Busca:

Silvio Santisteban


5/7/1949 São Paulo, SP

Dados Artísticos

Iniciou sua carreira profissional na década de 1960, como contratado da TV Record. Participou de programas como "O Fino da Bossa”, com Elis Regina, e "Bossaudade", com Elizeth Cardoso.

Em 1966, patrocinado pela Fábrica de Violões Di Giorgio, viajou para os Estados Unidos, apresentando-se em Los Angeles e Las Vegas. Nessa oportunidade, gravou seu primeiro LP, “Six Strings Poetry” (Epic Records).

Foi o primeiro violonista do mundo a gravar o "jequibau", ritmo em compasso de 5 tempos criado por Mario Albanese e Ciro Pereira, do qual é até hoje um divulgador juntamente com o violonista Bonfim.

Ainda nos anos 1960, formou dupla com o violonista Macumbinha. Apresentou-se em diversos programas de Rádio e TV em São Paulo, com destaque para "Consulte o Seu Atlas" (TV Bandeirantes), "Recitais Di Giorgio" (Rádio Bandeirantes) e "Som Brasil" (TV Globo), com Rolando Boldrin.

Deu aulas de violão pela TV Cultura e pela TV Gazeta (nos programas "Clarice Amaral" e "Mulheres"), e também pela TV Record.

Apresentou-se como solista de orquestra em São Paulo, Ribeirão Preto e Tatuí, no Concerto em Ré Maior de Vivaldi, realizado no teatro Municipal de São Paulo, no MASP e em outros espaços.

Foi convidado, juntamente com outros violonistas brasileiros, a participar do projeto "Violões Brasileiros", realizado no Memorial da América Latina.

Foi catedrático de Violão na Faculdade de Música Santa Marcelina.

Criou seu próprio método de ensino, utilizado em sua Escola, em São Paulo, e também por outros professores.

Em 1982, gravou o LP “Silvio Santisteban”. Ainda na década de 1980, participou do LP “O fino do violão”, dividindo com Macumbinha a faixa "Jequi-Bach" (Albanese e Pereira).

Em 1990, com patrocínio da Di Giorgio, gravou “Violão em vídeo”, primeiro registro em vídeo, no Brasil, de uma aula de violão.

Em 1992, participou, ao lado de Paulinho Nogueira, Rago, Henrique Pinto, André Geraissati, Ivan Paschoito, Paulo Belinatti, Manoel Andrade, José Coelho, Bonfim, José de Oliveira, Antero Martins e Fernando de La Rua, entre outros instrumentistas, do vídeo “Violões do Bixiga”, documentário sobre o trabalho do professor Ronoel Simões, com apoio cultural da Di Giorgio.

Em 2003, lançou o CD “Um violão no cinema”, contendo temas de filmes arranjados para violão.

Mais visitados
da semana

1 Noel Rosa
2 Nelson Cavaquinho
3 Chitãozinho e Xororó
4 Hermeto Pascoal
5 Gerlane Lops
6 Tom Jobim
7 Bibi Ferreira
8 Dorival Caymmi
9 Cat Dealers
10 Elza Soares