Busca:

Verinha Falcão

Vera Falcão
Circa 1940 Rio de Janeiro, RJ
1965 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Sua primeira composição gravada foi o samba-canção "Vida", com Fausto Guimarães, lançado por João Dias pela Copacabana em 1958. O samba "Sofro", com Nelson Alves, foi lançado no LP "Viva o samba" que o Breno Sauer Quinteto gravou pela Columbia em 1959, sendo regravado no mesmo ano por Cid Gray e Sua Orquestra no LP "Soirée dançante nº 3" da RGE. Em 1960, o samba-canção "Será tarde", com Renan França, na interpretação de Ernâni Filho foi incluído no LP "Festival do Rio - As dez mais lindas canções de amor" da gravadora Copacabana. No mesmo ano, a balada "Balada de toda fé", com Renan França, foi gravada na Copacabana pela cantora Maria Inês. Em 1961, as músicas "Sofro", com Nelson Alves, e  "Nunca mais", com Voltaire França, foram gravadas por Dorinha Freitas no LP "A voz  de Dorinha Freitas" da RGE. Nesse ano, Angela Maria gravou o samba-canção "Poema do coração", com Renan França, no LP "Não tenho você" da Continental. Em 1962, "Poema do coração" foi regravado no LP "Trompete espetacular" que o instrumentista Formiga lançou na gravadora Copacabana. Ainda nesse ano, a iniciante Elis Regina gravou o samba-canção "Saudade é recordar", com Renan França, no LP "Poema" da gravadora Continental. Em 1963, Aracy de Almeida gravou o samba "Devagar", com Jorge de Castro e Marcléo, no LP "Rio carnaval do Brasil" da gravadora pernambucana Mocambo. No mesmo ano, o samba "Não vou me afobar", foi gravado pelo instrumentista Manoel da Conceição no LP "Manoel da Conceição seu violão e muito samba" da Polydor, enquanto Elis Regina registrou o samba-canção "Saudade e carinho", com Renan França, no LP "O bem do amor", da CBS. Em 1964, Nelson Gonçalves gravou pela RCA Victor o samba-canção "Amigo palavra fácil", com Jorge de Castro. No mesmo ano, teve duas marchas incluídas no LP "Carnaval de ontem e de hoje" da gravadora Audience: "Falta tudo", com Jorge de Castro e Sebastião Nunes, gravada por Kleber e o Coro do Clube do Guri, e "Mag, Inês e Ana", com Jorge de Castro e Aloísio França, na interpretação de Nuno Roland. Esta última marcha, fez sucesso no carnaval daquele ano e foi incluída depois no LP "28 sucesso do carnaval brasileiro" lançado pela Orquestra de Pereira dos Santos e Coro Popular de Samuel Rosemberg pela Caravelle. Em 1965, ano em que faleceria inesperadamente, teve duas composições com Jorge de Castro gravadas por Nelson Gonçalves no LP "Saudade" da RCA Victor: "Despeito" e "Voltei". Em 1988, a canção "Canção dos aflitos", com Murillo Latini, foi relançada na voz de Orlando Silva no LP "Jura de cabocla" do selo Revivendo. Embora tivesse tido uma curta carreira, teve composições gravadas por Nelson Gonçalves, Orlando Silva, Angela Maria, Nuno Roland e Elis Regina, essa em início de carreira. Seus principais parceiros foram Renan França e Jorge de Castro. Com este último obteve sucesso com a marcha "Mag, Inês e Ana".

Mais visitados
da semana

1 Vinicius de Moraes
2 Tiee
3 Durval e Davi
4 Mayck e Lyan
5 As Marcianas
6 Festivais de Música Popular
7 Creone e Barrerito
8 Teresa Cristina
9 Gilberto Monteiro
10 Noel Rosa