Busca:

Tony Campelo

Sérgio Beneli Campelo
24/2/1936 São Paulo, SP

Dados Artísticos

Começou a sua carreira profissional em 1958, quando lançou com a irmã o compacto "Perdoa-me (Forgive me)/Belo rapaz (Handsome boy)", sendo a última interpretada por ela, com arranjos de Mario Gennari Filho. No ano seguinte passou a apresentar com a irmã, na TV Record de São Paulo, o programa "Celly e Tony em hi-fi", com grande audiência para os padrões da época. No mesmo ano gravou o rock balada "Oh! Baby", de Mário Gennari Filho e Ed Rossi. Em 1960 lançou "Livro do coração", de David e Pockriss e "Sem o seu amor", de Neal sedaka e H. Greenfield, ambas com versão de Fred Jorge. Em 1961 gravou a clássica "Blue moon", de Rodgers e Hart. Gravou em dupla várias versões de sucessos internacionais com Celly, entre as quais destaca-se "Canário", de Luboff, Keith e Berman, versão de Fred Jorge. Seu maior êxito solo na década de 1960 foi o rock "Boogie do bebê", em 1963, também versão de Fred Jorge. Durante o período da Jovem Guarda destacou-se como produtor, trabalhando na RCA e na Odeon, lançando, entre outros, Sérgio Reis, Silvinha, Os Incríveis, Carlos Gonzaga, a dupla Deny e Dino e Luís Fabiano. Com grande êxito gravou vários LPs e compactos, sempre com versões de sucessos internacionais e apresentou-se em shows e programas de TV por todo o Brasil. Atuou também como ator em dois filmes: "Jeca Tatu", dirigido por Milton Amaral, em 1959, e, no ano seguinte, em "Zé do Periquito", com direção de Mazzaropi e Ismar Porto. Ao longo da sua carreira ganhou vários prêmios. Em 1961 e 1962 foi laureado com o Troféu Chico Viola, sendo que o do último ano foi compartilhado com a irmã. Em 1974, recebeu o prêmio Rock 74, pela produção do LP "Rock das quebradas". No ano seguinte, apresentou-se com Celly e vários outros artistas que fizeram sucesso no fim dos anos 1950 ao início dos 1960, na série de shows "Cuba-libre em hi-fi", na Boate Igrejinha, em São Paulo (SP). Trabalhou também na área de música sertaneja, produzindo vários LPs de Sérgio Reis, além da coletânea de discos "Luar do sertão". Foi o lançador da dupla Leo Canhoto e Robertinho. Produziu entre outras, a dupla Bob e Robinson. Considerado um dos precursores do rock no Brasil, ainda está em atividade, apresentando-se pelo interior paulista.

Mais visitados
da semana

1 Durval e Davi
2 Tiee
3 Vinicius de Moraes
4 Martha Rocha
5 Gilberto Monteiro
6 Festivais de Música Popular
7 Creone e Barrerito
8 Alceu Valença
9 Mayck e Lyan
10 Luiz Gonzaga