Busca:

Sérgio Carapreta

Sérgio Manuel Amâncio
1949 Rio de Janeiro, RJ
16/6/2018 Mesquita, RJ

Dados Artísticos

No ano de 1961começou a atuar na organização de blocos carnavalescos da região de Nova Iguaçu e adjacências, tais como Bloco Passo do Ganso e Bloco Bambas da Vila, entre outros. Posteriormente, passou para a organização em escolas de samba como Leão de Nova Iguaçu, Portela e União da Ilha do Governador. No ano de 1986, em parceria com Maninho, criou a UNILHA, considerada a primeira torcida organizada de uma escola de samba do Rio de Janeiro e do Brasil, para a da Escola de Samba União da Ilha do Governador. Em 2005, foi um dos idealizadores e fundadores do "Trem da Harmonia Destino Baixada", instituição atuante na viabilização do desenvolvimento do trabalho social envolvendo o carnaval, rodas de sambas da região de Nova Iguaçu e do entorno, assim como no compromisso com o resgate da história da cidade e na disseminação e difusão do conhecimento e valorização do samba, da cultura negra e das manifestações culturais da Baixada Fluminense. No ano de 2011, ao lado do cantor, compositor e pesquisador de cultura afro-brasileira Edinho de Oliveira (Edson José Alfredo de Oliveira), levou o projeto "Trem da Harmonia Destino Baixada" para a esfera acadêmica da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ - Campus Nova Iguaçu - Prédio do Instituto Multidisciplina - IM). No ano seguinte, em 2012, a convite dos organizadores e coordenadores Luiz Anselmo e Sérgio Fonseca, participou do "Ciclo de Palestras Sobre Escolas de Samba do Rio de Janeiro", no auditório do Colégio João Luiz Nascimento (FAETEC), ao lado de outros convidados-palestrantes como Wilson Bombeiro, Gabriel Turano, Edeor de Paula, Fábio Pavão, Ricardo Barbieri e Marcelo Mello. Neste mesmo ano, na Casa de Cultura de Nova Iguaçu (CCNI), como presidente da Instituição "Trem da Harmonia Destino Baixada" entregou a "Medalha de Honra ao Mérito Aos Sambistas Iguaçuanos" para os compositores Pinga, Messias, Cláudio, Crispin, Caboré e Jairo Bráulio. Após a solenidade o grupo Panela de Barro apresentou-se e acompanhou os homenageados em suas composições. Como presidente da entidade "Trem da Harmonia Destino Baixada", e em parceria com a Prefeitura Municipal de Nova Iguaçu, prestou homenagem ao compositor Dedé da Portela, inaugurando um busto do sambista na praça que leva seu nome no Conjunto Habitacional Tertuliano Potyguara, com shows dos grupos Panela de Barro e Samba da Casa Amarela. Ainda em 2012, a convite dos mediadores Prof. Doutor Otair Fernandes e Ahyas Siss, participou com depoimento e palestra da "Roda de Conversa - Sambas e Compositores da Baixada Fluminense", integrante do "Programa de Educação Tutorial PET/ Conexões de Saberes, realizado no Campus de Nova Iguaçu da UFRRJ - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Na ocasião, também participaram da mesa de conversa o professor e letrista Sérgio Fonseca, Jairo Bráulio de Oliveira, Dondi, Paulinho Manabú, Pinga, Carlinhos Pretinho, Marcos Cabeça Branca, o violonista Evandro Lima, Carlos Ângelo, Antônio Lenilson de Oliveira e Adilson Magrinho. No ano de 2013, foi um dos fomentadores e idealizadores do livro "Frutos da Terra: Sambas e Compositores Iguaçuanos", volume lançado pelo Núcleo LEAFRO (Laboratório de Estudos Afro-brasileiro e Indígenas), da UFRRJ, trabalho este considerado um dos desdobramentos da ação implantada pelo projeto "Trem da Harmonia Destino Baixada", com depoimentos de compositores, baianas e passistas, além de debates e palestras com jornalistas ligados ao samba e à cultura afro-brasileira. No ano de 2018 o "Trem da harmonia - Destino Baixada - Dia Nacional do Samba" lhe prestou homenagem na roda de samba "Juntos Pelo Samba", no Quilombo da Marambaia, no bairro de Jardim Parque Estoril Marambaia, na cidade de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.      BIBLIOGRAFIA CRÍTICA CONSULTADA:   FERNANDES, Otair e SILVA, Edna Inácio da Silva (Organizadores). Frutos da Terra: Sambas e Compositores Iguaçuanos. Rio de Janeiro: Núcleo LEAFRO (Laboratório de Estudos Afro-brasileiro e Indígenas), da UFRRJ (Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro), 2013. MATUS, Moduan. Histórias de Nova Iguaçu - Iguassú - Recortes de uma cronologia ilustrada de 510 anos. Nova Iguaçu, Rio de Janeiro: Editora do Autor, 2018.

Mais visitados
da semana

1 Pixinguinha
2 Ricardo Cravo Albin
3 Luiz Vieira
4 Geraldo Pereira
5 Tom Jobim
6 Chico Buarque
7 Nelson Cavaquinho
8 Hermeto Pascoal
9 Caetano Veloso
10 Raul Seixas