Busca:

Tomaz Miranda

Tomaz Disitzer Carvalho de Miranda
14/7/1987 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Iniciou sua carreira artística aos 14 anos de idade, apresentando-se em casas de shows, nos bairros da Lapa e da Zona Sul do Rio de Janeiro. Já se apresentou em casas na Argentina e na França. Integrou por dois anos consecutivos o corpo de Flautistas da ProArte, que passou a se chamar Orquestra de Sopros da ProArte. Filho de um dos fundadores do Bloco Carnavalesco Simpatia é Quase Amor, foi mestre-sala do bloco até aprender a tocar cavaco e integrar o conjunto de músicos, tornando-se, em seguida, diretor do bloco. Em 2012 lançou-se em carreira solo com o show “Nossa Roda de Samba”, apresentado no Centro Cultural Carioca, no Rio de Janeiro. Em 2013 realizou uma temporada de shows no bar Semente, no Rio de Janeiro. Como cavaquinista integrou os grupos Vai-da-Valsa e Coisa & Tal, nascidos dos encontros musicais no bar Bip-Bip, em Copacabana (RJ), além de acompanhar os cantores Lucio Sanfilippo e Marina Iris em suas apresentações. Em 2015 lançou o CD “Os sambas que me dizem”, que contou com músicas autorais como “Carnaval de rua”, “Jangadeiro” e “Morengueira contra o 0800”, todas em parceria com Manuela Trindade. O disco teve participação de Moacyr Luz, Beth Carvalho, Lucio Sanfilippo e Toninho Geraes. O show de lançamento do CD foi apresentado no Teatro Rival, no Rio de Janeiro. Foi um dos compositores do samba enredo de 2019 da Mangueira (GRES Estação Primeira de Mangueira), escola de samba campeã do carnaval de 2019. O samba “História pra ninar gente grande” ganhou o “Estandarte de Ouro” de “Melhor Samba Enredo”.

Mais visitados
da semana

1 Lupicínio Rodrigues
2 Garoto
3 Elza Soares
4 Pixinguinha
5 Assis Valente
6 Tom Jobim
7 Caetano Veloso
8 Luiz Gonzaga
9 Noel Rosa
10 Dorival Caymmi