiro compacto apresentou "Tempestade em copo d'água", de Nilton César e Osmar Navarro, "Nem sei o que faço", de Roberto Correa e Sylvio Son. Ainda em 1967, gravou um compacto duplo com as músicas "Eu gosto demais de você", de Zekley e Bottler, versão de George Freedman; "Traços de amor (Traces of love)", de Buie, Cobb e Gorby, versão de Geraldo Figueiredo; "Meu benzinho", de D. Sahm, versão de William Santhiago, e "Volte meu bem", de Bonicatti e Latesse, versão de George Freedman.  Em 1968, fez sucesso com as músicas "Eu preciso de carinho", de sua autoria, e "Dó ré mi", de Fernando César, lançadas em compacto simples. No mesmo ano, lançou seu primeiro LP, com as músicas "Sempre", de David Miranda e Gilberto Pereira; "Meu travesseiro", de Osmar Navarro; "Vôa passarinho", de Alemão e Newton de Siqueira Campos; "Garota do Roberto", de Carlos Imperial e Eduardo Araújo; "Você entendeu meu olhar", de Marcos Roberto e Dori Édson; "Nunca mais eu voltarei", de Antônio Marcos e Mário Marcos; "Suas mãos", de Alemão e Newton de Siqueira Campos; "Amor certinho", de Eduardo Araújo e Chil Deberto; "Não era amor", de David Miranda; "Nem sei o que faço", de Roberto Corrêa e Sylvio Son; "Este é seu lugar", de Reynaldo Rayol, e "Eu quero ser sua namorada", de Erasmo Carlos. No final do mesmo ano, lançou outro compacto simples com "Suas mãos" e "Torta de morangos". Com o fim o programa "Jovem Guarda" e o declínio do movimento enveredou pela música romântica. Em 1970, gravou com George Freedman dois compactos simples com as músicas "Você... E eu", de Wilson Miranda e George Freedman; "O nosso amor (Magnifica etá)", de Lamberti e Cappelletti, versão de George Freedman; "Eu te amo, tu me amas (Noi ci amiamo)", de Avogadro e Chelon, versão de Miguel Vaccaro Netto, e "Quem espera sempre alcança", de César e Antônio Queiroz. No mesmo ano, gravou sozinha um compacto simples com as músicacs "A culpada sou eu (You've guessed)", de R. Shapiro e B. Reza, versão de G. Freedman, e "Coração de mãe não se engana", de Cláudio Fontana.    Em 1971, gravou um compacto simples, pela RC com as músicas "Trem Fantasma", de Abílio Manoel, e "Namorado", de Demétrio. Esse disco acabou proibido pela censura que considerou a música "Trem Fantasma" como sendo subversiva. Em 1972, gravou um comapcto simples com as músicas "Sou rebelde (Soy Rebelde)", de Alejandro, com versão de Nazareno de Brito, e "Uma Noite Alegre (Such Funny Night)", de Papathassiou e Adams, versão de Wilson Miranda. Em 1973, transferiu-se para a gravadora Continental e gravou "Taka Taka", de Al veriane, versão de Lilian Knapp, e "Solidão", de Escobar. Em 1975, lançou um compacto duplo com as músicas "Meu Velho Vô", de Artiz Artoni, Sheik, Vicente Paula e Sérgio Sá, "Deixa a Cuca Esfriar", de Isolda e Milton Carlos, "Fala", de David Miranda e Tom Gomes, e "Balanço Geral", de Beto Scala e São Beto. Em 1977, foi para a gravadora Tapecar e lançou u compacto duplo com as músicas "Quando Você Foi Embora", de Donizete e Jean Pierre, "Tema de Branco, Paz", de Dora Lopes e Gilson Harmonia, "Teu Desprezo", de Geraldo Blota, Cláudio de Barros e Serafim Costa Almeida, e "Você é o Homem da Minha Vida", de Wanderley Cardoso e J. Oliveira. No mesmo ano, lançou LP que levou seu nome como título e teve direção musical de Ed Lincoln e que incluiu as músicas "Multa e Guincho", de Hermes Aquino, "Você Precisa Mudar", de Ronaldo Adriano, Lina e Mourão Filho, "Quando o Amor É Pra Valer", de Eduardo França, "Me Lembro Bem", de Francisco Roque e Roberto Sol, "O Amor de Nós Dois", de sua autoria, Tema de Um Branco Paz", de Dora Lopes e Gilson Harmonia, "Melhor Amiga", de Eros Fidélis, Roberto Corrêa e Jon Lemos, "Peito Quebrado", de Fernando Mendes e José Wilson, "Coração Magoado", de Demétrius, "A Qualquer Preço", de Aloísio, "Você É o Homem da Minha Vida", de Wanderley Cardoso e J. Oliveira, e "Quando Você Foi Embora", de Donizete e Jean Pierre. Em 1980, tranferiu-se para a gravadora Copacabana estreando com um compacto simples com "Ama-me Uma Vez Mais (Do That To Me One More Time)", de Toni Tennille, versão de Santiago Malnati ''Mister Sam'', que foi ainda incluída na coletânea "Ligou é Sucesso", da RGE, e "Amame Una Vez Mas (Do That To Me One More Time)", de Toni Tennille, versão de V. Perry. No ano seguinte, gravou dois compactos simples, o primeiro com as músicas " O Amor Existe (Me And I)", de Benny Andersson e Björn Ulvaeus, versão de João Plinta, "Olhos De Serpente (On And On And On)", de Benny Andersson e Björn Ulvaeus, versão de Arthur Moreira, e "Sonhar Entre As Nuvens (Sunshine On My Shoulders)", de John Denver, Dick Kniss e Mick Taylor, versão de Rossini e Wally. No segundo, foram incluídas as músicas "Ama-me (Amame)", de Juan Carlos Calderón, versão de Santiago Malnati ''Mister Sam'', e "Quero Ser Livre", de Santiago Malnati ''Mister Sam''. Ainda em 1981, sua gravação de "Garota Do Roberto", de Carlos Imperial e Eduardo Araújo, fez parte da coletânea "Jovem Guarda", da Som Livre. Em 1982, lançou compacto simples com as composições "Canta Menino (Canta Bambino)", de Claudio Cavallaro e Giancarlo Bigazzi, versão de Alberto Luiz, e "No Céu, Na Terra E No Mar", versão de Hermes Aquino para a música "Here, There And Everywhere", de John Lennon e Paul McCartney. Em 1995, quando das comemorações dos 30 anos da Jovem Guarda foi uma das artistas que mais atuou na criação e divulgação dos eventos comemorativos. Nesse ano, regravou seu grande sucesso "A Garota do Roberto" para coletânea "30 Anos de Jovem Guarda - VOL. 4 - É Papo Firme", da Polygram. Em 1998, participou do CD coletivo "Jovem Guarda ao Vivo" interpretando "A Garota do Roberto", de Carlos Imperial e Eduardo Araújo, e "Gatinha Manhosa", de Roberto Carlos e Erasmo Carlos. Em 2000, participou do CD "Jovem Guarda ao Vivo - Uma Homenagem aos 35 Anos da Jovem Guarda", da Sony Music,      Em 2004, participou do show "Jovem Guarda pra Sempore", no Canecão, Rio de Janeiro, que resultou em CD gravado ao vivo no qual interpretou "A Garota do Roberto", e "Splish Splash", de Bobby Darin, em versão de Erasmo Carlos. Em 2005, participou de diversos eventos e shows comemorativos dos 40 anos da Jovem Guarda, como o projeto "Festa de arromba- 40 anos da Jovem Guarda", apresentado durante todo o mês de agosto, noTeatro II do CCBB (Centro Cultural do Banco do Brasil), no Rio de Janeiro, passando também por Brasília e São Paulo, no qual fez dupla com Jerry Adriani, em temporada de 3 dias,  alternada com outros expoentes da Jovem Guarda, que também se  apresentaram em duplas, como Erasmo Carlos e Wanderléa, Golden Boys e Vanusa,Wanderley Cardoso e Martinha. Nesse período, com agenda lotada, a cantora participou de gravações, shows e programas comemorativos por todo o Brasil. Em 2009, participou do CD "Reencontro com The Clavers" interpretando a música "Oh! Carol", de Neil Sedaka e H. Greenfields, em versão de Fred Jorge. No mesmo ano, lançou, de forma independente, o CD "Waldireni", tuilizando pela primeira vez o nome de batismo, com i, no qual interpretou as músicas "Nada Mais", de Eros e Marcel, "Hey Boy", de Arnaldo Baptista e Élcio Decário, "Casaco Marrom", de Renato Corrêa, Guarabyra e Danilo Caymmi, "Garota Do Roberto", de Carlos Imperial e Eduardo Araújo, "Mais Uma Vez", de Mariozinho Rocha, Renato Corrêa e Paulo Sérgio Valle, "Meu Travesseiro", de Osmar Navarro, "Tempestade Em Copo D'água", de Nilton César e Osmar Navarro, "Só Vou Gostar de Quem Gosta de Mim", de Rossini Pinto, "Nossa História", de Régis Mazzei e Murilo Romano, e "Eu Preciso Te Esquecer", de Mauro Motta e Robson Jorge.

Mais visitados
da semana

1 Karen Keldani
2 Festivais de Música Popular
3 Noel Rosa
4 Jaburu Batera
5 Gonzaguinha
6 Tiee
7 Vanusa
8 Gilberto Gil
9 João Nogueira
10 Paulinho da Viola