Busca:

Zé Batuta

José da Silva Martins
1930 Ponte Nova, MG

Dados Artísticos

Em 1963, sua composição "Gauchinho corajoso" foi gravada na Continental por Zé Batuta, Pedrão e Zé Campina. Nesse período, formou dupla com João Leme. Em 1966, gravaram um LP em que se destacava a composição "Sua dupla é uma parada dura", de Zé Batuta e Rei do Mar. Também fizeram parte desse primeiro disco as composições "Tudo errado", de Zé Batuta e Moacir dos Santos, "A mulher e a pinga", de Orlandinho e Téo Macedo, entre outras. Em 1970, gravou na RGE a canção "Diabinha de saia", de J. M. Alves e Capitão Furtado. Em 1975, Zé Batuta recebeu convite da cantora Inezita Barroso para fazer parte de um conjunto típico que estreou no Museu de Arte de São Paulo. Nessa apresentação, tocou viola e cantou em dueto com Inezita. Em 1976, gravou disco pela RGE com produção do Capitão Furtado e Zacarias Mourão. Seu maior sucesso, como compositor, foi "Abre a porta Mariquinha", gravada por Zé do Rancho e Mariazinha. Em 1977, teve o arrasta-pé "Macaco velho", parceria com Ariovaldo Pires, o Capitão Furtado, gravado por Tavares e Zé Negrão na RCA. Em 1996, a dupla Sandy e Júnior regravou "Abre a porta Mariquinha". Zé Batuta esteve afastado das gravações durante longo período, retornando em 1997, quando gravou de sua autoria "Manhã do gato", em um CD misto patrocinado pelo Ministério da Cultura. Mesmo longe das gravações, continuou compondo com diversos parceiros, entre os quais Lourival dos Santos, Moacyr dos Santos, Capitão Furtado e Quintino Elizeu. Teve composições gravadas pelas duplas João Mulato e Pardinho, Liu e Léu e Tião Carreiro e Pardinho.

Mais visitados
da semana

1 Tiee
2 Sivuca
3 Vinicius de Moraes
4 Noel Rosa
5 Demônios da Garoa
6 Tom Jobim
7 Franco Scornavacca
8 Gonzaguinha
9 Chris Fuscaldo
10 Luiz Gonzaga