Busca:

Roby e Robson



Dados Artísticos

Cantores. Compositores. Dupla sertaneja.  Valdecir dos Santos Oliveira – Robson - Santa Rosa, RS Antonio da Mota Barbosa – Rony - Monte Belo, MG Rony nasceu em Minas Gerais, mas foi levado ainda bebê pelos pais para o Paraná. Começou a manifestar a vontade de cantar aos sete anos de idade. Formou a primeira dupla sertaneja com seu irmão, e ficaram juntos até seus 11 anos de idade.  Mais velho, mudou-se para Londrina (PR) e chegou a trabalhar uma lavoura de café, e depois em montagem de torres elétricas, coleta de algodão e servente de pedreiro, e outros, ouvindo o radio descobriu um programa da radio difusora em Londrina. Na Rádio Difusora de Londrina, em um programa de auditório, passou a procurar por um parceiro para montar uma dupla.  Ao fazer um teste na rádio, e demonstrar seu falsete, Rony chamou a atenção dos apresentadores da rádio. Passou então a formar dupla com Carapó, ex-parceiro de José Rico, da dupla Milionário e José Rico.  Na sequência mudou-se para São Carlos, interior do estado de São Paulo, onde passou a cantar sozinho na noite.  Em São Paulo, capital, conheceu Robson numa gravadora, onde este cantava, na época, no estilo Sidney Magal.  Nos anos 1980, gravaram o primeiro disco, produzido por JK Filho, quem os lançou, produtor na época de nomes como Matogrosso e Matias, Belmonte e Amarai e Duo Ciriema.  Obtiveram êxito com músicas como “Segredo de amor”, de Carrerito e Durval, e “Chuva na serra”, de Carlos Cezar e Jose Fortuna, que lhes rendeu a primeira colocação no Festival Arizona da Rede Record, realizado no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP).  Por conta do sucesso nacional, chegaram a apresentar o programa “Brasil rural”, na Rede Bandeirantes, aos domingos, ao lado de Nalva Aguiar e Biá, da dupla Biá e Nino Franco. Intitulando-se como “Os reis do Falsete”, lançaram o LP “Quem da mais”, produzido por Dino Franco e Maestro Martinez, que fez sucesso com a faixa “Mulher sensual”, composição de Carrerito e Rony. O álbum recebeu o Disco de Ouro.  Na sequência, os dois desentenderam-se, e Robson passou a formar a dupla Bob e Robson, com seu irmão. Essa dupla também alcançou sucesso nacional e gravou cerca de uma dezena de discos.  Roby acidentou-se e ficou um tempo parado, voltando, algum tempo depois, a atuar na dupla, com mesmo nome artístico, mas com outro parceiro. Na segunda formação, a dupla Roby e Robson foi produzida na gravadora RGE por nomes como Maestro Martinez e Pinócchio, e, na gravadora ACIT, por José Paulo Soares, e pelo próprio Roby.  Registraram sucessos, como “Circo da vida”, "Kelli", “O sonho acabou”, “Dose dupla”, “Quatro vidas em uma só”, “Quarto de hotel”, “Condenado por amor”, e “Gosto de bombom”.  Ao total, entre as duas formações da dupla, foram 13 discos de carreira.

Mais visitados
da semana

1 Caetano Veloso
2 Chitãozinho e Xororó
3 Elis Regina
4 Noel Rosa
5 Tom Jobim
6 Isolda
7 Bezerra da Silva
8 As Marcianas
9 Bloco Carnavalesco Concentra Mas Não Sai
10 Luiz Gonzaga