Busca:

Revelação



Dados Artísticos

Grupo de samba formado por Xande de Pilares (voz e cavaco), Mauro Júnior (banjo e voz), Beto Lima (violão e voz), Artur Luiz (reco-reco e voz), Sérgio Rufino (percussão e voz) e Rogerinho (tantã e voz) no ano de 1992 nos arredores dos bairros de Engenho de Dentro e Inhaúma, no Rio de Janeiro. Por essa época, os integrantes do grupo comandavam uma roda de samba na quadra da Escola de Samba Arranco de Engenho de Dentro. O grupo lançou o primeiro CD em 1999, produzido por Bira Hawai. João Carlos Silva Filho, gerente artístico da Rádio FM O Dia, resolveu apostar na música "Compasso do amor" (Xande de Pilares, Helinho do Salgueiro e Mauro Júnior) que, além de ter feito muito sucesso na programação da rádio, foi incluída no CD "Alegria do pagode", coletânea lançada pela própria rádio. O primeiro disco do grupo trouxe composições de autoria de Luiz Cláudio Picolé (do grupo Kiloucura), como "Amor de se invejar" (Picolé e Flávio Cardoso) e "Casal perfeito" (Picolé e Bandeira Brasil). Outros músicos do Kiloucura se envolveram no projeto. O baixista Prateado fez os arranjos de todas as músicas e Délcio Luiz cedeu a música "Sanfona desafinada" (Délcio Luiz e Carlito Cavalcanti). Outra faixa importante do disco foi "Zé do Caroço", regravação da música de Leci Brandão. Essa música era do repertório antigo do grupo, sendo sempre uma das mais pedidas nos shows. Também foram incluídas as composições "Compasso do amor" (Xande de Pilares, Helinho do Salgueiro e Mauro Júnior) e "Talvez" (Xande de Pilares, Artur Luiz e Sérgio Rufino), composições de integrantes da banda. Outra música de sucesso do primeiro disco foi "Meu oceano" (Xande de Pilares, Helinho do Salgueiro e Mauro Júnior), muito executada na rádio FM O Dia. Mauro Júnior e Xande de Pilares também são conhecidos por suas composições. Eles têm músicas gravadas por outros grupos e artistas, como Samba Solto ('Coração radiante'), Neguinho da Beija-Flor ('Grades do coração'), Soweto ('Preciso te amar') e Boka Loka ('Shortinho Saint-Tropez'). Em 2001 o grupo lançou o segundo disco de nome "Nosso samba virou religião", do qual se destacaram as composições "Esqueci de te esquecer" (Xande de Pilares), "Altas horas" (Xande de Pilares, Beto Lima e Mauro Júnior), "Deixa acontecer" (Carlos Caetano e Alex Freitas) e "Virou religião" (Xande de Pilares, Arlindo Cruz e Mauro Júnior). No final do ano de 2001, ao lado da dupla Arlindo Cruz e Sombrinha, entre outros artistas, o grupo participou da festa de fim de ano na Praia da Bica, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. No ano de 2002, pela Deckdisc, lançou o disco "Revelação ao vivo", no qual foram compilados os grandes sucessos da carreira do grupo: "Coração radiante", "Vem ficar comigo", "Do jeito que a vida quer" (Benito de Paula), "Vacilão", "O simpático", "Grades do coração", "Zé Meningite", entre outros, além de uma versão para samba de "Se", de Djavan. O lançamento do CD foi no Canecão e o disco chegou a marca de 800 mil cópias vendidas, ganhador de dois prêmios, como o segundo CD mais vendido do ano e o primeiro mais vendido na categoria "samba".  No ano de 2003, apresentou-se no ATL HALL, uma das principais casas noturnas do Rio de Janeiro. Neste mesmo ano, a gravadora BMG lançou uma caixa com três CDs do grupo, os dois primeiros de carreira e uma compilação "O melhor do pagode de mesa". Ainda em 2003, o grupo gravou o disco "Samba de Raiz 3", CD no qual interpretou, entre outras, "Coração em desalinho" (Monarco e Ratinho), "Luz do repente" (Arlindo Cruz, Marquinhos PQD e Franco), "Zé do Caroço" (Leci Brandão), "Insensato destino" (Chiquinho, Maurício Lins e Acyr Marques) e "Na batucada dos nossos tantãs" de autoria de Sereno, Adilson Gavião e Robson Guimarães. Neste mesmo ano, lançou o disco "Novos tempos", no qual foram incluídas várias composições de autoria do grupo, entre as quais "Pagodeando eu vou", "Desengano", "Nossa batucada", "Indecisão" e "Horizonte de emoções", todas de co-autoria de Xande de Pilares. Neste disco ainda foi incluída a faixa-título "Novos tempos", de Jorge Aragão. Neste mesmo ano apresentou-se, ao lado do grupo Molejo e Araketu, entre outros, no "Projeto Angra Eletro", em Angra dos Reis, cidade litorânea do Rio de Janeiro.  No ano de 2004 manteve na casa de show Olimpo um pagode semanal, no qual reunia diversos convidados, alcançando um grande sucesso de público, reunindo cerca de quatro mil pessoas por semana. Ainda em 2004 lançou o CD "Ao vivo na palma da mão", gravado no Olimpo, do qual se destacaram as faixas "Grades do coração" (Xande de Pilares, João Carlos e Mauro Júnior) e "Zé Meningite" (Rody do Jacarezinho).  Em 2005 o grupo prosseguiu com a roda de samba ao vivo no Olimpo, casa de show da Vila da Penha, zona norte do Rio de Janeiro, sempre lotada, com público em média de quatro mil pessoas. A partir daí, seus discos começaram a ser lançados no mercado latino, abrindo uma carreira internacional para o grupo.  No ano de 2006 lançou o CD "Na velocidade da luz" que alcançou 800 mil cópias vendidas. Do disco destacaram-se, além da faixa-título de autoria de Tundy, as composições "Baixe essa guarda", de Márcio Paiva e André Renato.  No ano de 2007 a gravadora Som Livre lançou a coletânea "Revelação 100%", com faixas dos discos anteriores da banda, principalmente, dos discos editados pelas gravadora BMG e Deckdisc. Entre as composições escolhidas destacam-se "Talvez" (Xande de Pilares, Artur Luiz e Sérgio Rufino); "Essência da paixão" (Xande de Pilares, Helinho do Salgueiro e Mauro Júnior); "Verdadeira paixão" (Xande de Pilares, Helinho do Salgueiro e Mauro Júnior); "Altas horas" (Xande de Pilares, Beto Lima e Mauro Júnior); "Esqueci de te esquecer;(Xande de Pilares); "Meu oceano" (Xande de Pilares, Helinho do Salgueiro e Mauro Júnior); "Compasso do amor" (Xande de Pilares, Helinho do Salgueiro e Mauro Júnior); "Preciso te amar" (Xande de Pilares e Mauro Júnior); "Coração radiante" (Xande de Pilares, Helinho do Salgueiro e Mauro Júnior); "Virou religião" (Xande de Pilares, Arlindo Cruz e Mauro Júnior); "Poder da sedução" (Xande de Pilares e Helinho do Salgueiro); "Grades do coração" (Xande de Pilares, João Carlos e Mauro Júnior) de componentes do grupoi e ainda, de outos compositores, "Deixa acontecer" (Carlos Caetano e Alex Freitas), "Zé Meningite" (Rody do Jacarezinho), "Novos tempos" (Jorge Aragão), "Baixe essa guarda" (André Renato e Márcio Paiva) e a faixa "Velocidade da luz", de autoria de Tundy, considerada um dos maiores sucessos do grupo em 2007. Neste mesmo ano o grupo participou do CD e DVD (ao vivo) "Cidade do Samba", produzido e lançado pelo selo ZecaPagodiscos. Na ocasião de gravação, com apresentação de Ricardo Cravo Albin, o grupo interpretou, em dueto com o cantor e compositor Sombrinha, a composição "Fogo da saudade". Em 2008 lançou, pelo selo Warner, o CD “Aventureiro”. Produzido por Bira Hawai, o disco contou com as regravações de “Beleza é você mulher” (Benito di Paula) e “Coladinho” (Grupo Raça) e com 13 faixas inéditas, dentre as quais “Lá vem ela”, “Medo de amar”, “Aventureiro” e “Pai”. Em 2009 lançou, pela Deckdisc, o CD/ DVD “Ao Vivo no Morro”, gravado no anfiteatro do Morro da Urca, no Rio de Janeiro.  Em 2010 o grupo lançou, pela Deckdisc/ Universal Music, a 2ª parte do show gravado no Morro da Urca, o CD/ DVD “Ao Vivo no Morro 2”, que contou com a participação de Zeca Pagodinho na faixa “O X da questão”. Em 2011 apresentou-se na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro, em show realizado pela radio FM O Dia. Nesse mesmo ano o grupo saiu em turnê pelo Brasil para o lançamento do DVD “Ao Vivo no Morro 2”, apresentando-se em diversas cidades. A estreia da turnê foi realizada no palco no Citibank Hall, no Rio de Janeiro. Em 2012 voltou a se apresentar no palco do Citibank Hall, no Rio de Janeiro, realizando uma pequena temporada do show “Ao Vivo no Morro 2”. Participou da gravação do “Samba Book - João Nogueira”, lançado em CD, DVD e Blu Ray pela Musickeria, no qual interpretou as faixas “Mineira” (João Nogueira e Paulo César Pinheiro) e “Clube do samba”. Nesse mesmo ano se apresentou na HSBC Arena, no Rio de Janeiro, para a gravação de seu terceiro DVD, recebendo como convidado o cantor e compositor Benito de Paula, que cantou as músicas de sua autoria “Além de tudo”, “Retalhos de Cetim” e “Charlie Brown”; o cantor Belo, que interpretou “Trilha sem fim”; o cantor e compositor Carlinhos Brown, que  dividiu os vocais em “Explosão de alegria”; o cantor norte-americano David Elliott, que cantou “Essência da Paixão”; o grupo Clareou, em “Valeu pra aprender”; e o conjunto Aviões do Forró. Ainda em 2012 lançou, pelo selo Universal Music, o CD/ DVD “360º Ao Vivo”, registro do show homônimo realizado no HSBC Arena, no Rio de Janeiro. Com produção de Ivan Paulo, o show contou com as participações de Belo, em “Trilha sem fim” (André Renato, Gilson Bernini e Xande de Pilares); Xandy Avião, na inédita “Amor pra sempre”; David Elliott, em “Essência da paixão” (Xande de Pilares, Helinho do Salgueiro e Mauro Jr.), interpretada em inglês pelo cantor; Benito di Paula, em “Além de tudo/ Retalhos de cetim/ Charlie Brown”, todas de sua autoria; Carlinhos Brown, em “Explosão de alegria” (André Renato e Charles André). Foi uma das principais atrações do “Palco Claro”, montado na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, para as comemorações do Réveillon de 2013. Em 2013 participou da segunda edição do evento “Rio Verão Festival”, realizado na Praça da Apoteose, no Rio de Janeiro, com apresentação de Rodrigo Faro que contou com a participação de Michel Teló, chiclete com Banana, Capital Inicial e O Rappa. Apresentou-se no Palco Santa Clara, na praia de Copacabana, montado especialmente para as comemorações do Réveillon de 2015. Em 2015 o cantor Davi Pereira assumiu o posto de vocalista do grupo, após a saída de Xande de Pilares para seguir carreira solo. Em 2016 lançou, pelo selo Deck, o CD “O bom samba continua – Ao vivo”, com inserção do vocalista Davi Pereira. O disco contou com músicas como “Vara de família” (Fred Camacho e Nei Lopes), “Bar da neguinha” (Flavinho Silva e Adilson Ribeiro), “Fuzuê” (Diego Madeira, Leandro Ferreira e Fernando Rezende), “Amor ao ofício” (Luiz Cláudio Picolé e Leandro Fab), entre outras. Em 2018 lançou, pelo selo Deck, o CD “O bom samba continua - Ao vivo 2”, que incluiu o single “Me socorre aê” (Marcio Paiva, Leandro Fab e Branco) e ainda músicas como “Entrego a Deus” (Mauro Jr. e Luiz Claudio Picolé), “Meu menor” (Lobynho Paaz), “Não deu pra notar” (Flavinho Silva e Diego Madeira), entre outras.

Mais visitados
da semana

1 Luiz Gonzaga
2 Eumir Deodato
3 Chico Buarque
4 Assis Valente
5 Noel Rosa
6 Dorival Caymmi
7 Tom Jobim
8 Lupicínio Rodrigues
9 Caetano Veloso
10 Romildo