Busca:

Álvaro Rios

Álvaro Rios
Bebedouro, SP

Dados Artísticos

Iniciou a carreira trabalhando como cantor na noite, em casas noturnas como Jongo, Shalako, Barracão de Zinco e Moema Samba, todas na cidade de São Paulo. Apresentou-se também em várias caas noturnas do Rio de Janeiro, entre elas Kananga do Hillos e Imperator, além de lonas culturais e projeto como "Palco Sobre Rodas", da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.
Na década de 1980 apresentou-se em vários países, entre os quais Marrocos, Inglaterra, França, Portugal, Espanha, Japão, Porto Rico e Estados Unidos.
Em 1985 lançou um compacto simples pelo selo Líder Editora. Dois anos depois, em 1987, gravou e lançou o primeiro LP pelo selo Artezanal Records Tape S/A.
No ano de 1989 lançou, pelo Selo Panela Discos, mais um LP de carreira, somente com composições próprias.
Em 1991, pelo Selo JWC Discos, lançou mais um disco de carreira, no qual incluiu diversas composições inéditas com vários parceiros, seguidos por mais dois LPs nos anos de 1993 e 1994.
Em 1997 Carlos Dafé lançou o CD "O seu jeito de olhar" produzido por Gabu (do Grupo Raça Negra) para o Selo Perfil. O disco teve como destaque a música "O seu jeito de olhar", parceria sua com Gabu e Luís Carlos Portela.
No ano de 2010 participou do evento "Viradão Cultural", apresentando-se, acompanhado da banda Malakaxeta, no palco da Lona Cultural João Bosco, em Vista Alegre, subúrbio do Rio de Janeiro, no qual recebeu como convidado Carlos Dafé.
Em 2011 lançou o CD "Deu samba rock" no qual interpretou de sua autoria "Mariza black maravilhosa" (c/ Elton Breno, Baú e Jobam), "O teu jeito de olhar" (c/ Gabú e Luiz Carlos Portela), "Tá na cara" (c/ Bebeto e Naval), "Você quer mandar em mim" (c/ Serginho Meriti e Dhema) e "Tá de mau de mim" (c/ Naval e Bebeto). No disco também foram incluídas as faixas "Boca louca" (Zelão), "Descamba pro meu coração" (Lourenço, Jorge Santana e Paulo Santana), "Quero ter você" (Tinho e Vela Preta), "Pensando verde) (Jota Veloso e Andó), "Negra Ângela" (Alexandre e Serginho Meriti), "Rio de Janeiro" (Tébinha e Hermes Drumont), "Kid Brilhantina" (Bedeu e Alexandre), "Vou pagar pra ver" (Vadinho e Renato Barros) e a faixa-título "Deu samba rock", de autoria de Alexandre.
Suas composições foram gravadas por vários artistas, entre os quais Carlos Dafé, Bedeu, Banda Pau Brasil, Serginho Meriti, Bebeto e Wagner, além de grupos de pagode como Raça Negra, Apoteose e Magia Popular, entre muitos outros. No disco, produzido por Gilsinho Oliveira, participaram os músicos Eduardo Guerra (bateria), Léo Delícia (baixo), Celso Santanna (teclados e cordas), Lorival Csota (piano), Leco Ferreira (violão e cavaquinho), Giba Nascimento (guitarra), Leandro Gomes (percussão), Thiago Nascimento (cuíca e percussão), Jurinha Netto (trombone), Léo Bernardo (sax tenor e flauta), Moisés Correia (sax barítono e alto), Gilsinho Oliveria (trompete), André Costa (guitarra) e coro formado por Wania Regina, Nina Black, Elaine Mendes, Leco Ferreira, Gilsinho Oliveira e André Costa, além do próprio Álvaro Rios no violão.

Mais visitados
da semana

1 Jaburu Batera
2 Mário Silva
3 Paulinho da Viola
4 Noel Rosa
5 Tiee
6 Festivais de Música Popular
7 Cartola
8 Gonzaguinha
9 Pinocchio
10 Martinho da Vila