Busca:

Zezinho Pitoco


Pernambuco

Dados Artísticos

Reconhecido músico pernambucano, integra o grupo de choro Papo de Anjo e a banda de Antônio Nóbrega. Participou ainda dos grupos "Mexe com tudo" e "Mistura e manda". Em 1998, participou do disco "Trampolim", de Mônica Salmaso, lançado pelo selo Pau Brasil/Eldorado. Ainda nesse ano, fez a percussão no CD instrumental "Orquestra Popular de Câmara", lançado pela Orquestra Popular de Câmara, pelo Núcleo Contemporâneo. O disco, eclético, mistura estilos e tendências da musicalidade popular do nordeste. No mesmo ano, foi convidado para tocar saxofone e clarineta acompanhando o o grupo Notícias dum Brasil, de Eduardo Gudin, em show no Sesc Ipiranga, em São Paulo, por ocasião do lançamento do CD "Pra Tirar o Chapéu", de Eduardo Gudin. No ano seguinte, tocou no CD "Voadeira", gravado por Mônica Salmaso no selo Eldorado. Em 1999, tocou zabumba e triângulo, na faixa "Doente de paixão", no CD "Cara do Brasil" lançado por Celso Viáfora. Em 2001, foi convidado pelo cantor e compositor Gereba a participar do projeto "Serenata na Umes". Nesse ano, fez os arranjos para o disco "Marco do meio-dia", de Antônio Nóbrega, além de compor, com Bráulio Tavares e Antônio Nóbrega, a faixa "Estrela d´alva". Apresentou-se ainda no espaço "Supremo musical", em São Paulo, com a Orquestra Popular de Câmara. Em 2002, teve ativa participação no CD "Lunário perpétuo", do cantor e compositor pernambucano Antônio Nóbrega. Nesse disco, fez arranjos paras as faixas: "O rei e o palhaço", "Carrossel do destino", "Luzia no frevo", "Delírio", "Lágrimas de um folião", e "O romance de Riobaldo e Diadorim". Tocou sax soprano e gonguê em "O rei e o palhaço", zabumba em "Ponteio acutilado", "Romance da filha do Imperador do Brasil", "Excelência", "Lunário perpétuo" e "A morte do touro mão de pau"; clarineta e surdo nas faixas "Carrossel do destino" e "Luzia no frevo"; clartineta e reco-reco em "Romance da nau Catarineta"; clarineta e zabumba em "Canjiquinha"; sax-tenor em "Pagão" e "Delírio"; triângulo em "Meu foguete brasileiro"; sax soprano e surdo em "Lágrimas de um folião", e sax soprano em "O romance de Riobaldo e Diadorim". No mesmo ano, fez a percussão no CD "Danças, jogos e canções", o segundo disco da Orquestra Popular de Câmara, lançado pelo Núcleo Contemporâneo. Ainda em 2002, participou como instrumentista do CD "Quando dorme Alcântara", do músico maranhense Tião Carvalho. Em 2003, participou do CD "Só Xerêm", da cantora Cris Aflalo, que homenageou o artista cearense Xerém. No mesmo ano, participou do CD "Trégua", de Chico Saraiva. Em 2004, tocou clarinete e sax soprano no CD "Do meu jeito", da cantora Carmen Queiroz. Em 2005, apresentou-se com o grupo de Antônio Nóbrega no anfiteatro do centro cultural Dragão do Mar, em Fortaleza, CE, dentro do projeto beneficente MPB Petrobrás.

Mais visitados
da semana

1 Jorge Portugal
2 Renato Barros
3 Caetano Veloso
4 Festival MPB 80 (Rede Globo)
5 José Camillo
6 Moreno Veloso
7 Mayck e Lyan
8 Sivuca
9 Tiee
10 Noel Rosa