Busca:

Renio Quintas

Renio Studart Quintas
3/4/1955 Rio de Janeiro, RJ

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

Na década de 1960, mudou-se para Brasília, onde participou de festivais de música.

Tocou por todo o Brasil, como músico de baile, e atuou em casas noturnas brasilienses.

Fundou os grupos Artimanha e Naipe, conjuntos instrumentais que atuaram nas décadas de 1980 e 1990.

Foi contemplado com prêmios nacionais de composição musical de trilhas sonoras, com destaque para os filmes "O guarda-linhas", de Liloie Brigitte, e "A TV que virou estrela de cinema", de Yanko del Pino e Mário Cúri; o vídeo "Estação Ciência" (Rede Manchete); as peças teatrais "Romeu e Julieta", de William Shakespeare, com Hugo Rodas; "A menina dos olhos", encenada pelo grupo Udi-Grudi, e "Menina valente", de Regina Fittipaldi, ópera-balé encenada pela Academia Norma Lília, com letras de Tete Catalão. Representou Brasília em festivais de jazz e de música instrumental.

Tocou na Eco-92, no Rio de Janeiro, no "Evening Series in the Park", realizado no Parque do Flamengo.

Atuou como instrumentista e arranjador do Grupo Artimanha, com a cantora Cássia Eller e com vários músicos, como Jorge Helder, Adriano Giffoni, Toninho Maya, Widor Santiago (Periquito) e Fernando Corbal, entre outros.

Como produtor musical, foi responsável pelo primeiro CD instrumental de Brasília, "Grupo Naipe", e pelos CDs "Célia Porto" (1994), "Célia Porto canta Legião Urbana" (1997) e "Palhaço bonito" (2000), nos quais atuou também como diretor musical, arranjador e instrumentista.

Prestou assessoria de produção fonográfica para Adriano Faquini e Bené Fonteles.

Com seu trio, participou do show em comemoração aos 36 anos da fundação de Brasília, realizado no gramado da Esplanada dos Ministérios, de temporadas populares na Sala Villa-Lobos, em Brasília, e em cidades-satélite.

Em 1997, apresentou-se na Sala Funarte de Brasília.

No ano seguinte, montou a Discoteca da Música de Brasília, com mais de 100 títulos inéditos no Foyer da Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Cláudio Santoro, na capital federal, espetáculo apresentado, em 1999, na UNB.

Suas músicas "Cidade nua" e "Planeta Umbigo" foram gravadas por Célia Porto no CD "Palhaço bonito", lançado em 2000. Neste mesmo ano, lançou o CD "As canções".

É integrante do Grupo Friends, banda cover dos Beatles, com a qual participou, em 2001, da "I Semana Beatle de Latino América", realizada no Cavern Club de Buenos Aires.

Em 2002, apresentou-se, com seu trio, na Sala Funarte e realizou show solo em Vernissage, na Câmara dos Deputados.

Mais visitados
da semana

1 Música Sertaneja
2 Tom Jobim
3 Daniela Mercury
4 Dorival Caymmi
5 Caetano Veloso
6 Noel Rosa
7 Gilberto Gil
8 Hermeto Pascoal
9 Luiz Gonzaga
10 Assis Valente