Busca:

Romero Lubambo

Romero Magalhães Lubambo
20/7/1955 Rio de Janeiro, RJ

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

Iniciou sua carreira profissional em 1980 como um dos integrantes do grupo Cama de Gato, ao lado de Mauro Senise, Pascoal Meirelles e Nilson da Matta.  Entre 1981 e 1984, trabalhou na casa noturna O Viro do Ipiranga (RJ), onde se apresentava todos os dias da semana. A seu lado, músicos como Paulo Russo, Nilson Matta e Wanderley Pereira, e convidados especiais como Mauro Senise e outros.  Em 1985, mudou-se para os Estados Unidos, fixando residência em Nova York. Fez parte, nessa época, do grupo de Duduka da Fonseca, New York Samba Band, e da banda de Astrud Gilberto, com a qual atuou durante quatro anos. Paralelamente, atuou com Herbie Mann, com quem, até hoje, realiza alguns trabalhos.  Acompanhou, em palco e estúdio, diversos artistas, como Dianne Reeves, Michael Brecker, Kathleen Battle, Herbie Mann, Ivan Lins, Flora Purim & Airto Moreira, Paquito D'Rivera, Harry Belafonte, Grover Washington Jr., Leny Andrade, James Carter, Dave Weckl e César Camargo Mariano, entre outros.  Em 1995, casou-se com a cantora norte-americana Pamela Driggs, com quem também costuma se apresentar na noite de Nova York.  Em 2002, lançou os CDs "Brazilian Routes" (Aosis) e o CD "Duo" (Trama), este último com César Camargo Mariano. Em 2005, dividiu o palco do Mistura Fina (RJ) com a cantora Dianne Reeves. É um dos integrantes, juntamente com Duduka da Fonseca e Nilson Matta, do Trio da Paz, com o qual gravou três discos. Em 2017 lançou o disco “Dos navegantes”, pela gravadora Biscoito Fino, junto com Mauro Senise e Edu Lobo. Deste último foram regravadas as composições “A morte de Zambi” (Edu Lobo e Gianfrancesco Guarnieri), “Toada” (Edu Lobo e Cacaso), “Valsa Brasileira” (Edu Lobo e Chico Buarque), “Na ilha de Lia, no barco de Rosa” (Edu Lobo e Chico Buarque), “Valsa dos Clowns” (Edu Lobo e Chico Buarque), “Gingado dobrado” (Edu Lobo e Cacaso), “Cidade Nova” (Edu Lobo e Ronaldo Bastos), “Dos navegantes” (Edu Lobo e Paulo César Pinheiro), “Considerando” (Edu Lobo e Capinan) e “O Circo Místico” (Edu Lobo e Chico Buarque), além da inédita “Noturna” (Edu Lobo), totalizando 11 faixas. Em 2019, ao lado de Edu Lobo e Mauro Senise, lançou o CD “Quase Memória”, título inspirado no romance homônimo de Carlos Heitor Cony. Participaram do CD Cristóvão Bastos (piano), Kiko Horta (acordeão), Bruno Aguilar (contrabaixo) e Jurim Moreira (bateria), e no repertório, além da faixa-título, as inéditas “Silêncio” (Edu Lobo\Vinicius de Moraes), “Peregrina” (Edu Lobo\Paulo César Pinheiro), “Terra do Nunca”, esta gravada uma única vez pelo Boca Livre, além de “Dono do Lugar” (Edu Lobo\ Cacaso), “Rosinha” (Edu Lobo\ Capinan) e “Lábia” (Edu Lobo\ Chico Buarque). O show de lançamento ocorreu no Teatro XP Investimentos, no bairro do Leblon no Rio de Janeiro.

Mais visitados
da semana

1 Lupicínio Rodrigues
2 Garoto
3 Elza Soares
4 Pixinguinha
5 Assis Valente
6 Caetano Veloso
7 Tom Jobim
8 Dorival Caymmi
9 Luiz Gonzaga
10 Noel Rosa