Busca:

Sérgio Belluco

Sergio Napoleão Belluco
8/7/1931 Piracicaba. SP

Dados Artísticos

Na década de 1970 fundou o conjunto de choro Som Brasileiro e o grupo Serenata, nos quais executava o violão de sete cordas, além de conceber os arranjos. Compôs cerca de oitenta músicas, abrangendo os universos erudito e popular. Suas obras de câmara para violão são apreciadas e executadas no mundo todo, além de seus estudos para violão clássico e popular. No ano de 2015 o grupo de choro da cidade de Piracicaba, Água de Vintém, formado por Marcus Godoy (violão de sete cordas), Saulo Ligo (cavaquinho), Guilherme Soares (violão de seis cordas), Vitor Casagrande (bandolim e violão tenor) e Xeina Barros (pandeiro) lhe prestou homenagem lançando o CD "Água de Vintém interpreta Sérgio Belluco", integrado por 13 composições, das quais se destacara as faixas "Melancólico" e "Dialogando". O disco contou com texto de apresentação do violonista Alessandro Penezzi, do qual destacamos o seguinte trecho:   "Quando me tornei aluno de violão do professor Sérgio aos 11 anos, minha vida adquiriu um colorido novo. Sua forma de ensinar e sua paciência me libertaram de velhos traumas e vícios, prevenindo outros. Em doses homeopáticas ele foi me descortinando o mundo mágico da música e do choro com as mais lindas cores que eles poderiam ter. Hoje temos nesse disco o compositor Sérgio Belluco, melodista inspiradíssimo e por vezes inusitado, cheio de lirismo. Trata cada nota de suas composições com a delicadeza das cores com que cria suas telas. No que se refere ao regional, teremos o prazer de ouvir músicos que, apesar da pouca idade, já trazem na bagagem experiência de sobra, bom gosto, técnica e precisão. Dentre os jovens grupos que temos notícia, o Água de Vintém é um dos mais atuantes e representativos do choro autêntico. Deixo minhas congratulações à iniciativa dos integrantes de registrar as composições desse músico brasileiro tão importante, cultuador e continuador da escola do violão brasileiro, erudito e do choro".   O CD foi lançado no Teatro Erotides de Campos (Teatro do Engenho), de Piracicaba, com as participações especiais de Rafael Toledo (percussão), Alessandro Penezzi (violão), Leandro Oliveira (flauta), Rui Kleiner e a presença do compositor homenageado Sérgio Belluco.

Mais visitados
da semana

1 Lupicínio Rodrigues
2 Hermeto Pascoal
3 Joaquim Calado
4 Caetano Veloso
5 Noel Rosa
6 Festivais de Música Popular
7 Tom Jobim
8 Pixinguinha
9 Chico Buarque
10 Dorival Caymmi