Busca:

Trio Repentista



Dados Artísticos

Cantores. Trio formado em princípios dos anos 1950. Em 1954, gravaram pela Colúmbia o rasqueado "Atravessando a fronteira", e a moda campeira "Despeito", ambas de Sebastião Silva e Dirceu Domingues Souza. Em 1955, gravaram entre outras composições o rasqueado "Palavra bonita", de Zé Mineiro e Zulmiro, o cateretê "Burro tesouro", de Zé Mineirinho, Tajubi e João Lopes Gutierrez, e o cateretê "Se Deus me desse um poder", de José Fortuna. Em 1956, gravaram de Rodolfo Vila, Zé Mineirinho e Ado Benatti a valsa "Santo Antoninho da Rocha Marmo", e o cateretê "O carro de Nhô Zé", de Nhô Zé e Zé Mineirinho. Em 1957, lançaram o bolero "Perambulando", de Bolinha e Zé Mineirinho, e o xote "Milagre do padre Reus", de Teddy Vieira. Em 1958, gravaram, entre outras, o xote "Gaúcho abaguado", de Zé Mineirinho, e a guarânia "Amor de ninguém", de Mirinho e Augusto Toscano. Em 1962, já na gravadora Sertanejo, gravaram o rasqueado "Duas terras", de Tajubi e a polca "Teu capricho", de Zé Luiz e José Russo. Nos anos 1960 o trio se desfez.

Mais visitados
da semana

1 Jaburu Batera
2 Karen Keldani
3 Mário Silva
4 Noel Rosa
5 Festivais de Música Popular
6 Tiee
7 Gonzaguinha
8 Augusto César Vannucci
9 Gilberto Gil
10 Adoniran Barbosa