Busca:

Tukley


1952

Dados Artísticos

Começou sua carreira nos anos 1970, na dupla Ponto e Vírgula, formada por ele e por alguns parceiros variáveis, sendo o mais importante deles Lu Stopa, com o qual fez sucesso com as músicas "Chacrilongo", em1974; e "Laika Nóis Laika", em 1976. Lançou, em 1980, disco solo, pelo selo RCA/Achya, com as músicas "Confusão total"; "3x4 de um homem"; "Eu não me importo"; "Anjo dourado"; "Contraste"; "Mãie"; "A felicidade espera por você"; "Machucado"; "Depois dos Beatles"; e "Instantes de prazer". Os arranjos foram de Eduardo Souto Neto; e músicos, o próprio Tukley (violão de 12 cordas), Magrão (baixo), Ricardo (teclados), Nelsinho (guitarra), Ed Maciel, Edson Maciel (trombones), Moacir Silva (sax tenor), Regininha, Marcio Lott e Jane Duboc (vocais). A partir dos anos 1980, adotou o nome artístico de "Tuca Estrada", e passou a fazer apresentações como cover de Raul Seixas, já que era confundido desde jovem com quem ele chamava de "mestre".  Lançou, ainda nos anos 1980, o compacto simples "Não Vivo disso", pelo selo Fermata, com as músicas "Não vivo disso" e "Pássaro imigrante". Os músicos foram o próprio Tukley (guitarra base), Bira (baixo), Nelsinho (guitarra solo), André (piano, clarineta), Wilson (bateria), Regina, Marina, Lucinha e Kid (coro). Participou, como cover de Raul Seixas, de programas como "Fantástico", da TV Globo, através do qual foi escolhido como melhor cover de Raulzito; e "Domingo Legal", com apresentação de Gugu, do SBT.  Compôs e interpretou versões em português de grandes sucessos do rock internacional, como "Johnny B. Good", de Chuck Berry. Após mais de 20 anos de carreira como cantor solo e cover de Raul Seixas, passou a se apresentar com o cantor Renato Lui, que é cover do ex-vocalista da banda Legião Urbana, Renato Russo.

Mais visitados
da semana

1 Acyr Marques
2 Geraldo Pereira
3 Nilton Lamas
4 Dorival Caymmi
5 Caetano Veloso
6 MC Sapão
7 Pixinguinha
8 Nelson Cavaquinho
9 Hermeto Pascoal
10 Música Sertaneja