Busca:

Plínio Profeta

Plínio Gomes

Dados Artísticos

Aos 14 anos passou a integrar a banda de rock MetalMorphose. Em 1984, integrando a banda, lançou o LP Ultimatum", que (em parceria com a banda Dorsal Atlântica), no qual cada uma das bandas ocupava um lado do vinil. Com a banda Metalmorphose fez vários shows em diversas ciddes do país, entre os quais, no Rio Grande do Norte, em Natal.
No ano de 1994 regressou dos Estados Unidos e começou a carreira de produtor musical. Por essa época, montou o show "Profeta, Reverendo e Criador" (que virou o nome da banda mais tarde), do qual faziam parte o percussionista Pedro Luís (que depois montou o grupo Pedro Luís e A Parede), duas bailarinas, três guitarristas e músicos trajando apenas cuecas. No show, performático, executavam a música "Porrada", para a qual montavam um ring e as bailarinas se agrediam em uma luta livre verdadeira.
No ano de 1995 a banda Profeta, Reverendo e Criador encerrou as atividades musicais e performáticas e a partir desse ano seguiu em carreira solo. Neste mesmo ano foi contratado pela gravadora EMI para integrar uma coletânea intitulada "Paredão", na qual foram incluídas bandas do circuito alternativo, destacando-se as bandas Funk Fuckeres e Sex Noise. Nesta CD participou interpretando de sua autoria a faixa "Eliane Galileu", feita em homenagem à apresentadora de televisão Adriane Galisteu. O clipe da música "Eliane Galileu" chegou à primeira colocação na rde de TV MTV, o que lhe rendeu o convite para apresentar a entrega dos prêmio do "Video Music Brasil", principal programa anual da emissora. Apresentou o prêmio ao lado de Adriane Galisteu (principal apresentadora da emissora na época).
A partir de 1997 passou a atuar como produtor musical no estúdio AR, de Tom Capone, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Produziu discos de vários artistas como Fernanda Abreu, Lenine (CD Falange Canibal, ganhador do Grammy Latino), Lucas Santtana, Pavilhão 9, Penélope, Kelly Kay e Pedro Luís e A Parede, a cantora Tiê, Karina Buhr, Tulipa Ruiz, Thiago Pethit, entre outros. Também foi responsável por remixes de sucesso de artistas como Madona, Kid Abelha e Sandra de Sá.
Em 2003 co-produziu com Lucas Santtana o CD "Parada de Lucas", de Lucas Santtana, no qual também foi incluída a composição "Samba cubano", parceria de ambos.
No ano de 2004, em parceria com Lucas Santtana, montou o evento "Superestéro", no qual receberam os convidados Xis (Rapper) René (Rapper cubano) e David Moraes (guitarrista filho de Moraes Moreira), apresentado na boate Melt, na zona sul do Rio de Janeiro.
Entre 2004 e 2005 atuou como DJ nas festa e evento do Monobloco, bloco e grupo de carnaval do Rio de Janeiro, atuou como DJ no bloco Carnaval do Gil e apresentou-se como DJ no bar Favela Chic, em Paris, na França, quando estava em turnê pela Europa neste mesmo ano e no ano seguinte, em 2006.
No ano de 2007, lançou, pela gravadora Nikita, o CD "Profeta Volume 1", no qual contou com as participações especiais de De Leve, Pedro Luís, Jr. Tostoi, Davi Moraes e Lucas Santtana, todos parceiros em composições que figuram no disco, no qual também consta a participação do ator Selton Mello na faixa "Para Tarantino ouvir". Nas 14 faixas do CD foram incluídas "Tá todo errado", "Samba cubano" (c/ Lucas Santtana), "Lavadeiras", "Funk bueno" e "Us mano e as mina", do rapper paulista Xis, além do remix de "Como é grande o meu amor por você" (Roberto e Erasmo Carlos).
Em 2011 produziu discos de variados artistas, entre os quais João Cavalcanti (cantor e percussionista do grupo Casuarina); Edu Krieger; Renegado (rapper de Belo Horizonte); Naná Rizini (cantor e baterista) e Júlia Bosco (filha de João Bosco). Neste mesmo ano fez a curadoria do "Festival Mimo 2011" (Mostra Internacional de Música em Olinda) e lançou o CD "O palhaço", com a trilha sonora composta para o filme homônimo, escrito e dirigido pelo ator Selton Mello e lançado em circuito nacional neste mesmo ano. No disco foram incluídas composições próprias e releitrua de sucessos de Altemar Dutra e Nelson Ned. Neste mesmo ano foi o criador do "Festival Faro MPB", evento da casa de shows Studio RJ, no qual contou com shows de Tie, Criolo, Luiza Maita, Qinho e Marcelo Jeneci.

Mais visitados
da semana

1 Hermeto Pascoal
2 Dorival Caymmi
3 Caetano Veloso
4 Tom Jobim
5 Irmãs Galvão
6 Luiz Gonzaga
7 Festivais de Música Popular
8 Beth Carvalho
9 Chitãozinho e Xororó
10 Nelson Cavaquinho