Busca:

Rio 65 Trio



Dados Artísticos

Em 1965, gravou o LP “Rio 65 Trio”, com as canções “Meu fraco é café forte” e “Farjuto”, ambas de Dom Salvador, “Espera de você” (Dom Salvador e José Luiz de Oliveira), “Preciso aprender a ser só” (Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle), “Desafinado” (Tom Jobim e Newton Mendonça), “Blues in Samba” (Sonny Rollins), “Mau, mau” (Art Farmer), “Tem dó” (Baden Powell e Vinicius de Moraes), “Azul contente” (Walter Santos), “Manhã de Carnaval” (Luiz Bonfá e Antônio Maria), “Aruanda” (Carlos Lyra e Geraldo Vandré) e “Minha namorada” (Carlos Lyra e Vinicius de Moraes).

Lançou, no ano seguinte, o LP “A Hora e a Vez da M.P.M.”, contendo as faixas “Cartão de visita” (Carlos Lyra e Vinicius de Moraes), “Deve ser bonito” (João Mello e Lenora), “Simplesmente” (Édison Lobo), “Apelo” (Baden Powell e Vinicius de Moraes), “Ponte aérea” (Zé Keti), “O amor e o tempo” (Durval Ferreira e Regina Werneck), “Vem chegando a madrugada” (Noel Rosa de Oliveira e Zuzuca), “Chorinho A” (Neco), “Upa Neguinho” (Edu Lobo e Gianfrancesco Guarnieri), “Rio 65 Trio Tema” (Dom Salvador), “Ilusão à toa” (Johnny Alf) e “Seu encanto” (Marcos Valle e Paulo Sergio Valle).

Em 2006, a gravadora Universal relançou os dois discos em CD, a partir das fitas originais.


Mais visitados
da semana

1 Mayck e Lyan
2 Aldir Blanc
3 Música Sertaneja
4 Hermeto Pascoal
5 Gilberto e Gilmar
6 Noel Rosa
7 Tiee
8 Pixinguinha
9 Rick e Renner
10 Chico Buarque