Busca:

Toniquinho Batuqueiro

Antônio Messias de Campos
25/2/1929 Piracicaba, SP
23/11/2011 Osasco, SP

Dados Artísticos

No início da década de 1970 participou do espetáculo “Nas quebradas do mundaréu”, idealizado por Plínio Marcos, do qual também participaram Zeca da Casa Verde e Geraldo Filme. Em 1974 o espetáculo virou LP, “Plínio Marcos em prosa e samba, nas quebradas do mundaréu”. Nessa mesma época formou o grupo Os Batuqueiros, ao lado de Geraldo Filme e Zeca da Casa Verde. Com o grupo se apresentou no espetáculo “Pagodeiros da Paulicéia”, também de Plínio Marcos e Geraldo Filme, no Teatro de Arena, em São Paulo.
Em 1971 participou da gravação do LP “Balbina de Iansã”, que reuniu a trilha sonora da peça homônima de Plínio Marcos e Geraldo Filme.
Em 1972 a escola de samba paulistana, Rosas de Ouro, defilou na avenida com o samba “Brasil de ontem, Brasil de hoje”, de sua autoria.
Em 2009 teve suas músicas gravadas na coleção “Memória do Samba Paulista”, produzida pela Associação Sambatá Música e Cultura e o Grêmio Recrativo Kolombolo Diá Piratininga. O disco, distribuído pela Tratore, foi seu primeiro CD solo e contou com as faixas “Kolombolo” (c/ T. Kaçula e Renato Dias), “Marra no mourão”, “Ditado antigo”, “Bolo de fubá” (c/ T. Kaçula e Renato Dias), “Sá dona” (c/ Geraldo Filme), “Tristeza”, “Terreiro ta” (c/ Carlão do Peruche), “Pé de serra”, “Quem vê”, “Saco vazio” (c/ Zeca da Casa Verde), “Carnaval colorido”, “Saudade do bonde”, “A pontinha”. O show de lançamento do disco foi realizado no SESC Santana, em São Paulo. Em 2012 o produtor musical Charles Gavin reeditou em CD, pelo selo Warner Music, o LP “Plinio Marcos em Prosa e Samba com Geraldo Filme, Zeca da Casa Verde e Toniquinho Batuqueiro”, lançado pela gravadora continental em 1974. 

Mais visitados
da semana

1 Pixinguinha
2 Nelson Cavaquinho
3 Chico Buarque
4 Tom Jobim
5 Clementina de Jesus
6 Francisco Alves
7 Lupicínio Rodrigues
8 Caetano Veloso
9 Noel Rosa
10 Ary Barroso