Busca:

Virgínia Kheer



Dados Artísticos

Parceira de Carlos Cézar, com quem fez a maioria de suas composições gravadas. Teve músicas lançadas pelas duplas Carlos César e Cristiano, As Mineirinhas, As Marcianas, Ataíde e Alexandre, Craveiro e Cravinho, Duo Ciriema, Chitãozinho e Xororó, e Mococa e Paraíso, entre outras. Sua primeira composição gravada foi "Casa da saudade", parceria com Irene Lopes, lançada pelo Duo Ciriema, no LP "Quem ama não mata", da gravadora Chantecler. Em 1985, teve quatro composições gravadas: "Amigos amigos", com Carlos César, pela dupla Junio e Julio, em LP da Copacabana; "Existe alguém pra mim" e "Cara e coragem", ambas com Carlos César, registradas pela dupla Carlos César e Cristiano, em LP da Continental, e "Céu na boca", com Carlos César, gravada pela dupla Matogrosso e Mathias, no LP "Mulher" da gravadora Chantecler. Em 1986, a balada "Fácil", com Carlos César, foi gravada pela dupla Mococa e Paraíso, e "Nasci pra te amar (Vá embora)", com Carlos César, foi registrada pela dupla Craveiro e Cravinho, na gravadora Chantecler. No mesmo ano, o duo vocal As Marcianas, em LP da gravadora Copacabana, registrou a guarânia "Nossa melodia preferida", com Carlos César, enquanto a balada "Táxi", também com Carlos César, foi lançada pela dupla Ataide e Alexandre, pela gravadora Chantecler. No ano seguinte, o cantor Diego, no LP "Coração mágico", da gravadora RGE, gravou a balada "Amor especial", com Carlos César. No mesmo ano, a gravação feita pela dupla As Marcianas, de "Nossa melodia preferida" foi incluída no LP "Sertanejo 88", uma coletânea da gravadora Copacabana, com diversos artistas. Em 1988, a dupla Ataide e Alexandre gravou "500 Milhas"; a dupla Rouxinol e Sabiá lançou "Amor despeito", e As Mineirinha gravaram "Momento do adeus", todas com Carlos César, enquanto a dupla César e Cristiano registrou "Momento do adeus" e "Noite do esquecimento", parceria com Carlos César, e "Misto quente", com Cristiano. Em 1989, "Idioma do amor", parceria com Carlos César, foi gravada pela dupla As Marcianas, em Lp da gravadora Copacabana, enquanto As Mineirinhas, na mesma gravadora, registraram "Momento do adeus", com Carlos César. No mesmo ano, a dupla Carlos César e Cristiano gravou, pela RGE, a toada "O Rei da estrada", com Carlos César. Em 1990, teve duas composições gravadas: "Falando às paredes", parceria com Xororó, da dupla Chitãozinho e Xoiroró, lançada pelo cantor Peninha, em LP Continental, e "Intrigas", com Carlos Cézar, registrada pela dupla Monterrey e Monteirinho. No ano seguinte, a dupla As Marcianas gravou, pela Copacabana, o bolero "Onde está você", parceria com Carlos César e Eraldo Maldonado, enquanto a dupla Lennon e Linaldo registrou, pela Chantecler, "Sem destino", com Carlos Cézar e Eraldo Ramos. Em 1992, o cantor Marcelo Aguiar interpretou "Casanova das estradas", parceria com Carlos Cézar, também em LP da Chantecler, e a cantora Rosemary relançou "Falando às paredes", em disco da gravadora Continental. Teve, ainda nesse ano, a canção "Louco pirado", com Carlos César, gravada pela dupla Diego e Danimar, pela PolyGram. Em 1993, foram registradas as canções "Canção da esperança", com Carlos César, pela cantora Sônia Mara, e "Louco pirado" pela dupla Marcelo e Maurício. Em 1994, "Até você voltar", com Carlos César, foi gravada pela dupla Chitãozinho e Xororó, e "Eu te roubei", com Darci Rossi, pela dupla Nelsinho e Rinaldo. Em 1995, "Coquetel do coração", com Carlos César, foi gravada pelo cantor Theodoro Batista, e "Eu te amarei bem mais", com Carlos Cézar, foi interpretada por Marcelo Aguiar. Com mais de trinta composições gravadas, seu maior sucesso foi "Até você voltar".

Mais visitados
da semana

1 Pixinguinha
2 Nelson Cavaquinho
3 Chico Buarque
4 Clementina de Jesus
5 Lupicínio Rodrigues
6 Tom Jobim
7 Caetano Veloso
8 Francisco Alves
9 Noel Rosa
10 Hermeto Pascoal