Busca:

Rodrigo Lessa

Carlos Rodrigo Hue Ribeiro de Lessa
17/5/1962 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Em 1979 fundou, no Rio de Janeiro, o grupo de choro Nó em Pingo D'Água, no qual tocava bandolim, bandarra, cavaquinho e violão de aço. O grupo  também era integrado por Celsinho Silva, Mário Séve, Papito e Rogério Souza. O conjunto acompanhou diversos artistas da MPB, além de lançar vários discos e participar de diversos LPs e CDs de outros artistas entre os anos de 1983 e 2004. Com o Nó em Pingo D'Água recebeu prêmios e fez turnês pela Europa e EUA e Chile. Nos discos do grupo foram gravadas suas composições "Chave de cadeia", "Ilha", "Exaltação", "De soslaio", "Merci Nanci" e a instrumental "Pagode Jazz's Sardinha's Club" (c/ Eduardo Neves).
Em 1987 passou a integrar a Orquestra de Cordas Brasileiras ao lado de  Afonso Machado, Alexandre De La Pena, Marcílio Lopes, Henrique Cazes, Jayme Vignoli, Marcus Ferrer, Marcelo Fortuna, Bartolomeu Wiese, Paulo André Tavares, Luiz Flávio Alcofra,, Josimar Gomes Carneiro, Omar Cavalheiro, Beto Cazes e Oscar Bolão.
Em 1990, gravou o CD "Orquestra de Cordas Brasileiras", contemplado, no ano seguinte, com o "Prêmio Sharp", nas categorias "Melhor Grupo de Música Instrumental" e "Melhor Disco de Música Instrumental".
No ano de 1997 ao lado de outros músicos como Lula Galvão, Eduardo Neves, Edson Menezes, Bernardo Bosísio, Roberto Marques, Xande Figueiredo e Marcos Esguleba, fundou o grupo Pagode Jazz Sardinhas Club, com o qual lançou o primeiro CD em 1999, o segundo CD no ano de 2004, incluindo em ambos suas composições "Fertilidade" (c/ Pedro Pelegrino) e  "Maxixe paizinho", "Noite de gafuá", "Reggae por vós"; "Transmestiço", todas as quatro em parceria com Eduardo Neves, além da regravação de "Pagode jazz sardinhas club", também com Eduardo Neves, mas com letra do poeta Mauro Aguiar e com participação especial de Zeca Pagodinho. Com o grupo Pagode Jazz Sardinhas Club recebeu o "Prêmio Tim" na categoria de "Melhor Grupo Instrumental 2004".
Em carreira solo gravou o primeiro CD "Solbambá" em 1997, no qual interpretou várias composições de sua autoria (música e letra), assim como composições em parceria com sua irmã, a letrista Thereza Lessa. O disco contou com apresentação de Sérgio Cabral e Marcos Suzano, projeto gráfico do irmão Pedro Lessa e produção artística de Sérgio Benevenuto, além das participações dos músicos Arthur Maia, Marcos Suzano, Paulinho Trompete, Jacques Morelenbaun, Mário Séve, Eduardo Neves, Celsinho, Bororó e o grupo Nó em Pingo D' Água.
No ano 2000, com a música "Patifaria", foi um dos  finalistas do "Festival da Música Brasileira", promovido pela Rede Globo. No ano seguinte, em 2001, lançou o CD "Feito à Mão", no qual contou com as participações especiais de Joyce, na faixa "Ela", uma homenagem a Elis Regina, e de D. Ivone Lara, na faixa "Aldeia". No disco também foram incluídas "A do santo é sagrada", "Virado pra lua" e "Casa de pensão", parcerias com Mauro Aguiar, que fez participação especial na faixa "Etérea", parceria de ambos. Registrou, ainda, as músicas "À deriva", "Xis do charme", "Voyeur", em dueto com Andréa França, "Mouro amor", ao lado do cantor português Janita Salomé. Participaram, também, das gravações, os músicos Rogério Souza e Celsinho Silva, do Nó em Pingo D’Água, além de Lula Galvão, Eduardo Neves, Esguleba e Roberto Marques, do Pagode Jazz Sardinha Club. Duas composições deste disco: "Patifaria" e "Aldeia", foram lançadas em samples, pelo selo inglês Union Square nos CDs "I Love Brasil" e "Night in Rio".
Apresentou-se, ainda em 2001, na Sala Funarte Sidney Miller e no Centro Cultural Carioca (RJ), em show de lançamento do disco, ao lado de Luis Louchard (baixo), Robert Saliba e Marcos Esguleba (percussão), Gabriel Improta (violão) e Eduardo Neves (flauta e sax).
Em 2003 participou como solista na faixa "Rala coxa", de sua autoria, gravada no disco "Estação Leopoldina" (Selo Rádio MEC), do clarinetista Paulo Moura. Neste mesmo ano foi selecionado, por sua parceria  com o letrista Mauro Aguiar, como finalista do "Prêmio Visa", na categoria "Melhor Composição".
Em 2004 lançou o CD "Fora de esquadro", no qual interpretou parceria com Eduardo Neves e ainda com o poeta Mauro Aguiar, entre as quais "Tiziu pirado", "Pagode jazz sardinhas club", "No gurufim do Tio Sam", "Sossega leão", "Segundo ato", "Pimenta na pupila", "Chave de cadeia", "Fora de esquadro" e "Remorsos do ofício", além de "Café requentado", com participação especial de Clarice Grova, e ainda "Samba castiço", com participação de Agenor de Oliveira. No disco o parceiro Mauro Aguiar fez participação especial na faixa "Insônia de morcego", interpretada em bloco com Elton Medeiros, Wilson das Neves, Pedro Lima e o próprio Rodrigo Lessa. Neste mesmo ano lançou o disco instrumental "No bangalô da bandola".
Em 2007 lançou seu segundo CD instrumental de nome "Das ilhas mestiças", com suas composições mesclando a música brasileira com as sonoridades de Cabo Verde, Cuba e África, aprovado no "Programa de Patrocínio Petrobras". O disco, gravado em Lisboa e no Rio de Janeiro, contou com as participações especiais de grandes músicos brasileiros como João Donato, Rogério Souza, Eduardo Neves, Gabriel Improta, Xande Figueiredo, Roberto Marques, Celsinho Silva, Zé Carlos Bigorna, Jorginho do Pandeiro, Jessé Sadok e Tomás Improta, além das participações dos internacionais dos cubanos Julio Padron (trompete e voz) e José Izquierdo (congas), dos cabo-verdianos Toi Vieira (piano) e Vaiss (guitarra) e dos cantores portugueses Vitorino e Janita Salomé. Com esse trabalho fez turnê por sete cidades do Estado do Rio de Janeiro, com o encerramento no Teatro Rival BR.  Entre os shows de divulgação do disco constam as participações no "Festival de Inverno 2007" das cidades de Petrópolis, Friburgo e Teresópolis, além de show-baile no Clube Democráticos e a apresentação no programa "Conversa Afinada", da Rede TV Brasil. No CD foram incluídas, de sua autoria, as composições "Calango mindelo", "De mão cheia", "Suave dengo", "Porque tem que ser assim", "Burrito" (c/ Eduardo Neves), "Morabeza", "Sonhos", "Sem vergonha", "Equador", "Ponto de bala", "Ilhas mestiças", "Aresta América" e "Rala coxa". Nesse mesmo ano, sua presença foi solicitada por Sting, quando da apresentação do artista com o grupo The Police, no Maracanã, para um show particular de chorinho no camarim. Os dois músicos se conheceram na casa de Caetano Veloso.
Em 2008 compôs a trilha sonora original para um especial de TV que foi produzido para a TV Record baseada na adaptação do conto de Machado de Assis "Os Óculos de Pedro Antão". Apresentou-se em duo com o violonista Gabriel Improta com a participação especial de Robertinho Silva.  Neste mesmo ano finalizou o CD "Choro 100",  projeto didático que inclui livro de partituras, contando ainda com acompanhamentos do grupo Nó em Pingo D'Água  para 14 clássicos do gênero choro.
Como instrumentista e arranjador atuou com Guinga, Ivan Lins, Leila Pinheiro, Eugénia Melo e Castro, Délcio Carvalho, Paulinho da Viola, Antônio Adolfo, Elizeth Cardoso, Rildo Hora, Moraes Moreira, Marília Barbosa, Sivuca, Paulo Moura, Guinga, Ivan Lins, Leila Pinheiro, Paulinho da Viola, Cristóvão Bastos, Época de Ouro, Ney Matogrosso, João Bosco, Jonhy Alf, Dicró, Dona Ivone Lara, Zeca Pagodinho, Mestre Zé Paulo, Mestre Ambrósio, Cristóvão Bastos e Chico Buarque, entre outros.
Como compositor tem entre seus intérpretes Paulo Moura, Zeca Pagodinho, Dona Ivone Lara, Eduardo Neves, Gabriel Improta, Agenor de Oliveira, Joyce, Mio Matsuda, Martin Scales, Wilson das Neves, Élton Medeiros, Mauro Aguiar, Pedro Lima, Simone Guimarães, Clarisse Grova, Lygia Campos e os grupos Nó em Pingo D'Água, Orquestra de Cordas Brasileiras, Rabo de Lagartixa, Gente Fina & Outras Coisas, Ilustrando o Choro, Pagode Jazz Sardinhas Club e Balaio Carioca.

Mais visitados
da semana

1 Chitãozinho e Xororó
2 Festivais de Música Popular
3 Caetano Veloso
4 Hermeto Pascoal
5 Tom Jobim
6 João Gilberto
7 Dorival Caymmi
8 Noel Rosa
9 Luiz Gonzaga
10 Chico Buarque