Busca:

Roberto Santana

Roberto Sant'Anna
Irará, BA

Biografia

Produtor musical.

Nasceu no Recôncavo baiano, em uma numerosa família de classe média. Seu pai chegou a ser prefeito de Irará, pela antiga UDN. Toda a sua família, entretanto, era comunista, o que lhes valeu constantes perseguições policiais. Anarquista, preferiu envolver-se com festas e arte. Estudou Artes em Salvador. Participou do CPC da UNE na Bahia, onde fundou, com Tom Zé, um departamento de música.



Em 1961, criou o espetáculo "Nós, por exemplo", com a participação de diversos artistas, entre os quais Tom Zé, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Fernando Lona, Djalma Corrêa e Emanuel Araújo. O show se tornaria o embrião do movimento tropicalista. Continuou a trabalhar com o grupo tropicalista até 1967, quando desligou-se do movimento. Envolveu-se com o grupo tropicalista a partir de sua experiência como estudante de história da música, fornecendo dados sobre antigos compositores, como Assis Valente, Gordurinha, Baiano e Noel Rosa, entre outros. Fornecia também informações sobre o folclore musical brasileiro.

Nos anos 1970, percorreu o Brasil com o percussionista Djalma Corrêa para gravar manifestações folclóricas. Na mesma,década, foi importante produtor musical da Philips/PolyGram, responsável por discos de artistas como Fafá de Belém (que foi por ele praticamente descoberta), Caetano Veloso, Maria Bethânia, Gal Costa, Quinteto Violado, Alcione, Emílio Santiago e Kleiton e Kledir, entre outros. Em 1977, produziu o antológico disco "Refavela" de Gilberto Gil, com quem voltaria a trabalhar, em 2000, na trilha sonora do filme "Eu tu eles". No mesmo ano, produziu e lançou o CD-tributo "Jorge Amado - letra e música", do qual participam diversos artistas, inclusive antigos participantes do movimento tropicalista.

Em 1993, foi homenageado por Gilberto Gil com a composição "Baião atemporal". É também conhecido pelos amigos mais chegados como "O último pau-de-arara de Irará".



BIBLIOGRAFIA CRÍTICA:



ALBIN, Ricardo Cravo. Dicionário Houaiss Ilustrado Música Popular Brasileira - Criação e Supervisão Geral Ricardo Cravo Albin. Rio de Janeiro: Edição Instituto Antônio Houaiss, Instituto Cultural Cravo Albin e Editora Paracatu, 2006.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008.

Mais visitados
da semana

1 Luiz Gonzaga
2 Noel Rosa
3 Eumir Deodato
4 Dorival Caymmi
5 Chico Buarque
6 Geraldo Pereira
7 Lupicínio Rodrigues
8 Assis Valente
9 Pixinguinha
10 Romildo