Busca:

Pitty

Priscilla Leoni Mello
7/10/1977 Salvador, BA

Dados Artísticos

No final da década de 1990, em Porto Seguro (BA), integrou a banda baiana Inkoma, atuando como vocalista, chegando a lançar o único CD da banda "Influir", pelo Selo Tamborete, produzido por Rafael Ramos. No disco foi incluída a composição "Revolução mental", com letra de sua autoria. Em 2002 com o fim da banda, retornou a Salvador. No ano seguinte, em 2003, Rafael Ramos (da banda Baba Cósmica) produziu o primeiro disco "Admirável chip novo" (alusão ao escritor de ficção científica Aldous Hxley  e ao livro 'Admirável Mundo Novo'), no qual foram incluídas várias composições de autoria da roqueira, entre elas "Teto de vidro", "Emboscadas", "Equalize", "Temporal", a faixa-título "Admirável chip novo" e a música que a projetou através de várias emissoras no país, "Máscara". Neste mesmo ano de 2003, ao lado de Frejat, Marcelo D2, Charlie Brown Jr. E Jota Quest, foi uma das atrações da festa de entrega dos prêmios do "Video Music Brasil 2003 MTV", no Palácio do Anhembi, em São Paulo, sendo uma das apresentadoras do evento. Na ocasião, seu clipe "Admirável Chip Novo" (muito exibido na MTV) foi aplaudido pelo público presente. Participou ao lado das bandas Autoramas, Narjara e Glamourana, entre outras, do "Festival London Burning". Ainda em 2003, com Frejat, Lan Lan e Os Elaines, Acid X, Arnaldo Brandão, Fernanda Abreu, Nação Zumbi, Autoramas, Detonautas e O Rappa, apresentou-se na  "5ª Edição do Projeto Música Alimento da Alma" (MADA), em Natal, Rio Grande do Norte. Junto a Nando Reis, Capital Inicial, Arnaldo Antunes, Pato Fu e Marcelinho Da Lua, entre outros, participou do CD "Assim assado - Tributo a Secos & Molhados" no qual interpretou a faixa "Mulher barriguda", de autoria de João Ricardo e Solano Trindade. Fez turnê por vários estados, entre eles Amazonas, Pará, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Bahia, Minas Gerais e Goiás. Ao lado das bandas Detonautas e Tianastácia apresentou-se no show "Cidade do Rock", no ATL Hall, no Rio de Janeiro. No ano de 2004, com Nando Reis e Marcelo D2, apresentou-se em um dos dias do "Festival Skol Rio", na Lona da Marina da Glória, evento produzido por Liminha, ex-guitarrista do grupo Mutante. Apresentou-se no "Festival de Verão de Salvador" e no Canecão, no Rio de Janeiro. Participou, ao lado de vários outros artistas como Zélia Duncan, Tony Garrido, Autoramas, Marcelo Nova, Caetano Veloso, Raimundos, Nasi, Rick Ferreira,  Sandra de Sá, COM 22 e Detonautas, do show-tributo a Raul Seixas, no qual interpretou "Eu sou egoísta". Ainda em 2004 foi convidada por Rita Lee para participar do CD/DVD da cantora com a qual interpretou a faixa "Esse tal de roque enrow" (Rita Lee e Paulo Coelho). Participou do programa televisivo "Pra não dizer que não lembrei das flores", no qual a nova geração do rock nacional interpretou composições emblemáticas do tempo da ditadura militar e do golpe de Estado. No programa interpretou "Deus lhe pague", de Chico Buarque. Fez vários shows no Ballroom e na Lona Gilberto Gil, graças ao seu clipe "Máscara", muito veiculado na MTV. Neste mesmo ano de 2004 gravou "Admirável vídeo novo", primeiro DVD de carreira produzido por Rafael Ramos. No DVD foram incluídas cenas de programas de TV, entrevistas, take de shows em vários estados, cenas de participações em vários festivais e ainda takes de encontros nos principais lugares do rock em Salvador, o espaço Calipso Inferno Privê, no qual apresenta amigos como o pesquisador de rock Rogério Big Brother, considerado "A enciclopédia do rock baiano", e ainda banda pouco conhecidas como Drearylands, Honkers e Nancyta e os Grazzers. Foram incluídos no DVD seus primeiros sucessos: "Máscara", "Teto de vidro", "Equalize", "Semana que vem" e a versão em rock para "Deus lhe pague", de Chico Buarque. Ganhou o "11° Prêmio Multishow de Música" na categria "Revelação". Na divulgação de seu primeiro disco chegou a fazer mais de 200 shows por ano, cerca de 22 por mês. O CD recebeu o prêmio "Disco de Ouro", por cem mil cópias vendidas e logo atingiu à marca de 200 mil cópias, venda puxada por seis faixas de sucesso. No ano seguinte, em 2005, também produzido por Rafael Ramos, lançou o CD "Anacrônico", com som mais pesado que o anterior. O show de lançamento aconteceu no Canecão, no Rio de Janeiro. Neste mesmo ano no "12º Prêmio Multishow de Música Brasileira", ganhou o prêmio como "Melhor Cantora" e ainda, "Melhor Clipe" com "Semana que vem". No ano de 2006, ao lado de Marcelo D2 e do grupo Luxúria, foi uma das atrações do "West Festival 2006", evento acontecido no Espaço Luso Brasileiro, em Campo Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Em 2007 ganhou na categoria "Clipe do Ano", o prêmio VMB (Video Music Brasil) exibido na MTV. Neste mesmo ano lançou o CD e DVD "Des Concerto Ao vivo", no qual gravou as inéditas, de sua autoria, "Pulsos" e "Malditos cromossomos", além de uma sem nome reconhecida por "Seu mestre mandou", e ainda regravou sucessos da carreira, tais como "Memórias", "Brinquedo torto", "No escuro", "Equalize", "Admirável chip novo", "I wanna be", "Na sua estante", "Déja vu" e "Máscara". O trabalho foi lançado no formato pen drive pela gravadora. Sua banda, em 2007, era composta por Duda (bateria), Joe (baixo) e Martin (guitarra), este último substituindo Peu Souza. O DVD contou com direção de Joana Mazzucchelli, experiente diretora de vários DVDS da série da "Ao vivo MTV". Ainda em 2007 participou da gravação do primeiro DVD e CD do selo Zecapagodisco, em show na Cidade do Samba, no Rio de Janeiro, com produção de Zeca Pagodinho, direção musical de Rildo Hora e apresentação de Ricardo Cravo Albin. Na ocasião, interpretou em dueto com o rapper carioca Marcelo D2 a composição "Edmundo" (versão para 'In the mood' de J. Garland e A. Razaf) e antigo sucesso da cantora Elza Soares lançado em 1960. No ano de 2009 lançou o CD "Chiaroscuro" (DeskDisco) no qual incluiu 11 composições de sua autoria, cinco delas com parceiros. Entre as músicas do novo disco gravado em seu estúdio caseiro em São Paulo com os músicos Duda (bateria), Joe (baixo) e Martins (guitarra), destacaram-se "Àgua contida", "Me adora", "Só agora" e "Desconstruindo Amélia". Neste mesmo ano no "VMB" (Video Music Brasil), prêmio entregue pela rede MTV, foi uma das principais atrações desta edição, conquistando prêmios nas categorias "Melhor Guitarrista" e "Melhor Baterista" para membros de sua banda. Seu clipe "Me adora" tornou-se, neste mesmo ano de 2009, um dos mais pedidos e veiculado na emissora de TV MTV. Em 2010 gravou um DVD com parte da turnê de lançamento do disco "Chiaroscuro", no Circo Voador. No ano posterior, em 2011, fez no Circo Voador, no Rio de Janeiro, o lançamento do DVD "A trupe delirante no Circo Voador", no qual contou com a participação especial do músico Hique Gomes (do grupo Tangos & Tragédias). No repertório incluiu composições de seu CD "Chiaroscuro" e a inédita "Comum de dois", além de uma versão para "Se você pensa", de Roberto Carlos. Ainda em 2011, foi uma das atrações do "Rock In Rio IV", apresentando-se com sucesso de público e crítica no principal espaço do festival, o Palco Mundo. Neste mesmo ano, junto ao guitarrista Martin Mendonça, criou o projeto "Agridoce" (show e CD), para o qual a dupla compôs e gravou as faixas "Dançando", "130 anos" e Embrace devil", além da regravação de "Please, please, please, let me get what I want", do grupo inglês The Smiths, entre outras. O disco contou com turnê nacional, em show inicial no projeto "Cultura para Todos", do Teatro Cine 9 de Abril, da cidade de Volta Redonda, no Rio de Janeiro. No show os cantores Pitty (violão e voz) e Martins Mendezz (guitarra) foram acompanhados por Malásia (percussão) e Loco Sosa (samples). No ano de 2013, em comemoração aos 10 anos de carreira, a gravadora Deck Disc lançou em LP seu primeiro CD "Admirável chip novo". Neste mesmo ano fez o último show do projeto "Agridoce", seu disco em parceria com o guitarrista Martins Mendezz no espaço Lollapalooza, em Chicago. No ano seguinte, em 2014, produzido por Rafael Ramos, lançou o CD "Sete vidas" (Deck Disc), no qual interpretou de sua autoria várias composições inéditas, entre as quais "Boca aberta" (c/ Martins Mendezz), "Um leão", "Deixa ela entrar", "Pequena morte", "Serpente", "Pouco", "Lado de lá" e "Power". Em  2016 com Os Paralamas do Sucesso, Paula Toller e Nando Reis participou da quinta edição do projeto "Nívea Viva", que homenageou os 60 anos do rock no Brasil. Os artistas foram acompanhados por uma banda integrada por Liminha (baixo e direção musical), Dado Villa-Lobos (guitarra), João Barone (bateria), Maurício Barros (teclados) e Rodrigo Suricato (guitarra e violão), com direção artística de Monique Gardenberg e Liminha. A turnê passou por Porto Alegre, Rio de Janeiro, Recife, Fortaleza, Salvador, Brasília e São Paulo. No ano de 2018 montou o show "Matriz", apresentado na Fundição Progresso, na Lapa, centro do Rio de Janeiro e depois, seguindo turnê por várias capitais do país. O espetáculo, com cenários e desenhos da artista plástica Eva Oviedo, contou com abertura da cantora Tássia Reis e Banda Far Fro Alaska (do Rio Grande do Norte). No repertório do shows foram incluídos sucessos de carreira como "Na pele" e "Te conecta", além de "Contramão", parceria com Tássia Reis. Todos os seus discos foram relançados em vinil por sua gravadora.

Mais visitados
da semana

1 Lupicínio Rodrigues
2 Garoto
3 Elza Soares
4 Pixinguinha
5 Tom Jobim
6 Assis Valente
7 Nalva Aguiar
8 Caetano Veloso
9 Dorival Caymmi
10 Luiz Gonzaga