Busca:

Wanderley Andrade

José Wanderley Andrade Lopes
06/06/1964 São Miguel do Jari, PA

Dados Artísticos

Começou a carreira artística aos 19 anos, apresentando-se em casas notornas da cidade de Belém. Em 1994, gravou seu primeiro LP. O sucesso começou a aparecer três anos depois com a música "Ladrão de Coração", cujo disco vendeu cerca de 250 mil cópias.

Nos anos 2000 tornou-se um dos mais respeitados músicos da região Norte e Nordeste apresentando shows com uma média de 20 mil espectadores. Considerado o mais importante representante do Brega pop calypso, ritmo do Pará. Em suas apresentações, faz uso de um visual irreverente e mistura a música do norte do país com ritmos caribenhos. Segundo suas próprias palavras, o visual que utiliza é uma crítica aos que o consideram brega.

De formação eclética, suas inspirações vão de astros pop como Nina Hagen, Sex Pistols e Elvis Presley a Raul Seixas e Pepeu Gomes.

Em 1998, recebeu da Associação dos Radialistas do Pará o "Oscar do Brega", por ter suas músicas muito tocadas nas rádios daquele estado. Seus quatro primeiros discos venderam cerca de 500 mil cópias. Foi o primeiro artista brasileiro a gravar CD ao vivo bilingue. Em 2003, lançou o CD duplo "Minha Cara" , que tem num disco, músicas de importante músicos paraenses como Edilson Morenno, Tonny Brasil, Anterinho, Edinho, Kim Marques, entre outros. No CD internacional estão músicas de Bee Gees, Mark Knofler, Creedance e Barry Man, além de Raul Seixas.

Entre seus prinmcipais sucessos estão as músicas "Ladrão de Coração", "Detento Apaixonado" , "Psicopata", "Terrorista" e "Traficante", todas de sua autoria. Em suas composições, explora temáticas ligadas à violência urbana.

Ainda em 2003, foi convidado pela produção da Rede Globo para apresentar um concurso da moda brega fashion paraense e que marcou a estréia do quadro Brasil Total de Regina Casé exibido no programa dominical "Fantástico". Pouco depois, apresentou-se no programa "Domingão do Faustão". Com mais de vinte anos de carreira, é considerado por muitos como o novo "Rei do brega". Em 2020, na ocasião de quarentena social em decorrência da pandemia mundial de Corona Vírus, com 27 shows cancelados, realizou uma transmissão ao vivo pela internet de Imperatriz (MA), intitulada “Ao vivo e preso em Imperatriz”, cantando grandes sucessos de seu repertório, como "A conquista", "Traficante do amor", e "Detento apaixonado, além de outros da música brega. A audiência da transmissão, para surpresa dele próprio, que confessou à época não ser tão ativo em redes sociais, apesar de sua popularidade em apresentações presenciais, atingiu em poucos minutos 90 mil pessoas e integrou a lista das cinco mais acessadas do período no país, e seus seguidores na internet, com isso, multiplicaram-se 15 vezes.

Mais visitados
da semana

1 José Camillo
2 Caetano Veloso
3 Moreno Veloso
4 Rodrigo Vellozo
5 Mayck e Lyan
6 Sivuca
7 Clara Nunes
8 Tiee
9 Jorge Portugal
10 Noel Rosa