Busca:

Rodrigo Carvalho

Rodrigo Carvalho Oliveira
Data de nascimento: 22/5/1977 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Na década de 1990 iniciou a carreira artística como backvocal em gravações e shows de Beth Carvalho.  Em 2002 com a música "Fina batucada" (c/ Fred Camacho) foi finalista do "VII Fest Vila", tendo sido a composição incluída no CD homônimo. No ano seguinte, como puxador de samba-enredo no Império Serrano, interpretou o samba campeão daquele ano, de autoria de Arlindo Cruz. Também defendeu sambas-enredos em Vila Isabel e Portela. No ano de 2004, como compositor, foi finalista na disputa de samba-enredo na Beija-Flor de Nilópolis.  Em 2006, ao lado de Marcelo Correia, Pablo Amaral, Léo Costinha, Pedro Áreas, Lula Matos e Edson Côrtes, fundou o grupo carioca de samba Galocantô, com o qual lançou o primeiro disco no ano de 2006, intitulado "Fina batucada", no qual foram incluídas suas composições "Fina batucada", em parceria com Fred Camacho, faixa-título do CD, e "Sem deixar pra depois", também com Fred Camacho. No ano seguinte, o disco do grupo foi indicado ao "Prêmio da Música Brasileira". No ano de 2009, ainda integrando o Galocantô, lançou o segundo CD do grupo, "Lirismo do Rio". No ano posterior, em 2010, o CD do grupo foi indicado ao "Prêmio da Música Brasileira". Em sua permanência por 10 anos a frente do Galocantô, dividiu o palco com vários artistas, destacando-se Beth Carvalho, Nei Lopes, Zé Luiz do Império, Ivan Milanez, Toninho Gerais, Nélson Rufino, Serginho Meriti, Claudinho Guimarães, Trio Calafrio (Marquinhos Diniz, Luiz Grande e Barbeirinho do Jacarezinho), Marquinhos China, Renatinho Partideiro e Juninho Thybau, em diversos lugares do Rio de janeiro, entre os quais Teatro Rival BR (Cinelândia), Trapiche Gamboa, Bar Estrela da Lapa e no Rio Scenarium, ambos na Lapa, centro do Rio de Janeiro e no Centro Cultural Banco do Brasil.. Apresentou-se em vários estados, entre eles São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco e Mato Grosso. Como compositor foi finalista no Grêmio Recreativo e Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis e no "Festival de Música da Escola Villa-Lobos", no Rio de Janeiro. No ano de 2011 estreou carreira-solo fazendo show no Auditório da Rádio Nacional e fez temporada por vários meses no palco do Trapiche Gamboa, no bairro da Gamboa, no centro do Rio de Janeiro, apresentando-se também em casa noturnas de Brasília, São Paulo e do Rio de Janeiro, interpretando composições próprias, tais como "Chora" (c/ Edu Tardin e Ferreira), além de inéditas como "Classificado" (Ernesto Pires e Sérgio Fonseca). Em 2017 lançou o CD “Rodrigo Carvalho”, com músicas autorais como “Menina-luz” (c/ Fred Camacho) e “Pra casa não cair” (c/ João Martins). O disco contou com a participação especial de Zé Luiz do Império em “Papo de amador” (Zé Luiz do Império, Luiz Carlos Máximo e Wanderley Monteiro).

Mais visitados
da semana

1 Luiz Gonzaga
2 Noel Rosa
3 Eumir Deodato
4 Dorival Caymmi
5 Geraldo Pereira
6 Chico Buarque
7 Pixinguinha
8 Lupicínio Rodrigues
9 Roberto Carlos
10 Romildo