Busca:

Priminho



Dados Artísticos

Teve composições gravadas por Tonico e Tinoco, Irmãs Castro, Campanha e Cuiabano, Zico e Zeca e Pedro e Zé da Estrada, entre outros. Seu principal sucesso foi "Moreninha linda", parceria com Tonico e Maninho e gravada por Tonico e Tinoco. Em 1953, Campanha e Cuiabano gravaram pela Sinter o cururu "Barra bonita". Em 1955, teve duas de suas composições gravadas por diferentes duplas sertanejas: Zico e Zeca gravaram a toada "Saudade", parceria com Rancheirinho, e Riachão e Riachinho gravaram a toada "Despedida", parceria com Nhô Zé. No mesmo ano, Mineirinho gravou "Pode chorar", parceria com Arlindo Pinto. Em 1956, as Irmãs Castro gravaram na Continental a guarânia "Violão amigo", parceria com Arlindo Pinto, e Luisinho e Limeira gravaram "Fandango", parceria com Arlindo Pinto. No mesmo ano, Zé Mariano e Tibagi gravaram a moda-de-viola "Boiada perdida", com Teddy Vieira e Zico e Zeca o cateretê "Chora, morena" com Lourival dos Santos, ambas na Columbia. Ainda em 1956, gravou em dupla com Maninho seu único disco, interpretando a toada "Mãe do Chico Mineiro", de sua autoria, e a moda-de-viola "Lobisome", de Cuiabá e Francisco Lacerda. Em 1959 a dupla Pininha e Verinha gravou de sua autoria e Elpídeo dos Santos o valseado "Me leva" e Guaraci e Guaraciaba, a guarânia "Nosso destino". Em 1961, Pedro Bento e Zé da Estrada gravaram pela Sertanejo o cururu "A mulher do feiticeiro", parceria com Roque José de Almeida. No ano seguinte, Zé Cupido gravou, de sua parceria com Arlindo Pinto o maxixe "Lágrimas de cachorro". Teve mais três composições em parceria com os irmãos Tonico e Tinoco gravadas pela dupla "Coração do Brasil", como eram conhecidos, "Peão arrespeitado", parceria com Tinoco e Capitão Barduíno, "Vida de amor" com Tonico e "Adeus moçada", com Maninho, Tonico e Tinoco. Tião Carreiro e Pardinho gravaram de sua parceria com Lourival dos Santos o pagode "Na barba do leão". Em 2017, teve sua composição “Moreninha Linda” (c/ Tonico e Maninho), considerada gravação clássica na voz de Tonico e Tinoco, incluída no repertório da peça teatral “Bem sertanejo – O Musical”, estrelada por Michel Teló e dirigida por Gustavo Gasparani. O espetáculo esteve em cartaz em diversas cidades brasileiras, entre elas São Paulo, Porto Alegre, Curitiba, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Ribeirão Preto.

Mais visitados
da semana

1 Hermeto Pascoal
2 Caetano Veloso
3 Dorival Caymmi
4 Tom Jobim
5 Luiz Gonzaga
6 Irmãs Galvão
7 Festivais de Música Popular
8 Beth Carvalho
9 Chitãozinho e Xororó
10 Nelson Cavaquinho