Busca:

Tita Lobo


Manhuaçú, MG

Dados Artísticos

Em 1964, viajou para o Rio, onde gravou seu primeiro disco de bossa nova na gravadora Philips, com arranjos assinados por Eumir Deodato, Maestro Gaia, Paulo Moura e Meireles. Pelo LP, produzido por Armando Pittigliani, recebeu o prêmio de Melhor Intérprete de Samba Moderno.

Em 1965, ganhou o Prêmio Guarani, em São Paulo, e Menção Honrosa do jornal “Correio da Manhã”.

Em 1967, classificou-se no II Festival internacional da Canção com a música “Foi no Carnaval”.

Em parceria com Édison Lobo, lançou, em 1982, o LP “Novidade de vida”, contendo suas composições “Eu amo Jesus” (c/ Edson Lobo), “Falando a verdade” (c/ João Donato), “Nos braços de Deus” (c/ Jenny), “Pode chegar”, “Meus amigos”, “De dentro pra fora”, “A paz é possível” e “Vem o fim”, além de “Amor eterno” (Ricardo Campos) e “Dai Glórias” (Edson Lobo). O disco, produzido por Gabriel Pessanha, teve arranjos e regências de João Donato e Paulo Jobim.

De 1993 a 1995, morou em Boston, onde fez muitos shows e gravou com o baixista Edson Lobo, o pianista Alfredo Cardim e o baterista Joe Hunt.

Participou do songbook de João Donato, interpretando “Escafandrista”, parceria de ambos.

Em 2001, lançou, em parceria com Edson, Lobo CD “Gosto tanto”, com participações de João Donato, Robertinho Silva, Duduka da Fonseca, Jessé Sadock, Ricardo Pontes, Célia Vaz, Maucha Adnet e outros.

Suas músicas foram gravadas por Johnny Alf, Dóris Monteiro, Mireille Mathieu, Slide Hampton, Monica Hatch e Emílio Santiago.

Mais visitados
da semana

1 Kátia Di Tróia
2 Caetano Veloso
3 Noel Rosa
4 Gal Costa
5 João Cavalcanti
6 Gonzaguinha
7 Barreto e Barroso
8 Tiee
9 Psirico
10 Joaquim Calado