Busca:

Thereza Kury

Thereza Kury
1946 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Iniciou a carreira artística na década de 1960 participando do concurso "Um cantor por um milhão" obtendo as primeiras colocações o que lhe valeu um contrato com a gravadora Philips. Em 1966, participou da coletânea "Seleções favoritas do público" lançada pela gravadora Philips que contou, entre outros, com as presençcas de Hebe Camargo, Léo Vaz, Agnaldo Timóteo, e Roberto Luna. Nesse disco interpretou a balada "Rosas vermelhas para uma dama triste", versão de Romeo Nunes para a clássica "Red roses for a blue lady", de Tapper e Brodsky. No ano seguinte, participou da coletânea "Os novos reis do iê-iê-iê - Vol. 2" lançada pela Polydor interpretando "O direito de amar", tema de novela de sucesso na época, e "Ama-me por favor". Em 1968, juntamente com Leny Eversong, Hugo Santana, e outros, participou do LP  "O melhor dos festivais" da gravadora Hot/Rioson interpretando "Havia", de Antônio José do Espírito Santo, e "Capoeira", de Jair Amorim e Evaldo Gouveia. No ano seguinte, lançou o LP "Thereza no Sarau" gravado ao vivo na boite Sarau no Rio de Janeiro no qual interpretou "Roda viva", "A Rita", e "Quem te viu quem te vê", de Chico Buarque, "Primavera", de Niltinho, "Laranja madura", "Pois é" e "Ginga do samba", de Ataulfo Alves, "Na cadência do samba", de Ataulfo Alves e Paulo Gesta, "Red roses for a blue lady", de S. Tepper e R. Brodsky, "Helô Dolly", de J. Herman, "The world goes on", de Q. Jones, Marilyn e A. Burgman, "Pata pata", de M. Makeba e J. Ragovoy, "Mancada", de Gilberto Gil, "Amor de carnaval", de Zé Keti, "Só danço samba", de Tom Jobim e Vinicius de Moraes, "Ninguém carrega a nega", de A. Reis e Haroldo Barbosa, "O mundo encantado de Monteiro Lobato", de Batista da Mangueira e Darci Luis, " There's a kind of hush", de L. Reed e G. Stephens, e "The shadow of your smile", de J. Mandel e Paul Francis Webster. Em 1973, gravou a marcha "Amor demais", de Pedro Saraiva, incluída no LP "Carnaval dos 4 cantos - 74" da gravadora Guarani. 
Em 1996, lançou o CD "Miragem" no qual interpretou sucessos de Chico Buarque, Cartola, Marcos Valle, Edmundo Souto e Paulinho Soares. Participou em 2002, no Salão Leopoldo Miguez da Escola de Música da UFRJ, centro do Rio de Janeiro de espetáculo em homenagem ao compositor Lamartine Babo apresentando-se juntamente com os cantores Paulo Márques e Ester Santos, e de Suetônio Soares Valença e o conjunto Noites Cariocas. Em 2003, fez o show da abertura oficial do "11º Encontro da Feliz Idade", na cidade mineira de São Lourenço. Em 2004 e 2005, participou ao lado do grupo Cantoras do Rádio, como convidada especial, em algumas das recitas dos musicais "Tra lá lá", homenagem a Lamartine Babo, e "Estão voltando as flores", homenagem às divas do Rádio, ambas recitas dirigidas por R. C. Albin. Também em 2004, participou do projeto "Orlando Silva canta na praça" apresentado ao vivo no auditório da Rádio Nacional.  Ainda em 2005, participou do tradiconal baile de carnaval da Cinelândia, centro do Rio de Janeiro cantando clássicos do repertório carnavalesco. Nesse ano, participou do programa "Palco iluminado" transmitido ao vivo do auditório da Rádio Nacional com a presença de diversos artistas em homenagem ao compositor Braguinha.  Em 2017, apresentou-se na sexta-feira e no Domingo de Carnaval no Baile da Cinelândia, tradicional baile carnavalesco promovido pela prefeitura do Rio de Janeiro em frente à Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Mais visitados
da semana

1 Vinicius de Moraes
2 Tiee
3 Durval e Davi
4 Mayck e Lyan
5 As Marcianas
6 Festivais de Música Popular
7 Creone e Barrerito
8 Noel Rosa
9 Teresa Cristina
10 Gilberto Monteiro