Busca:

Rafael Mallmith

Rafael Oliveira Mallmith
23/4/1981 Porto Alegre, RS

Dados Artísticos

Integrou por dois anos o grupo Chorando Cedo, atuando como cavaquinista. Foi um dos integrantes da Camerata Brasileira, tocando violão de sete cordas dentre os anos de 2002 a 2005. Com esse conjunto gravou o CD “Deixa Assim”, pelo selo Tratore, e se apresentou no festival “Guitarra y Luz” em Assunção, no Paraguai. Integrou o grupo de choro Regional Carioca, formado em 2002, tocando violão de seis cordas ao lado dos músicos Ana Rabello (cavaquinho), Tiago Souza (bandolim), Marcos Tadeu (pandeiro), Julião Rabello (violão de sete cordas) e Glauber Seixas (violão de seis cordas). Com o grupo lançou os CDs Regional Carioca vol. 1 e vol. 2, pelo selo Acari Records, nos anos de 2006 e 2010 respectivamente. Em 2006 participou da gravação do projeto “Choro Carioca”, lançado pela gravadora Acari Records. Em 2007 participou do musical “Araci Cortes, a rainha da Praça Tiradentes”, em cartaz no Teatro Vanucci e no Teatro João Caetano. Nesse mesmo ano participou também do show “Onomatopeia não é palavrão”, dirigido por Hermínio Bello de Carvalho, na Sala Baden Powell. Integrou o grupo “Cana de Litro”, acompanhando a cantora Elisa Addor em seus shows. Em 2012 lançou, pelo selo Saravá Records, seu primeiro CD solo “Cordão Amigo”, no qual incluiu as faixas “Cordão Amigo” (Canhoto da Paraíba), “Lapeando com o Barcelos”, “Um abraço no Abel”, “Parede-meia” (c/ Vidal Assis), “Para um novo amor” (c/ Anderson Balbueno), “Ninando”, “Amigo Rafael” (Luis Barcelos), “Curitibano” (c/ Luis Barcelos), “À espera do fim” (c/ Anderson Balbueno), “Chega de tristeza” (c/ Leonardo Pereira e Luis Barcelos), “Meu saudoso lar”, “Vai, Mallmith” (Maurício Carrilho) e “Verdadeira passarela” (c/ Leonardo Pereira e Luis Barcelos). Participou de shows e gravações ao lado de músicos como Walter Alfaiate, Nelson Sargento, Ronaldo do Bandolim, Pedro Amorim, Diogo Nogueira, Moacyr Luz, Jaime Vignoli, Luciana Rabello, Maurício Carrilho, Eduardo Neves, Humberto Araújo, Rogério Caetano, entre outros. Integrou por dois anos o grupo Chorando Cedo, atuando como cavaquinista. Em 2017 lançou o CD “Choro pro Mundo”, acompanhado pelo Quinteto Varandão integrado por Fernando Leitzke (piano e acoredeom), Marcos Passos (clarineta e clarone), Taís Soares (violino), Bernardo Diniz (violão tenor, cavaquinho e banjo tenor) e Magno Júlio (percussão). O disco incluiu músicas autorais como “Bodas” (c/ Bernardo Diniz), “Dance of the clarinets”, “Elias no rio” (c/ Marlon Júlio) e “Valscigana” (c/ Abel Luiz).

Mais visitados
da semana

1 Chico Buarque
2 João Gilberto
3 Pixinguinha
4 Geraldo Pereira
5 Tom Jobim
6 Caetano Veloso
7 Música Sertaneja
8 Noel Rosa
9 Jackson do Pandeiro
10 João Bosco