Busca:

Zequinha Reis


14/3/1900

Dados Artísticos

Parceiro de Assis Valente nos sambas "Mangueira" e "Tristeza", e na marcha "É do barulho". Seu maior sucesso foi o samba "Mangueira", com Assis Valente que foi gravado pelo Bando da Lua, por Dilermando Pinheiro, Vadico, Aracy de Almeida, Elizeth Cardoso, Elis Regina, Carlos Galhardo, e pelos Demônios da Garoa. Em 1935, o samba "Mangueira" e a marcha "É do barulho", com Assis Valente foram lançadas pelo Bando da Lua. Em 1937, o duo vocal As Irmãs Pagãs gravou o samba "Tristeza", com Assis Valente. Em 1947, seu choro "Saudade do Rio" foi gravado na Victor por Benedito Lacerda e Pixinguinha em solos de flauta e saxofone. Três anos depois teve nova composição gravada em solo de flauta e saxofone por Pixinguinha e Benedito Lacerda: o choro "A menina do sobrado". Na primeira metade da década de 1950 seu choro "Saudades do Rio" foi veiculado no programa "Pessoal da velha guarda" criado e apresentado por Almirante na Rádio Nacional, e que contava com a participação de músicos como Pixinguinha, Benedito Lacerda e seu Regional, Raul de Barros e o Grupo dos Chorões e a Orquestra do Pessoal da Velha Guarda. Em 1958, Dilermando Pinheiro no LP "É samba mesmo" da Polydor gravou "Mangueira" e "Meu barquinho". Em 1959, o choro "Saudades do Rio" foi gravado por Jacob do Bandolim no estúdio da Rádio MEC. No mesmo ano, o samba "Mangueira" foi regravado por Vadico no LP "Festa dentro da noite".  Teve o samba "Mangueira", com Assis Valente gravado por Aracy de Almeida no LP "Samba é Aracy de Almeida" lançado pela gravadora Elenco em 1966. No ano seguinte, Elizeth Cardoso regravou "Mangueira" no pot-pourri "Seleção de sambas da Mangueira" do LP "A enluarada Elizeth" da gravadora Copacabana. No mesmo ano, seu samba "Mangueira", com Assis Valente, foi gravado por Elis Regina e Jair Rodrigues no "Pout pourri de Mangueira", faixa do LP "Dois na bossa nº3" laçado por eles na gravadora Philips. Em 1968, "Mangueira" foi regravado por Elis Regina no LP "Elis especial" lançado pela Philips, e por Carlos Galhardo no LP "Se ela sente saudade", da RCA Victor.  Em 1974, "Mangueira" teve nova regravação, desta vez no LP "Torre de Babel" lançado pelos Demônios da Garoa na gravadora Chantecler. Em 1992, o samba "Mangueira" foi regravado no LP "No Tom da Mangueira", disco lançado na ocasião em que Tom Jobim foi enredo da Mangueira, em 1992. Em 1997, o choro "Saudades do Rio" foi relançado na interpretação de Jacob do Bandolim no CD "Jacob -  Choros, Valsas, Tangos e Polcas" lançado pelo selo MEC.

Mais visitados
da semana

1 Chico Buarque
2 João Gilberto
3 Geraldo Pereira
4 Tom Jobim
5 Caetano Veloso
6 Pixinguinha
7 Música Sertaneja
8 Noel Rosa
9 Jackson do Pandeiro
10 Nelson Cavaquinho