Busca:

Tristão da Silva

Manoel Augusto Martim Tristão da Silva
1927 Lisboa, Portugal

Dados Artísticos

Fez sucesso com as músicas "Kanimambo", "Nem às paredes confesso", "Maria morena" e "Sinfonia das mãos".

Em 1960, gravou na Odeon três discos em 78 rpm com as composições "Aquela janela virada para o mar", de Frederico de Brito, "Kanimambo", de Artur Fonseca e Reinaldo Ferreira, "Ai se os meus olhos falassem", deNóbrega e Souza e Jerônimo Bragança, "Maria morena", de Francisco Radamento e Casemiro Ramos, "A notícia", de Evaldo Gouveia e Jair Amorim, e "Desejo alguém", de Irmãos Orlando e Fausto Guimarães. No mesmo ano, lançou pela Odeon o LP "Ai, se os meus olhos falassem", no qual interpretou as músicas "Kanumambo", de Artur Fonseca e Reinaldo Ferreira, "Sou eu", de Waldir Machado e Rubens Machado, "Ai se os meus olhos falassem", de Nóbrega e Souza e Jerônimo Bragança, "A notícia", de Evaldo Gouveia e Jair Amorim, "Sete saias" e "Antes só", de Artur Ribeiro, "Maria morena", de Francisco Radamanto e Casemiro Ramos, "Canção do mar", de Ferrer Trindade e Frederico Brito, "Desejo de alguém", dos Irmãos Orlando e Fausto Guimarães, "Aquela janela virada para o mar", de Frederico Brito, "Contraste", de José Luis, João Batista da Silva e João Sales, e "Meu mal", de Osmar Navarro. Em 1961, gravou as canções "Uma vez mais", de Evaldo Gouveia e Jair Amorim, e "O olhar do Nazareno", de Fernando de Freitas e Frederico de Brito, e os boleros "Canção do esquecimento", de Arquimedes Messina, e "Palhaço", de José Roy e Wilson Roberto. Em 1962, lançou pela gravadora Copacabana o LP "O incomparável Tristão da Silva", disco no qual foram incluídas as músicas "Senhora de Nazareth", de João Nobre, "Somos amigos", de Luis Rebochos, "Nem às paredes confesso", de Ferrer Trindade e Artur Ribeiro, "Convite ao amor", de Edman Ayres de Abreu, "Talvez", de Archimedes Messina, "Confidências a uma rosa", de Ernesto Lecuona, e versão de Martha de Almeida, "O amor é louco", de João Nobre, "Quem será", de Georgino Abrangel e J. Martins, "O eterno triângulo", de Elzo Augusto, "Eu gosto dela", de Jaime Santos e F. Brito, "Não sei", de M. de Carvalho, e "Melodia portuguesa", de A. Melo e Silva Tavares. Em 1970, sua gravação do fado "Nem às paredes confesso", de Ferrer Trindade e Artur Ribeiro, foi incluída no LP "14 maiorais Nº 14" da gravadora Copacabana.

Mais visitados
da semana

1 Rubem Confete
2 Ferrugem (Jheison Failde de Souza)
3 Pixinguinha
4 Tim Bernardes
5 Jacob do Bandolim
6 Nelson Cavaquinho
7 Noel Rosa
8 Niltinho Tristeza
9 Jota Raposo
10 Lúcia Menezes