Busca:

Teddy Vieira

Teddy Vieira de Azevedo
23/12/1922 Itapetininga, SP
16/12/1965 Itapetininga, SP

Dados Artísticos

Fez a primeira composição aos 18 anos. Aos 22 começou a trabalhar na Colúmbia, da qual foi diretor artístico. Em 1950, teve a sua primeira composição gravada pela dupla Tonico e Tinoco,  a moda de viola "Violeiro casado", em parceria com Tonico. Em 1952, Zé Carreiro e Carreirinho gravaram a moda de viola "Irmão do Ferreirinha", parceria de Teddy com Carreirinho. No mesmo ano, Palmeira e Luisinho gravaram a moda de viola "Caçada do pardo", de Teddy Vieira e Luisinho. Em 1953, Vieira e Vieirinha lançaram a moda de viola "Roubei uma casada", primeiro sucesso de uma das mais afamadas duplas de compositores sertanejos, Teddy Vieira e Lourival dos Santos. Em 1954, Palmeira e Biá gravaram a toada "Couro de boi", parceria de Palmeira e Teddy Vieira que se tornaria grande sucesso. Em 1955, Luisinho e Limeira lançaram pela RCA Victor um dos maiores clássicos da música sertaneja, parceria de Teddy e Luisinho, o cururu "Menino da porteira", regravada inúmeras vezes, entre outros por Tonico e Tinoco e Sérgio Reis. No mesmo ano, as Irmãs Galvão gravaram outra parceria de Teddy e Lourival dos Santos, o xote "Não interessa", pela RCA Victor. Em 1956, outro grande sucesso de Teddy Vieira (em parceria com Muibo Curi), seria lançado: a toada "João de barro", gravada por Mineiro e Manduzinho e anos depois regravada por Sérgio Reis. Naquele mesmo ano, Teddy Vieira passou a ser diretor sertanejo da Colúmbia. Lançaria as duplas Tião Carreiro e Pardinho e Zico e Zeca. No mesmo ano, a dupla Tião Carreiro e Pardinho lançaria a moda de viola "Boiadeiro punho de aço", de Teddy Vieira e Pereira, que logo se tornaria sucesso. Em 1958, transferiu-se para a Chantecler como diretor artístico. Em 1959, compôs, com Lourival dos Santos, o  "Pagode em Brasília", composição que ficou consagrada na interpretação de Tião Carreiro e Pardinho, lançando um novo ritmo, o pagode sertanejo. Esta composição coincidiu com a inauguração de Brasília e seus autores foram homenageados pelo então Presidente da República Juscelino Kubitschek. Foi justamente nas vozes da dupla Tião Carreiro e Pardinho que Teddy Vieira conheceu alguns de seus maiores sucessos, como o "Rei do gado", "Nove e nove", em parceria com Lourival dos Santos e Tião Carreiro, "O mineiro e o italiano", com Nelson Gomes, "Porta fechada", com Moacyr dos Santos e outras. Deixou mais de 200 composições gravadas. Em 2002, teve a sua música "Pagode em Brasília" (c/ Lourival dos Santos) gravada no CD ao vivo "Acústico", da dupla Edson e Hudson, lançado pela Deckdisc. Em 2005, Edson e Hudson gravaram também outra música de sua autoria, "Menino da Porteira", no CD "O melhor de E&H", também pelo selo Deckdisc. Em 2007, teve a música "Menino da Porteira", de sua autoria com Luisinho, gravada no CD ao vivo "Coração Caipira", que foi lançado numa parceria entre o cantor e compositor Tinoco, da dupla Tonico e Tinoco e o cantor e violeiro Mazinho Quevedo. O disco do selo Som Livre, foi produzido por Mazinho Quevedo, Tinoco e José Carlos Perez. Em 2010, teve a sua música "Pagode em Brasília" (c/ Lourival dos Santos) gravada por Bruna Viola, em seu primeiro CD solo. A mesma cantora e violeira se apresentou, no mesmo ano, com essa canção no festival "Voa Viola".

Mais visitados
da semana

1 Noel Rosa
2 Chitãozinho e Xororó
3 Bibi Ferreira
4 Tom Jobim
5 Hermeto Pascoal
6 Nelson Cavaquinho
7 Luiz Gonzaga
8 Cat Dealers
9 Gerlane Lops
10 Caetano Veloso