Busca:

Sandy

Sandy Leah Lima
28/1/1983 Campinas, SP

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

Neta, filha e irmã de músicos, formou com o irmão Júnior uma dupla vocal que estreou em público em 1989 no programa "Som Brasil", apresentado por Lima Duarte na Rede Globo. Na ocasião, a cantora tinha 6 anos e o irmão, 5. Cantaram a música "Maria Chiquinha", de Geysa Bôscoli e Guilherme Figueiredo. Em 1991, a dupla lançou o primeiro disco de uma série de quinze gravados até 2005. Estreou como atriz em 1998, atuando com o irmão Júnior no filme "O Noviço Rebelde", de Renato Aragão. Em 1999, estreou com o irmão na TV Globo o programa "Sandy e Júnior". No mesmo ano, no CD "As quatro estações", lançado com o irmão Junior, estreou como compositora com a música título, parceria com Álvaro Socci, e com "Olha o que o amor me faz", parceria com Feio. Em 2000, por ocasião do lançamento do CD "Todas as estações", que foi feito em uma tournê nacional, estreada na casa de espetáculos Olympia, em São Paulo, cantou as "Bachianas Brasileiras nº 5", de Villa-Lobos, e homenageou Elis Regina, interpretando "Fascinação". Recebeu no mesmo ano no 7º Prêmio Multishow de Música, o prêmio de melhor cantora, concorrendo com Marisa Monte, Cássia Eller e Ivete Sangalo. Também no mesmo ano, participou do disco gravado em duo por Gilberto Gil e Milton Nascimento na faixa "Duas Sanfonas", de autoria de Milton Nascimento e Gilberto Gil. Ainda em 2000, atuou na novela "Estrela guia", da TV Globo interpretando Cristal, uma jovem hippye que deixa sua comunidade para viver na cidade grande. Em 2005, voltou a ser indicada para o prêmio Multshow na categoria "Melhor cantora". Participou também como atriz na novela "O jogo do amor", da TV Globo. Nesse ano, apresentou-se na série "Projeto Aquarius", com a Orquestra Sinfônica Brasileira da cidade do Rio de Janeiro, sob a regência do maestro Luis Gustavo Petri, interpretando como solista a "Melodia sentimental" e "Cair da tarde", da série "Canções da floresta amazônica", e a "Invocação em defesa da pátria", obras de autoria de Villa-Lobos. Considerada uma das cantoras jovens de maior popularidade no Brasil, é também atriz de sucesso. Em 2006, lançou com o irmão Junior o 15º disco da dupla lançado em show no Claro Hall. Nesse disco destaca-se a faixa "Discutível perfeição", de sua autoria. Depois de lançar esse CD, que seria o último feito em dupla com o irmão Junior, decidiu seguir carreira solo. Em 2010, lançou seu primeiro trabalho solo, o CD "Manuscrito" que teve produção do irmão Junior e do marido Lucas Lima. Nesse disco a cantora interpreta 13 músicas, todas de sua autoria, sendo 10 delas em parcria com o marido Lucas Lima. São destaques do disco as músicas "Dedilhada", "Se quem eu sou", "Esconderijo", e "Pés cansados", além de "Dias iguais" que contou com a participação especial da cantora britânica Nerina Pallot. Em novembro do mesmo ano, deu início na cidade de Curitiba a sua primeira turnê solo com repertório do CD "Manuscrito". Como parte da excursão apresentou-se na casa de shows Viva Rio, no Rio de Janeiro. Na véspera do show concedeu entrevista ao jornal O Dia falando de sua vida e carreira. No show são interpretadas doze músicas do CD "Manuscrito" com destaque para "Pés cansados", além de sucesso da dupla com o irmão Júnior como "Quando você passa" e "Estranho jeito de amar", além de sucessos de outros cantores como "Beija eu", de Marisa Monte, "Wonderwall", do grupo Oasis, "Hoje eu quero sair só", de Lenine, e "Casa", de Lulu Santos. Em 2011, retomou a tournê "Manuscrito" apresentando no Citybank Hall em São Paulo com canções do CD homônimo. Em 2011, apresentou-se com o tenor italiano Andre Bocelli, na Praça Estação, em Belo Horizonte, em show para mais de 150 mil pessoas. Em 2012, foi convidada a estrelar a personagem Gabriela, no episódio "A reacionária do Pantanal", da série "As brasileiras".  Em 2013, iniciou em São Paulo uma turnê que se estendeu por Rio de Janeiro e Vitório apresentando músicas de seu novo CD intitulado "Sim". Em 2016, gravou ao vivo no Teatro Municipal de Niterói, RJ, o CD "Meu canto" com direção de Raoni Carneiro, e no qual interpretou as músicas "Meu Canto", "Aquela dos 30", "Ela/Ele", "Perdida E Salva", "Segredo", "Salto", "    Pés Cansados", "Colidiu", "Sem Jeito" e "Ponto Final", todas de sua autoria, "Me Espera", com Tiago Lorc, "Respirar", de Daniel Lopes, "Escolho Você", com Jason Tarver,     "All Star", de     Nando Reis,     "Olhos Meus", de Gilberto Gil,     "Morada", com Tati Bernardi,     "Cantiga Por Luciana", de Edmundo Souto e Paulinho Tapajós, e     "Nada É Por Acaso", de Liah Márcio Cruz e Pedro Barezzi Danimar, Em 2017, realizou no Vivo Rio, no Rio de Janeiro, show único de lançamento do CD/DVD "Meu canto". Em dezembro do mesmo ano, apresentou-se no Teatro Vivo Rio, no Rio de Janeiro, encerrando a excursão de seis meses do CD "Meu canto", que lotou casas de shows no Nordeste, Sudeste e Sul. No repertório do espetáculo, músicas dos CDs "Manuscrito", de 2010, "Sim", de 2013, além de composições do CD "Meu canto", incluindo "Me espera", parceria com Tiago Iorc. Em 2019, doze anos após a separação da dupla com o irmão Junior, resolveu realizar com ele uma turnê comemorativa da trajetória da dupla e intitulada "Nossa História". Com shows nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo, Curitiba, Manaus e Belém. Segundo as informações dadas pelos artistas a turnê não significa a volta da dupla, mas apenas uma celebração. Nos shows não foram interpretadas músicas novas mas apenas revisitadas as músicas de carreira.

Mais visitados
da semana

1 Chico Buarque
2 João Gilberto
3 Pixinguinha
4 Geraldo Pereira
5 Tom Jobim
6 Caetano Veloso
7 Música Sertaneja
8 Noel Rosa
9 Jackson do Pandeiro
10 João Bosco