Busca:

Trinca



Dados Artísticos

Destacando-se como integrante de diferentes orquestras e conjuntos, iniciou a carreira artística na década de 1940. Em 1946, integrou, juntamente com os instrumentistas Centopeia, Cipó, Camardela e Nestor, o Quinteto Continental, que acompanhou o cantor Haroldo Eiras na gravação dos fox-trots "Dear", de Luiz Bonfá e Haroldo Eiras, e "Do you care?", de Lew Quadling e Jack Elliot. Em 1951, juntamente com Luiz Bonfá no violão, Chiquinho no acordeom, e Vidal no baixo, acompanhou Dick Farney na gravação do samba-toada "Canção do vaqueiro", de Luiz Bonfá, e com Radamés Gnattali no piano, Garoto no violão e Vidal no baixo, participou da gravação do histórico samba "Nick Bar", de José Vasconcelos e Garoto, na voz de Dick Farney. Em 1954, juntamente com o baixista Vidal, acompanhou na Sinter o pianista Jacques Klein na gravação dos sambas-canção "Tão só" e "João Valentão", de Dorival Caymmi. Em 1956, participou da orquestra dirigida por Vadico na gravação das músicas "Escurinha", e "Falsa baiana", de Geraldo Pereira, "Risoleta", de Raul Marques e Moacyr Bernardino, "Faran-fan-fan", de O. Silva e Athanásio Lima, "Conversa de botequim", de Vadico e Noel Rosa, "Minha palhoça", de J. Cascata, "Jogo proibido", de Tancredo Silva e David Silva, e "Se acaso você chegasse", de Lupicinio Rodrigues e Felisberto Martins, no LP "Na batida do samba", lançado pela Continental pelo cantor Risadinha. Atuou também na Rádio Nacional.

Mais visitados
da semana

1 Chico Buarque
2 João Gilberto
3 Pixinguinha
4 Geraldo Pereira
5 Tom Jobim
6 Caetano Veloso
7 Música Sertaneja
8 Noel Rosa
9 Jackson do Pandeiro
10 João Bosco