Busca:

Zé de Riba

José Ribamar de Araújo
1960 Dom Pedro, MA

Dados Artísticos

Começou a tocar aos 13 anos, muitas vezes escondido do pai. Viajou pelo país por mais de uma década divulgando seu trabalho. Tocou em porta de Hospital, em feiras e cabarés. Tocou em uma esquina no Canadá. Apresentou-se freqüentemente na Rua Barão de Itapetininga e no Largo São Bento, para o público de rua. Em 1988 participou do espetáculo infantil "As viagens da pontuação". Em 1998 a convite da USP apresentou com Heraldo Guiaro o musical "Mané Gostoso e Severino Bactéria". Em 2000 particpou com o ator Wolnei de Assis do projeto multimídea "I Juca Pirama", que percorreu diversas cidades do interior do país, com os poetas do poeta maranhense cantados em ritmo de embolada e rap. Produziu o CD "I Juca Pirama", com a obra do poeta romântico Gonçalves Dias, que recebeu destaque do Caderno Ilustrado do jornal Folha de São Paulo.Teve a embolada "Www.sem", parceria com Romildo Soares e o xote "Fuga nº 1" gravadas por Simone no disco "Seda pura". Tem músicas analisadas na cadeira de Teoria da Comunicação, na Faculdade de Comunicação FAAP. Apresentou shows no Maksound Plaza Hotel e no Teatro Ruth Escobar. Apresentou shows pelas rádios Imprensa e Atual de São Paulo. Em 2001, após vinte anos de carreira lançou seu primeiro CD, "Pancada seca", com destaque para "Antropofágico", parceria com Romildo Soares, "Parada geral", "Qorpo santo" e "Você não é tão feia assim", as três de sua autoria. Em 2002 estreou o espetáculo "Pancada seca" no Sesc Pompéia em São Paulo, durante o qual lançou seu segundo disco, "Cara dum cara do outro", com destaque para "Brazil estamental (Oito pilha! Hum real)", parceria com Carlos Silva, "Www.sem", com Romildo Soares e "Fuga" e "Frei Caneca", de sua autoria.

Mais visitados
da semana

1 Lupicínio Rodrigues
2 Garoto
3 Elza Soares
4 Nalva Aguiar
5 Pixinguinha
6 Tom Jobim
7 Assis Valente
8 Caetano Veloso
9 Luiz Gonzaga
10 Noel Rosa