Busca:

Mara Abrantes

Mara Dyrce Abrantes da Silva Santos
31/5/1934 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Iniciou a carreira artística apresentando-se como cantora no restaurante "A Cantina do Cesar", de propriedade do radialista César de Alencar. Foi levada para o Rádio pelo maestro Napleão Tavares. Em 1953, atuou no filme "A dupla do barulho", primeiro filme dirigido por Carlos Manga e o primeiro no qual Oscarito e Grande Otelo atuaram como dupla. O filme contou com direção musical de Lyrio Panicali. Fez grande sucesso no carnaval de 1955 com o samba "Sal e pimenta". Este samba, de autoria de Newton Ramalho e Nazareno de Brito, foi lançado pela gravadora pernambucana Mocambo em disco que trazia no lado B o samba-canção "Um tiquinho mais", de Hianto de Almeida e Francisco Anísio. Ainda nesse ano, recebeu do crítico Sylvio Tulio Cardoso a menção honrosa na categoria "Revelação feminina". Gravou um segundo disco em 1957, também pela Mocambo, no qual interpretou os sambas-canção "Por causa de você", fututo clássico de Antônio Carlos Jobim e Dolores Duran, e "Cansei de ilusões", de Tito Madi. Em 1958, atuou no filme "Chico Fumaça", estrelado por Mazzaropi, com direção de Victor Lima, no qual interpretou o samba "Agora é cinza", de Bide e Marçal. Na década de 1960, passou a residir em Portugal onde tornou-se estrela de cartaz no Rádio, TV, teatro e e cassinos.

Mais visitados
da semana

1 Jaburu Batera
2 Mário Silva
3 Paulinho da Viola
4 Noel Rosa
5 Festivais de Música Popular
6 Tiee
7 Cartola
8 Pinocchio
9 Gonzaguinha
10 Martinho da Vila