Busca:

Premeditando o Breque



Não deixe de ver:

Dados Artísticos

Conjunto formado por Mario Manga, Marcelo Galbetti, Claus e Wandy, alunos da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Conhecido como Premê, é considerado um dos mais importantes grupos paulistanos de humor da década de 1980, caracterizando-se, também, pelo refinamento instrumental.

Em 1979, participou do I Festival Universitário da Música Popular Brasileira (TV Cultura), conquistando o 2º lugar com a canção "Brigando na lua" (Manga).

No ano seguinte, classificou "Empada molotov" (César Brunetti) no festival MPB Shell (TV Globo). A canção foi gravada em compacto simples.

Em 1981, lançou seu primeiro LP, "Premeditando o breque", destacando-se "Fim de semana" e "Marcha da kombi", ambas de Wandy.

No ano seguinte, participou do MPB Shell com "O destino assim o quis" (Wandy). Ainda em 1982, lançou um compacto com a canção concorrente ao festival e uma releitura rock de "Pinga com limão" (Alvarenga e Ranchinho).

Em 1983, gravou o LP "Quase lindo", com destaque para "São Paulo, São Paulo".

Dois anos depois, lançou o LP "O melhor dos iguais", que incluiu "Balão trágico" (Manga e Dionísio Moreno) e "Lua-de-mel em Cubatão".

Em 1986, gravou "Grande coisa", destacando-se "Rubens", regravada por Cássia Eller quatro anos depois, e "A voz do Premê".

Participou, em 1988, do LP duplo "Há sempre um nome de mulher", produzido por Ricardo Cravo Albin, interpretando "Anamaria" ("Biquíni de bolinha amarelinha tão pequenininho" - versão: Hervê Cordovil). O disco atingiu uma vendagem de 600 mil cópias, apenas nas agências do Banco do Brasil.

Na década de 1990, lançou "Alegria dos homens" (1991) e "Premê vivo" (1996).

Em 2001, apresentou-se, ao lado dos grupos Língua de Trapo e Demônios da Garoa, na casa de espetáculos Via Funchal (SP).

Mais visitados
da semana

1 Acyr Marques
2 Geraldo Pereira
3 Caetano Veloso
4 Dorival Caymmi
5 Pixinguinha
6 Nelson Cavaquinho
7 MC Sapão
8 Hermeto Pascoal
9 Francisco Mignone
10 Tom Jobim