Busca:

Regiane

Regina Célia Bellocchi Wacked
3/7/1941 São Paulo, SP
26/7/2017 Jundiaí, SP

Dados Artísticos

Foi uma das pioneiras do rock no Brasil. Interessou-se pela música desde criança. Segundo depoimento seu, "por volta dos 12 ou 13 anos estudava no Colégio Sagrada Família, senti que não poderia cantar, pois na escola eu destoava nos cânticos com voz grave e forte. Então passei a me calar". Por volta de 1955, influenciada pelo trabalho de Inezita Barroso e, também pela moda do violão resolveu aprender a tocar este instrumento e ingressou na escola de violão de Teotônio Pavão, em São Paulo. Passou a frequentar as reuniões promovidas em casa pelo professor Teotônio Pavão, e que, depois, passaram a ocorrer em teatros e posteriormente, na TV, quando passou a ficar conhecida. Em 1958, foi procurada pelo produtor Miguel Vaccaro Netto que a havia visto cantar em uma das reuniões musicais promovidas por Teotônio Pavão. Vaccaro Netto, que estava à procura de novos talentos, a convidou a se apresentar no programa Disque Disco, apresentado por ele na Rádio Panamerica. Acompanhando-se ao violão, apresentou-se num programa inteiro do Disque Disco cantando diversos gêneros musicais. O radialista lançou então um concurso para que os ouvintes escolhessem um nome artístico para a jovem cantora. Foi apresentada durante algum tempo como a Cantora Misteriosa. A partir de uma votação foi escolhido o nome de Regiane. Conheceu então pessoas ligadas à recém criada gravadora Young que tentava se firmar como representante do nascente rock and rol no Brasil. Ainda em 1958, gravou seu primeiro disco, pela Young, interpretando as baladas "Fallin’" e "To Know Him Is To Love Him" sendo acompanhada pelo conjunto The Avalons. Em 1959, também com acompanhamento do conjunto The Avalons, gravou as baladas "Frankie" e "Tum-Ba-Love". Passou a apresentar-se em diferentes programas de TV. Em 1960, gravou um EP (extended play), ou, simplesmente, compacto duplo, com as baladas "O Dio Mio", "Broken Hearted Melody", "Willie Boy" e "I’m Yours", que contaram com o acompanhamento dos violinos do Maestro Slon Spalla do Teatro Municipal, Edgard, na guitarra, Bolão no sax e do conjunto The Avaçons. A gravação da balada "I’m Yours", lhe valeu o Troféu Chico Viola, da TV Record, como Revelação do Ano. No mesmo ano, assinou contrato com a TV Record, para apresentar o Programa Ele e Ela, juntamente com Walter Santos. Em 1961, representou o Brasil no Festival de Punta Del Este, no Uruguai.  Ainda na TV Record atuou nos programas "Astros do Disco", "Show 713", "Phebo Faz Degrau Para o Sucesso", e, muitas vezes, no Programa de Celly Campello. Pouco depois, saiu da gravadora Young, que estava em vias de fechamento, e recebeu convite da gravadora Odeon para gravar uma versão de "Emotions", sucesso da cantora Brenda Lee, e "Il Nostro Concerto", que acabaram não ocorrendo. Casou-s em 1963, e abandonou a carreira artística. Alguns anos depois, já com os filhos criados, retomou a carreira artística e passou a apresentar-se acompanhada do tecladista Everton Pernambuco. Em 2007, conheceu a cantora e violonista Clarina Fasanaro, que na época, estava realizando o projeto "As Mulheres da MPB", que a convidou para realizar diversas apresentações em locais como Sala Glória Rocha, no Clube Jundiaiense, no Tênis Clube, no Clube Acre, na Praça da Catedral, e no Teatro Polytheama.

Mais visitados
da semana

1 Chico Buarque
2 Dorival Caymmi
3 Hermeto Pascoal
4 Música Sertaneja
5 Caetano Veloso
6 Luiz Gonzaga
7 Tom Jobim
8 Nelson Gonçalves
9 Daniela Mercury
10 Noel Rosa