Busca:

Silvio Salema

Silvio salema
30/10/1901
29/10/1976

Dados Artísticos

Iniciou a carreira como crooner da Orquestra do Hotel Itajubá. Em 1928, ingressou na gravadora Parlophon e lançou seu primeiro disco com acompanhamento da Hotel Itajubá Orquestra interpretando os tangos "Quando me beijas", de Pedro Cabral e "Benzinho do coração", de Ari Kerner. Nesse ano, gravou com a Orquestra Parlophon os fados "Guitarrada" e "Meditando", de Eduardo Souto; a canção "Ontem e hoje", de Verdi de Carvalho e o tango "O que tu és", de Dora Montenegro. Em 1929, voltou a gravar com a Hotel Itajubá Orquestra registrando os tangos "Alma de boêmio" e "Por um beijo teu", de Pedro Cabral; a toada "Velho pinho", de P. Nimac; as valsas "Olhar de fogo", de Plínio Brito e "Morrer de amor", de Pedro Cabral e o samba "Morena cor de canela", de Ari Kerner. Gravou também com a mesma orquestra a canção "Tristezas de rolinha", de Pedro e Sá Pereira e a "Modinha brasileira", de De Chocolat, que fizera sucesso na revista "Tudo preto", também de De Chocolat.

No final de 1929, transferiu-se para a gravadora Victor na qual lançou alguns discos. Suas duas primeiras gravações nessa gravadora ocuparam o lado A dos discos ficando o lado B com o cantor Breno Ferreira. Com acompanhamento da Orquestra Victor, registrou nesses discos o samba "Rosa meu amor", de Rogério Guimarães e André Filho e a marcha "Seu Agache", de Ari Kerner. Também nesse ano, gravou com a Orquestra Victor Brasileira, em disco que tinha na face B a cantora Jesy Barbosa, a valsa "Voz solitária", de João Martins.

Lançou para o carnaval de 1930 a marcha "Eu sou é Ulio", de José Francisco de Freitas. Nesse ano, gravou as canções "O papagaio de papel" e "Na estrada da vida", de sua autoria e J. Carlos.

Em 1931, retornou para a Parlophon e gravou a canção "Ave Maria", de sua autoria e o "Hino ao cardeal D. Leme", de Homero Dornelas e Lieda Cristina. Em 1932, gravou com acompanhamento da Orquestra Guanabara as valsas "Onde está o meu amor?", de Capiba e J. Coelho Filho e "Valsa verde", de Capiba e Ferreira dos Santos. Esse foi o primeiro registro da posteriormente famosa "Valsa verde", homenagem de Capiba aos formandos de Medicina. No mesmo ano, registrou com a Orquestra Guanabara as valsas "A valsa do meu amor" e "Fidelidade", da dupla Gastão Lamounier e Paulo Gustavo.

Gravou um total de 32 discos pelas gravadoras Parlophon e Victor com um total de 27 músicas.

Mais visitados
da semana

1 Música Sertaneja
2 Daniela Mercury
3 Tom Jobim
4 Dorival Caymmi
5 Noel Rosa
6 Caetano Veloso
7 Gilberto Gil
8 Luiz Gonzaga
9 Hermeto Pascoal
10 Assis Valente