Busca:

Solange Kafuri

Solange Kfuri Moreira da Silva
9/10/1950 Rio de Janeiro, RJ

Biografia

Diretora e produtora de shows e eventos. Cantora.

Estudou canto com Eládio Perez Gonzales.

Entre 1982 e 1986, fez parte da diretoria da Associação de Produtores de Discos Independentes (APDI).

Em 1983, gravou o LP independente "O canto que trago", lançado pela Paladar Produções Artísticas, de Darcy de Paulo. Ainda nesse ano, apresentou-se no Barbas (RJ), acompanhada ao piano por Roger Henri. Também em 1983, dividiu o palco do Clube do Samba (RJ) com Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito.

Em 1984, apresentou-se com Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito, no Clube do Samba (RJ). Nesse mesmo ano, realizou temporada de duas semanas de shows na Sala Funarte (RJ), acompanhada por Roger Henri (piano) e Ênio Santos (baixo), além de Pascoal Meirelles e Mário Negrão (revezando-se na bateria). Também em 1984, participou da equipe que produziu o show "Venceremos", realizado no Teatro João Caetano (RJ), no qual 35 artistas como Paulinho da Viola, Chico Buarque, Joyce, Fagner, Milton Nascimento e Aldir Blanc, entre outros, homenagearam os irmãos Betinho, Henfil e Chico Mário, com o objetivo de levantar recursos para a compra do medicamento AZT, na campanha contra a Aids. O show contou com uma platéia de duas mil pessoas e foi apresentado por Toni Ramos. Ainda nesse ano, produziu, com Antonio Adolfo, o show de entrega do Troféu Chiquinha Gonzaga, que premiou os melhores discos independentes lançados no ano, em evento realizado na Sala Funarte (RJ).

Em 1986, dirigiu o show de lançamento do livro "Dança do mar", de Chico Mário, realizado na Casa de Cultura Laura Alvim (RJ), com Chico Mário e o Conjunto Galo Preto. Dois anos depois, atuou como assistente de direção de Ricardo Cravo Albin, no show "O cordão dos puxa-sacos", com Marília Barbosa e Chamon, realizado na Sala Funarte (RJ), em homenagem a Roberto Martins.

Em 1989, dirigiu, com Maurício Figueiredo, o show "Tributo a Billy Holiday", com a cantora Celeste, realizado no Rio Jazz Club (RJ). Ainda nesse ano, dirigiu o show "Meus velhos amigos", com Chamon e Edson Frederico, que contou com a participação especial de Roberto Martins, Mario Lago, Herivelto Martins, Braguinha e Alcyr Pires Vermelho.

Em 1991, idealizou, dirigiu e produziu o projeto "Poeta, mostra a tua cara", levando ao palco expressivos letristas da música popular brasileira, acompanhados de seus convidados especiais, em shows realizados no Rio de Janeiro, Niterói e São Paulo. Foram apresentados os seguintes espetáculos: "Sérgio Natureza & Paulinho da Viola", "Paulo César Pinheiro & João Nogueira e Moacyr Luz", "Fernando Brant & Milton Nascimento", "Marcio Borges & Lô Borges", "Murilo Antunes & Leila Pinheiro", "Nélson Motta & Leila Pinheiro, Elba Ramalho, Guilherme Arantes, Djavan, Joyce, Lulu Santos e As Frenéticas", "Paulo Coelho & Jerry Adriani", "Capinam & Gilberto Gil", "Geraldo Carneiro & Olívia Byington", "Abel Silva & Moraes Moreira, Sueli Costa e João Bosco", "Fausto Nilo & Fagner", "Hermínio Belo de Carvalho & Alaíde Costa", "Paulinho Tapajós & Golden Boys e Beth Carvalho", "Costa Neto & Roberto Menescal e Leila Pinheiro", "Nei Lopes & Marquinhos Satã", "Guilherme de Brito & Nelson Sargento", "Mário Lago & Raul de Barros", "Ronaldo Bôscoli & Leila Pinheiro, Wanda Sá e Roberto Menescal", "Paulo Sérgio Valle & Marcos Valle e Eduardo Lage" e "Tavinho Paes & Tânia Alves".

Em 1993, assinou a direção do show "Tango", com a cantora Marcia Cabral.

Idealizou, dirigiu e produziu o projeto "Filhos da bossa", realizado no Rio Jazz Club (RJ), em 1994, e na Casa de Cultura Estácio de Sá (RJ), em 1996. A série de espetáculos contou com a participação de João Donato, Roberto Menescal, Wanda Sá, Os Cariocas, Thata, Carlos Lyra, Kay Lyra, Clarisse, Roberto Rosemberg, Cris Delano, Bena Lobo e Mièle, entre outros.

Dirigiu e produziu o show "Grandes sambistas", com Zé Kéti, Nélson Sargento e Guilherme de Brito, com participação especial de Beth Carvalho, realizado na Casa de Rui Barbosa (RJ), em 1995, e no Teatro Rival (RJ), em 1996. Nesse ano, dirigiu, ainda como parte do projeto "Poeta, mostra a tua cara", o show "Gianfrancesco Guarnieri & Marília Medalha e Grupo Catavento", com participação especial de Carlos Lyra e Edu Lobo.

Em 1997, assinou a direção do primeiro show solo da cantora Carol Saboya, realizado no Hipódromo Up (RJ). A partir desse ano, passou a exercer a função de empresária de Roberto Menescal e Wanda Sá, produzindo shows dos artistas em todo o país.

Em 1998, foi responsável pela direção do primeiro show solo da cantora Kay Lyra, realizado na Sala Funarte (RJ).

No ano seguinte, idealizou, dirigiu e produziu o projeto "Diz que fui por aí - A vida de Nara Leão", cuja estréia foi realizada no Centro Cultural Banco do Brasil (RJ), com a participação das cantoras Wanda Sá, Cris Delano, Clarisse, Kay Lyra e Cláudia Neto e dos músicos Kiko Furtado, Antonio Adolfo e Roberto Menescal, os dois últimos responsáveis também pela direção musical do espetáculo. Ainda em 1999, exerceu a função de curadora da exposição "Nara pede passagem", no BNDES. Também nesse ano, idealizou, dirigiu e produziu o espetáculo "Nara, uma senhora opinião", realizado no Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Vitória (ES). O show foi transmitido para todo o país, através do programa "Ao vivo entre amigos" (Rádio MEC-TVE), apresentado por Ricardo Cravo Albin.

Em 2000, produziu e dirigiu o show realizado no Garden Hall (RJ) em homenagem aos 40 anos de carreira do compositor Roberto Menescal, com o lançamento do songbook "O melhor de Roberto Menescal" (assinando também o texto biográfico, em parceria com seu filho Felipe Kafuri) e do CD "Bossa Evergreen". O espetáculo contou com a participação de Leila Pinheiro, Tania Maya, Claudette Soares, Os Cariocas, Danilo Caymmi, Emílio Santiago, Wanda Sá, Cris Delano, Claudia Telles, Kiko Furtado, Banda Cuca Monga, Grupo Equale, Paulo Coelho e Miéle. Realizou, ainda nesse ano, a produção dos shows "Johnny Alf" (Projeto Brunch Cultural/RJ), "Cris em Tom maior", com Roberto Menescal e Cris Delano (Zanzibar/Vitória, ES), e "Marcos Valle" (Projeto Brunch Cultural/RJ).

Concebeu e assinou a direção artística do espetáculo “Bossa Nova in Concert”, com pesquisa e textos de Heloisa Tapajós, realizado no Canecão (RJ), em 2004, e no Parque dos Patins, em 2005, com a participação de João Donato, Os Cariocas, Johnny Alf, Leny Andrade, Pery Ribeiro, Roberto Menescal, Carlos Lyra, Durval Ferreira, Marcos Valle, Wanda Sá e Bossacucanova, tendo como convidados especiais Eliane Elias (no Canecão, RJ) e Oscar Castro Neves (no Parque dos Patins, RJ). O show do Parque dos Patins foi gravado ao vivo e gerou o CD e o DVD “Bossa Nova in Concert” (EMI Music/2005).

Em 2008, concebeu e assinou a direção artística do espetáculo "Bossa nova 50 anos", realizado na Praia de Ipanema, no Rio de Janeiro. No elenco, Carlos Lyra, Roberto Menescal, Oscar Castro Neves, Wanda Sá, Leila Pinheiro, Emílio Santiago, Zimbo Trio, Leny Andrade, Maria Rita, Fernanda Takai, João Donato, Marcos Valle e Patrícia Alvi, Bossacucanova e Cris Delanno. O show, em comemoração aos 50 anos da bossa nova, e também celebrando o aniversário da cidade do Rio de Janeiro, teve concepção e direção de Solange Kafuri, direção musical de Roberto Menescal e Oscar Castro Neves, pesquisa e textos de Heloisa Tapajós, e apresentação de Miele e Thalma de Freitas.

É sócia, juntamente com sua filha Giselle Kafuri, da MPB Marketing Produções Artísticas, através da qual realiza eventos e shows por todo o país, exercendo, ainda, a função de diretora da empresa. Concebeu e dirigiu, em 2011, o projeto “A Bossa do Samba”, apresentado no espaço Oi Futuro (RJ). Com curadoria de Rildo Hora e Marco Antonio Bompet, arranjos e direção musical de Itamar Assiere, apresentação em vídeo de Tárik de Souza, pesquisa de Heloisa Tapajós, coordenação geral e direção de produção de Giselle Kafuri, e produção executiva de Humberto Braga, o projeto reuniu, em cada semana do mês de agosto, as seguintes duplas: João Donato e Maíra Freitas; Roberto Menescal e Teresa Cristina; Carlos Lyra e Nilze Carvalho; e Marcos Valle e o grupo Casuarina.

BIBLIOGRAFIA CRÍTICA:



ALBIN, Ricardo Cravo. Dicionário Houaiss Ilustrado Música Popular Brasileira - Criação e Supervisão Geral Ricardo Cravo Albin. Rio de Janeiro: Edição Instituto Antônio Houaiss, Instituto Cultural Cravo Albin e Editora Paracatu, 2006.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008.

Mais visitados
da semana

1 Caetano Veloso
2 Tom Jobim
3 Assis Valente
4 Nelson Cavaquinho
5 Música Sertaneja
6 João Gilberto
7 Hermeto Pascoal
8 Chico Buarque
9 Gilberto Gil
10 Noel Rosa