Busca:

Zé Nogueira

José Augusto Nogueira
21/7/1955 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Iniciou sua carreira profissional no final da década de 1970.

Participou, como instrumentista, dos musicais "Gota d'água", "Ópera do malandro" e "O Rei de Ramos", todos de Chico Buarque.

Integrou a Orquestra Sinfônica da UFRJ.

Atuou em shows, no Brasil e no exterior, com vários artistas, como Edu Lobo, Djavan, Chico Buarque, Zezé Mota, Simone, MPB-4, Zizi Possi, Marcos Ariel, Victor Biglione, Rique Pantoja, Zé Renato, Verônica Sabino, Leila Pinheiro, Toninho Horta, Flavio Venturini, Tulio Mourão, Luiz Avellar, Marco Pereira, Leandro Braga, Olivia Byington, Cristóvão Bastos e Luciana Rabello, entre outros.

Participou dos seguintes festivais de música: Varadero, em Cuba; Montreux, na Suiça; Kool Jazz Festival, em Nova York; Pentax, em Tóquio; Jazz a Juan, em Juan Le Pins, na França.

Gravou, no Brasil e no exterior, com vários artistas, como Edu Lobo, Djavan, Ivan Lins, Chico Buarque, Tim Maia, Erasmo Carlos, Boca Livre, Zé Renato, Zizi Possi, Gilberto Gil, Elba Ramalho, Leny Andrade, Marcos Ariel, Rique Pantoja, Victor Biglione, Ricardo Silveira, Guinga, Paulinho da Viola, Cristóvão Bastos, Leandro Braga e Ney Matogrosso, entre outros.

Compôs trilhas sonoras para filmes publicitários.

Produziu, em parceria com Victor Biglione, a trilha sonora do filmes “Faca de dois gumes”, de Murilo Salles, e, em parceria com Cristóvão Bastos, a trilha sonora do filme "Mauá – O Imperador e o Rei", de Sérgio Rezende.

Em 1996, lançou o CD "Disfarça e Chora" (MP,B/Warner), indicado para o Prêmio Sharp, na categoria Melhor Disco Instrumental. No repertório, as faixas “Chorinho pra você” (Severino Araújo), “Sonoroso” (K-Ximbinho), “Senhorinha” (Guinga e Paulo César Pinheiro), “Amphibious” (Moacir Santos e Assis), “Minhas madrugadas” (Candeia e Paulinho da Viola), “Dracenas” (Cristóvão Bastos), “Sarau para Radamés” (Paulinho da Viola), “Futuramente” (Guinga e Aldir Blanc), “Madrinha” (Leandro Braga), “Nostalgia” (Jacob do Bandolim), “Anon” (Moacir Santos) e “Beatriz” (Edu Lobo e Chico Buarque”, além da faixa-título (Cartola e Dalmo Castelo). O disco contou com a participação de Critóvão Bastos, Leandro Braga, Marco Pereira, Victor Biglione, Ricardo Silveira, Mauricio Carrilho, Bororó, Armando Marçal, Marcos Suzano, Luciana Rabello, Omar Cavalheiro, Pedro Amorim, Paulo Sérgio Santos, Leo Gandelman, Vittor Santos, Andrea Ernest Dias e Cia das Cordas.

Em 1999, participou, com Cristóvão Bastos, do projeto “Instrumental”, no Teatro Leblon (RJ), homenageando o compositor Moacir Santos.

Foi responsável, junto com Mario Adnet, pela produção musical, do CD “Ouro Negro – Moacir Santos”, no qual atuou também como instrumentista. O disco foi considerado pela crítica como um dos melhores discos instrumentais do ano. Produziu também discos de Djavan, Victor Biglione, Marcos Ariel, Alaíde Costa, Leny Andrade, Flávio Venturini, Vinicius Cantuária, Boca Livre, Guinga, Leila Pinheiro, Verônica Sabino, Ivan Lins, Wagner Tiso, Zé Renato, Mariana de Moraes, Elton Medeiros, Ney Matogrosso e Leandro Braga.

Em 2005, produziu, com Mario Adnet, o CD "Choros & Alegria", lançado nesse mesmo ano, contendo obras de Moacir Santos. O disco foi contemplado, no ano seguinte, com o Prêmio Tim, na categoria Melhor Disco/Projeto Especial.

Liderando um quinteto formado ao lado de Jorge Helder (baixo), Jota Moraes (vibrafone), Jurim Moreira (bateria) e Ricardo Silveira (guitarra), lançou, em 2008, o CD instrumental “Carta de Pedra - A Música de Guinga”, com 12 composições de Guinga, entre as quais “Choro pro Zé”, feita em sua homenagem. Também no repertório, “Exasperada”, “Pra quem quiser me visitar”, “Choro na noite”, “Pisando em falso”, “Moça lua”, “Graffiando vento” e a faixa-título, entre outras,

É proprietário de um estúdio de masterização, onde vem trabalhando na recuperação de fitas e discos antigos, muitos já no mercado.   Em 2016, uniu-se ao multi-instrumentista Arthur Dutra para gravar o disco “Encontros”. No repertório, onze faixas com composições de Dutra, Tom Jobim, Villa-Lobos, Milton Nascimento e Jacob do Bandolim e participações de Guinga, Marcos Suzano, Lorrah Cortesi e Bruno Aguillar. Dentre as músicas, destacaram-se “Nuvens douradas”, “Carne de sol e flor de lótus”, “Nambarai”, “Jogo de espelhos – encontros IX”, “Lendas brasileiras” e “Nó na garganta”. 

Mais visitados
da semana

1 Nelson Cavaquinho
2 Noel Rosa
3 Tom Jobim
4 Gerlane Lops
5 Hermeto Pascoal
6 Dorival Caymmi
7 Elza Soares
8 Cat Dealers
9 Chitãozinho e Xororó
10 Luiz Gonzaga