Busca:

Teotônio Pavão

Teotônio Pavão
27/4/1915 Pratânia, SP
25/2/1988 São Paulo, SP

Dados Artísticos

De volta para São Paulo, começou a ensinar violão enquanto se recuperava. Como a empreitada deu certo , em 1957 resolveu abrir a Escola de Violão do Professor Pavão, no bairro do Cambuci, em São Paulo, que logo atraiu inúmeros alunos, especialmente moças, que naquele momento estavam interessadas em aprender a tocar violão, pois o instrumento deixava de ser considerado menor, especialmente a partir do sucesso da cantora Maysa. Entre seus alunos destacam-se Hebe Camargo, Míriam Batucada e Walderlei Cardoso, entre outros. Em 1958, passou a produzir na TV Tupi o programa "O violão é o Personagem", que intercalava apresentações de violão com histórias sobre o instrumento interpretadas pelos atores e atrizes da TV Tupi. Em 1959, formou um conjunto com suas melhores alunas e o batizou de  Garotas Violonistas. No mesmo ano, gravou solo um disco 78 rotações com duas composições de sua autoria. Pouco depois,teve sua composição "Capitão Feijão" gravada pelas Garotas Violonistas, grupo do qual faziam parte sua filha Antonio Maria Pavão, a futura Meire Pavão, e Regina Célia Bellochi, a futura cantora Regiane. Em seguida, embarcou com as Garotas Violonistas para uma viagem de navio até Buenos Aires, onde foram convidadas a gravar um LP e um compacto duplo pela Music Hall, quando foram chamadas de As garotas brasileñas. Em 1960, mudou o nome do grupo para Conjunto Piratininga, que logo depois gravou "Presidente bossa velha", de sua autoria, que serviu como tema de campanha de Jânio Quadros à presidência da República. No mesmo ano, reduziu o grupo a apenas quatro componentes e o rebatizou como Conjunto Alvorada, que realizou gravações até 1964. Fez também apresentações pelo Brasil e países da América do Sul, além de programas fixos de televisão. Em 1963, o Conjunto Alvorada gravou de sua autoria "Paraná", "Cidade sorriso" e "Machachá". No mesmo ano o conjunto The Hits gravou "Lição de twist", uma versão de sua autoria. Em 1964, compôs "O que eu faço do latim", versão de "Che me ne faccio del latino", de Bertolazzi e Beretta, sucesso na voz de sua filha Meire Pavão. A mesma cantora gravou ainda, de sua autoria e Albert Pavão, "História da menina boazinha" e "Família Buscapé". Em 1965, tornou-se pioneiro na criação de temas para telenovelas com "Balada para uma Deusa menina", gravada por Hugo Santana para a novela "A Deusa vencida". Em 1976, produziu para a RCA o LP "Lendas brasileiras", com interpretações de Meire Pavão e o grupo vocal Os Vikings. Em 1979, produziu para a RGE o LP "Lendas do Estado de São Paulo", com o Grupo Monções. Em 1987, escreveu as notas da contra capa do LP "O rock dos anos 60", uma coletânea dos primeiros anos do rock no Brasil. Teve ainda gravadas, as músicas "Festa de São Sebastião", por Tonico e Tinoco; "Pequena página de amor", por José Mendes e "Jeca Tatuzinho", pela dupla Tuta e Tote. Atuou como produtor do Projeto Minerva.

Mais visitados
da semana

1 Dorival Caymmi
2 Elza Soares
3 Luiz Gonzaga
4 Assis Valente
5 Caetano Veloso
6 Nelson Gonçalves
7 Jane e Herondy
8 Tom Jobim
9 Noel Rosa
10 Nelson Cavaquinho