Busca:

Sebastião Vitor

Sebastião Vitor

Dados Artísticos

Suas primeiras composições gravadas datam de meados dos anos 1950. Teve composições gravadas por importantes nomes da música sertaneja, entre os quais Liu e Léu, Vieira e Vieirinha, Zico e Zeca, Tião Carreiro e Zé Gregório e Zilo e Zalo. Em 1954, Zico e Zeca gravaram a toada canção "Gaúcha", de sua parceria com Teddy Vieira. Em 1955, teve gravadas, entre outras composições, a moda de viola "Folha caída", de parceria com Teddy Vieira, por Zé Mariano e Tibagi, o cururu "Duas balas de ouro", feito com Lourival dos Santos, gravado por Zico e Zeca, e a também moda de viola "Silêncio do berrante", em parceria com Arlindo Pinto e gravada por Vieira e Vieirinha e seu maior sucesso. Em 1956, Vieira e Vieirinha gravaram a moda de viola "Castigo do boiadeiro", de parceria com Arlindo Pinto. Em 1958, fez com Fernandes a moda de viola "Tia Geralda", gravada por Vieira e Vieirinha. Em 1959, compôs o rasqueado "Rio Paraguai", com Zé Pagão e gravado por Zé Pagão e Fostino. Em 1960, compôs, entre outras, o cururu "Caçador", com Carreirinho e gravado por Vieira e Vieirinha, a guarânia "Nunca mais", com Miltinho, gravada por Zilo e Zalo, a canção rancheira "Arrependida", com Doquinho e gravada pelo Trio Aliança, e o pagode "Criminosa", com Lourival dos Santos, gravado por Tião Carreiro e Zé Gregório. Em 1961, compôs com Arozito o baião "Céu brasileiro", gravado por Moreno e Moreninho. Em 1962, compôs com Pirassununga a toada "Meu ranchinho", gravada por Liu e Léu. Teve como um de seus principais parceiros o compositor e produtor Teddy Vieira, com quem compôs, entre outras, as modas de viola "Folha caída" e "Desastre de Rio Pardo". Com Tião Carreiro compôs o samba "Falsidade" e a canção rancheira "Amigo sincero", entre outras. Em 1963, compôs com Miltinho a rumba "Bendito amor", gravada por Tibagi e Miltinho, com Tião Carreiro compôs o pagode "Rei sem coroa", que se tornou um grande sucesso na voz de Tião Carreiro e Pardinho, e com Valter Amaral compôs a moda de viola "Campeão de pealo", gravada por Sulino e Marroeiro. Em 1988, Lourenço e Lourival gravaram dele e Dino Franco a composição "Juramento". Fez composições de diversos gêneros, como toadas, arrasta-pés, cururus, canções rancheiras, tangos e guarânias.

Mais visitados
da semana

1 Chico Buarque
2 Caetano Veloso
3 Dorival Caymmi
4 Música Sertaneja
5 Luiz Gonzaga
6 Hermeto Pascoal
7 Nelson Gonçalves
8 Tom Jobim
9 Daniela Mercury
10 Noel Rosa