Busca:

Zeca Assumpção

José Thomaz Assumpção
19/9/1945 São Paulo, SP

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

De 1974 a 1977, atuou, em shows e gravações, com Hermeto Pascoal. Nesse ano, fundou, juntamente com Lelo Nazário e Zé Eduardo Nazário, o Grupo Um, com o qual atuou até 1979 e gravou o LP "Marcha sobre a cidade". Paralelamente, começou a trabalhar com Egberto Gismonti.

Em 1981 e 1982, integrou, juntamente com André Dequech, Mauro Senise e Robertinho Silva, o conjunto Alquimia, com o qual gravou o LP "Alquimia".

Em 1984, fez parte do quinteto de Radamés Gnattali.

Assinou arranjos para discos de Caetano Veloso, Virgínia Rodrigues, Carlinhos Vergueiro, Sueli Costa e Alquimia, entre outros, além do CD "Piazzolando".

Escreveu composições para televisão, curta-metragem, desenho animado e dança contemporânea, tendo criado as trilhas para as coreografias "Ma", "Folia II" e "Aquilo de que somos feitos", de Lia Rodrigues.

Compôs as trilhas sonoras dos filmes de longa-metragem "Barrela", de Marco Antonio Cury, e "Matou a família e foi ao cinema", de Neville de Almeida, e também do documentário "Amazon Encounter", sobre o encontro internacional dos Índios no Xingu.

Criou as trilhas sonoras das exposições "Caixa de folia" (comemorativa dos sessenta anos da Missão Folclórica, realizada no Museu da República, no

Rio de Janeiro), "Coração dos outros - Saravá, Mário de Andrade!" (realizada no Sesc Belenzinho em São Paulo) e "Expedição animada à terra pappagalli" (realizada no XVII Festival Internacional de Teatro de

Marionetas de Tolosa, na Espanha).

Atuou com Egberto Gismonti durante 20 anos (de 1978 a 1998), em duo, com o grupo Academia de Danças e em outras formações. Com o instrumentista e compositor, realizou várias turnês e gravou os discos "Zig Zag", "Música de sobrevivência", "Infância", "Sanfona", "Nó caipira", "Em família" e "Sonhos de Castro Alves".

Em 1998, lançou o CD "Caixa de folia", no qual registrou a trilha sonora do espetáculo "Folia II", de Lia Rodrigues. Ainda nesse ano, lançou, com Nando Carneiro, o CD "Catavento", na Europa, Austrália e Estados Unidos.

Foi contemplado com o prêmio de Melhor Trilha Sonora no XXIII Festival de Cinema de Brasília, com o filme "Barrela", além de ter recebido indicações para o Prêmio Mambembe (1996) pela trilha de "Folia II" (integração de linguagens música/dança).

Em 2000, sagrou-se vencedor do Prêmio RioArte de Dança, na categoria "melhor trilha sonora", conferido pela Prefeitura do Rio de Janeiro, pela música de "Aquilo de que somos feitos".

Ao longo de sua carreira, atuou em shows e gravações com artistas como Victor Assis Brasil, Nelson Ayres (no disco "Mantiqueira"), Claudio Roditi, Joyce, Wagner Tiso (no disco "Toca Brasil"), Elis Regina, João Bosco (no disco "Na esquina"), Chico Buarque (nos discos "Chico Buarque ao vivo em Paris", "Francisco" e "Chico Buarque"), Robertinho Silva (no disco "Speak no Evil"), Caetano Veloso (nos discos "Livro", "Fina estampa" e "Fina estampa, ao vivo"), Gal Costa, Ná Ozzetti (no disco "Ná"), Luis Bacalov, Benny Carter, Mario Adnet (nos discos "Para Gerschwin e Jobim" e "Villa-Lobos, coração popular"), Zé Miguel Wisnik (no disco "São Paulo Rio"), Marlui Miranda (no disco "Olho-d'água"), João Carlos Assis Brasil ("Self Portrait - Assis Brasil por Assis Brasil"), Hugo Fattoruso (no disco "Oriental"), Lelo Nazário, Rodolfo Stroeter (no disco "Mundo"), Mauro Senise (no disco "Jade"), Nenê (Realcino Lima) (no disco "Bugre"), Carlinhos Vergueiro e Dorival Caymmi, entre outros.

Constam da relação dos intérpretes de suas composições artistas como Nelson Ayres, Milton Banana, Grupo Um, Alquimia e Rodolfo Stroeter.

Em 2004, formou, com Nando Carneiro (violão), David Ganc (flautas) e Mingo Araújo (percussão), o Luxo Artesanal Quarteto.

Mais visitados
da semana

1 Noel Rosa
2 Lupicínio Rodrigues
3 Garoto
4 Nalva Aguiar
5 Luiz Gonzaga
6 Pixinguinha
7 Assis Valente
8 Tom Jobim
9 Elza Soares
10 Caetano Veloso