Busca:

J. Resende

José Resende de Almeida
25/3/1882 São Fidélis, RJ
30/12/1945 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Depois que sai do 1º Regimento da Brigada Policial, passou a atuar como músico de orquestras de danças, atuando em diversas delas. Atuou na Orquestra Cordigaia-Lavale no Teatro Municipal de Niterói, sendo então convidado para organizar a Banda do Corpo de Bombeiros da cidade de Niterói, agindo com grande maestria e fazendo com que aquela banda atingisse alto grau de qualidade. Acabou sendo afastado da regência da Banda do Corpo de Bombeiros de Niterói devido a seu gênio explosivo que fez com chegasse a brigar com membros da orquestra devido a erros dos músicos, o que ele não tolerava. Passou então a dirigir a Banda do 6º Batalhão da Polícia Militar no bairro carioca do Andaraí, a qual dirigiu durante 13 anos. Para o carnaval de 1919, teve sua primeira composição gravada, o samba "A rolinha do sertão", com letra de Mirandela, lançada pelo cantor Bahiano em disco Odeon e constituindo em um dos sucessos do ano. Essa marcha seria regravada pela Banda do Batalhão Naval, também na Odeon. Fez sucesso no carnaval de 1922, com a marcha "Coração divinal". Em 1924, fez sucesso com o maxixe "Panela furada" gravado na Odeon pelo cantor Bahiano. Teve a música "Cigana do Catumbi" gravada em 1957 por Raul de Barros e Dilermando Reis no LP "Trombone zangado - Raul de Barros e Dilermando Pinheiro". No mesmo ano, essa marcha foi gravada por Pixinguinha no LP "Assim é que é... - Pixinguinha e sua banda em polcas, maxixes e choros" da gravadora Sinter, pelo maestro Guerra peixe e Sua Orquestra no LP "Festival de ritmos" da Polydor, e pela Banda do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal no LP "Maxixes e choros" da Odeon. Em 1972, a marcha "Cigana do Catumbi" foi relançada no LP "No tempo dos bons tempos - 6 - Pixinguinha e sua gente em tempo de Velha Guarda", da gravadora Fontana/Philips. Em 1975, o cantor Osvaldo Oliveira no LP "Peço silêncio" da Entré/CBS gravou a marcha "Grande mágoa", com José Luis. Em 1982, a cantora Jarlene Maia gravou "Vida de caboclo", com José Luis no LP "Planta de mel" da Coomusa.

Mais visitados
da semana

1 Karen Keldani
2 Jaburu Batera
3 Festivais de Música Popular
4 Noel Rosa
5 Tiee
6 Gonzaguinha
7 Augusto César Vannucci
8 Gilberto Gil
9 João Nogueira
10 Vanusa