Busca:

Xuxa

Maria da Graça Meneghel
27/3/1963 Santa Rosa, RS

Dados Artísticos

Levada por Maurício Sherman, iniciou sua carreira como apresentadora de programas infantis em 1983, na extinta Rede Manchete do Rio de Janeiro, com o programa "O clube da criança", que ficou dois anos no ar. Nessa época conheceu a empresária Marlene Mattos, que, segundo consta, planejou e executou toda a estratégia de sua carreira de apresentadora, artista de cinema e cantora.

Em 1985, transferiu-se para a Rede Globo e passou a comandar o "Xou da Xuxa". No ano seguinte, estreou como cantora ao lançar o LP "Xou da Xuxa". O disco foi um sucesso, vendendo 2.622.977 cópias. A partir daí passou a lançar discos com músicas especialmente voltadas às crianças e desde então a cantora já lançou mais de 20 discos, inclusive em espanhol, pois tem grande público na América Latina, principalmente na Argentina.

Em 1987, no ano internacional da mulher, entrou para a lista das 10 mulheres de grande destaque no planeta, realiada pelo jornal francês Libération.

A apresentadora também estrelou diversos filmes produzidos para o público infantil, como " "Xuxa requebra", em 1999, "Super Xuxa contra o baixo astral", em 2000, "Xuxa e os duendes 2, em 2002 e "Abracadabra", em 2003, nesses trabalhos contracenou com Os Trapalhões, Daniel, Luciano Zafir, entre outros.

Durante o percurso de sua carreira, tornou-se conhecida como a "Rainha os Baixinhos", nome com o qual costuma se referir às crianças participantes de seus programas de TV.

De 1988 até 1990, namorou outra estrela dos esportes, o falecido tri-campeão de fórmula 1 Ayrton Senna.

Em 1990, recebeu o prêmio na categoria infantil do Festival da Canção de Vîna Del Mar, no Chile.

Em 1992, foi eleita pela revista People, uma das 50 pessoas mais bonitas do planeta.

Desejando ser mãe, em 1997, teve uma filha, Sacha, com o ator, modelo e empresário Luciano Szafir. Em fevereiro de 2000, apresentou-se no Festival da Canção de Viña del Mar, no Chile, sob vaias.Chorando, retirou-se do palco, mas retornou com a filha Sacha no colo, sendo então aplaudida. O pior incidente de sua carreira, no entanto, ainda estava por vir. No dia 11 de janeiro de 2001 o estúdio F do Projac, da Rede Globo, ardeu em chamas com mais de 300 pessoas, a maioria crianças, durante a gravação do programa "Xuxa Park". No total, 80 pessoas ficaram feridas, algumas em estado grave. No mesmo ano lançou o filme "Xuxa e os duendes".

Em 2002, a imprensa nacional registrou com destaque a separação profissional de sua empresária Marlene Mattos. No mesmo ano, voltou a apresentar programa infantil na TV Globo.

Em 2003, lançou o CD "Xuxa só para baixinhos 3", que recebeu o prêmio Grammy Latino de música infantil e foi recordista de vendagens com mais de 1 milhão de discos vendidos. Realizou também o show "Xuxa só pra baixinhos" no ATL Hall, no Rio de Janeiro.

Entre outros prêmios, recebeu, em o Troféu Rádio Globo em 1986 e 1990, na categoria Disco Infantil do Ano. Também no mesmo ano, lançou o filme "Xuxa em Abracadabra".

Mais visitados
da semana

1 Gabriela Machado
2 Festivais de Música Popular
3 Leo Canhoto e Robertinho
4 Hermeto Pascoal
5 Lupicínio Rodrigues
6 João do Vale
7 Dona Ivone Lara
8 Dorival Caymmi
9 Música Sertaneja
10 Luiz Gonzaga