Busca:

Vieira e Vieirinha



Dados Artísticos

Cantores. Compositores.

Rubens Vieira Marques, o Vieira - Itajobi, SP-20/9/1926

Rubião Vieira, o Vieirinha - Itajobi, SP - 26/8/1928-São Paulo, SP- 7/4/1991

Os dois irmãos componentes dessa dupla sertaneja cresceram em Itajobi, sua cidade natal. A família Vieira tinha tradição musical. Todos cantavam ou tocavam algum instrumento, além de serem também conhecidos pela excelência na fabricação de instrumentos de cordas. Os irmãos começaram cantando em dias de festa e em reuniões familiares. Despertaram as atenções nas festas de São João, promovidas pela família. Em 1949, fizeram a primeira apresentação na rádio Tietê de Novo Horizonte. Nesse período montaram uma fábrica de instrumentos de corda. Permanecem na rádio por dois anos. Em seguida foram para a PRI-2 Rádio Clube em Marília, onde tiveram um programa exclusivo de 1950 a 1952. Participaram de comícios do candidato à Presidência da República, Getúlio Vargas. Em seguida ingressam na Rádio Nacional, estreando em um programa de auditório com a música "Rio Grande adorado". Ficaram na Rádio Nacional por 22 anos. Assumiram os nomes de Vieira e Vieirinha, dados por Tonico e Tinoco. Em abril do mesmo ano gravaram o primeiro disco, um 78 rpm com o cururu "O canoeiro não morreu", de Teddy Vieira e Ado Benatti e a moda de viola "Nova Londrina", de Teddy Vieira e Serrinha. Começaram a atuar no programa de Nhô Zé, "Alvorada cabocla", na Rádio Nacional. Nesse período também participaram do programa "Alma da terra", de Ado Benatti, na TV Tupi. Em 1953, gravaram "Cravo na cinta", de Antônio Padovani e Mário Bernardino e "Transporte de boiada", de Ado Benatti e Rui de Oliveira. Gravaram o primeiro LP pela Continental, em que se destacou "Arraial da curva torta", de Capitão Furtado, "São João Batista" de Benedito Seviero e Vieirinha, e "Galopando", de Isaías Vieira e Arlindo Pinto. "Peão de boiadeiro", de Alceu Maynard Araújo e Teddy Vieira, e "A grande verdade", de Leo Canhoto, viriam no LP de 1967 pela Chantecler. A dupla lançou mais três discos, sendo os dois últimos em 1982. Atuaram na Rádio Bandeirantes com a apresentação mensal no programa "Na beira da tuia" e também na TV Cultura, no programa "Viola minha viola". A dupla gravou aproximadamente 50 LPs. Com o falecimento de Vieirinha em 1991, Vieira passou a dedicar-se quase exclusivamente à venda de instrumentos musicais na cidade de São José do Rio Preto. Em 1996, fez dupla com seu filho Airton Estulano Vieira e lançou o CD "Dona de mim" pela Warner.

Mais visitados
da semana

1 Tiee
2 Pixinguinha
3 Luiz Gonzaga
4 Eumir Deodato
5 Raul Seixas
6 Nelson Gonçalves
7 Garoto
8 Elza Soares
9 Dorival Caymmi
10 Caetano Veloso