Busca:

Telma Tavares

Telma Regina Simas Guerra Tavares Dias
7/6/1965 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Iniciou sua carreira artística como integrante do grupo feminino de samba Elas por Elas.

Atuou com Hermeto Paschoal, Beth Carvalho, Jorge Benjor e Alcione. Apresentou-se para o rei Hassan, em Marrocos, e com Pablo Milanês, em Cuba. Gravou um disco de sambas de enredo, produzido por Roberto Menescal, direcionado para o mercado japonês.

Participou, como cantora e atriz, de grupos musicais, com os quais atuou no circuito universitário.

Atuou em espetáculos como "Gonzaguinha na voz de Telma Tavares" e "Romântica saudade", este último em homenagem a Aracy Côrtes e Elis Regina.

Em 1999, apresentou-se, acompanhada pela Orquestra Sinfônica do Rio de Janeiro, em "A estória de João-Joana", musical realizado no Teatro Municipal do Rio de Janeiro por ocasião da comemoração dos 50 anos de carreira de Sergio Ricardo. O espetáculo contou também com a participação do compositor, além de Chico Buarque, Elba Ramalho, Alceu Valença e Zélia Duncan, tendo sido registrado em CD pelo selo Rádio MEC/Eldorado. Participou, ainda, do elenco de "Jerusalém", musical escrito pelo compositor Altay Veloso.

Em 2000, apresentou-se no Teatro Rival (RJ), com o show "Ancestrais", título inspirado em "Samba para os ancestrais" (Rosinha de Valença e Martinho da Vila). O espetáculo contou com a participação especial de Sérgio Ricardo. A cantora foi acompanhada por uma banda formada por Misael da Hora (piano), Ovídio (percussão), Tuca Alves (direção musical, guitarra e violão), Digão (bateria) e Lancaster (baixo). Ainda nesse ano, foi especialmente convidada pelo diretor e roteirista Ricardo Cravo Albin para cantar ao lado de Johnny Alf no show "Da fossa à bossa", terceiro segmento da coletânea de 4 espetáculos intitulada "MPB: A história de um século", encenado no Teatro III do Centro Cultural Banco do Brasil (RJ).

Em 2001, recebeu o título de Cidadã Benemérita do Rio de Janeiro, por serviços prestados a comunidades carentes.

Em 2002, lançou o CD "Telma Tavares", contendo suas composições "Babalobare", "Pergunte ao Criador" e "Dois cardumes", todas com Paulo César Feital, "Perfume francês", "O amor é assim" (c/ Tainã), "Alta madrugada" (c/ Delcio Carvalho), "Iabassê" (c/ Roque Ferreira) e "Ser em extinção", além de "Vai vadiar" (Ratinho e Monarco), "Quebradeira de coco" (Roque Ferreira), "Zelão" (Sérgio Ricardo), "Extra" (Gilberto Gil) e "Nova ilusão" (Claudionor Cruz e Pedro Caetano).

Atuou também como radialista, apresentando programas na Rádio Viva Rio.

Em 2005, fez show na Sala Funarte Sidney Miller (RJ).

Lançou, em 2012, o CD “Veia mestiça”, com suas canções “Corpo fechado”, “Beco sem saída”, “Chama de amor”, “A ronda da roda”, “Luz de aiucá”, “Agarradinho” e a faixa-título, todas com Roque Ferreira, “Juriti, flor e café” e “Tá escrito (Baralho Cigano)”, ambas com Tainã Uarani, “Tempero” (c/ Délcio Carvalho), “Nair Grande (A Bambambã do Fuzuê)” (c/ Paulo César Feital) e “Carioca da gema (Rio de Janeiro)”. O disco contou com a participação de Leci Brandão (na faixa “Carioca da gema”), Roque Ferreira (na faixa “A ronda da roda”) e Alcione (na faixa “Nair Grande”).

Mais visitados
da semana

1 Lupicínio Rodrigues
2 Joaquim Calado
3 Hermeto Pascoal
4 Caetano Veloso
5 Pixinguinha
6 Tom Jobim
7 Noel Rosa
8 Festivais de Música Popular
9 Chico Buarque
10 Dorival Caymmi